Serra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2010). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Serra (desambiguação).
Curitiba e, ao fundo, a Serra do Mar

Entendem-se por serra (do termo latino serra) os terrenos acidentados com fortes desníveis e muitos picos, assemelhando-se, portanto, a uma serra.[1] O termo é, frequentemente, aplicados a escarpas assimétricas que possuem uma vertente mais inclinada e outra menos inclinada. Uma serra distingue-se de um maciço por possuir montanhas singulares em vez de agrupadas. A serra é, portanto, um subconjunto de montanhas que está dentro de outro conjunto maior e mais extenso, ao qual se dá o nome de cordilheira. Normalmente, as serras são mais compridas do que largas, e o seu eixo central designa-se eixo orografico.

As serras podem ter dimensões de entre poucos quilómetros a centenas de quilómetros. Por exemploː no Brasil, designam cadeias de montanhas cuja altitude varia entre 400 a 3 000 metros. Entre elas, existem serras famosas, como a da Mantiqueira, a do Mar e dos Órgãos. Em Portugal, as serras têm, normalmente, algumas dezenas de quilómetros de extensão, como a Gerês ou a Estrela, que integra a cordilheira Sistema Montanhoso Montejunto-Estrela, parte do Sistema Central.

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Serra
Ícone de esboço Este artigo sobre geografia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 1 576.