Simia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Em seu livro Systema Naturae, Carl Linnaeus dividiu a ordem dos primatas nos gêneros Homo, Simia, Lemur e Vespertilio. Este último gênero representava os morcegos e foi mudado da ordem Primates, para a ordem Chiroptera. Homo continha os humanos, Lemur, os lêmures e Simia, todo o restante. Linnaeus não acreditava que Homo formava um distinto grupo derivado de Simia, classificando separadamente principalmente para evitar conflitos religiosos. Em termos cladísticos, Simia (se incluir o gênero Homo), acaba sendo a atual subordem Haplorrhini (enquanto Lemur, seria equivalente a Strepsirrhini).

Homo, Lemur e Vespertilio permanecerem como gêneros, mas Simia não. Todas as espécies foram movidas para outro gênero em 1929, e Comissão Internacional de Nomenclatura Zoológica suprimiu tal nome.[1] O gênero Simias é distinto de Simia e permanece válido, com apenas uma espécie: Simias concolor.

Referências