Serra dos Pretos-Forros

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde outubro de 2016).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Serra dos Pretos-Forros é uma serra localizada na cidade do Rio de Janeiro. Fica situada entre os bairros da Água Santa e Lins de Vasconcelos,[1] e é um divisor natural entre os bairros de Jacarepaguá (Zona Oeste) e do Grande Méier (Zona Norte). Faz parte do setor 4 do Maciço da Tijuca.

Recebeu este nome porque era na subida da serra que os escravos alforriados, como também os fugidos, buscavam abrigo, construindo quilombos.

Trecho da Serra dos Pretos Forros vista da região do Grande Méier.

Apesar de boa parte de seus morros estarem atualmente cobertos por capim colonião, a Serra dos Pretos Forros ainda preserva trechos de Mata Atlântica, principalmente no lado de Jacarepaguá, tendo ainda oito pontos de nascentes naturais.

Principais Morros[editar | editar código-fonte]

  • Pretos Forros ( 483 m )
  • Água Santa ( 470 m )
  • Inácio Dias ( 449 m )
  • Careca ( 333 m )
  • Covanca ( 267m )
  • Dezoito ( 254m )
  • Bica ( 251m )
  • São José Operário ( 239m )
  • Barro Vermelho ( 175m )
  • Reunião ( 172m )
  • Pau Ferro ( 136m )

Referências

  1. Flávio Gomes e Carlos Eduardo Moreira de Araújo. «A igualdade que não veio». Consultado em 1 de setembro de 2016. Cópia arquivada em 11 de novembro de 2013 
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.