Sinai do Norte

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Egito Sinai do Norte 
  Província  
North Sinai in Egypt.svg
Símbolos
Bandeira de Sinai do Norte
Bandeira
Brasão de armas de Sinai do Norte
Brasão de armas
Localização
Administração
Capital Alarixe
Características geográficas
Área total 27 564 km²
População total (2018) 460 174 hab.
Densidade 16,7 hab./km²
Website www.northsinai.gov.eg/home.aspx

Sinai do Norte (em árabe: محافظة شمال سيناء‎; transl.: Muḥāfāzah Shamāl Saīnāʾ) é uma província (moafaza) do Egito sediada em Alarixe. Possui 27 564 quilômetros quadrados e segundo censo de 2018, havia 460 174 habitantes.[1] Desde 2011, esta província tem sido afetada pela Insurgência do Sinai[2] e das medidas do governo egípcio para combatê-la, resultado em muitas baixas.[3] Doze soldados do país foram mortos em um posto de controle localizado na capital Alarixe, em 14 de outubro de 2016.[4]

População e demografia[editar | editar código-fonte]

De acordo com as estimativas populacionais egípcias, em 2015 a maioria dos habitantes desta província vivia em áreas urbanas (cuja taxa de urbanização era de 60,2%). A partir do total de 434 781 pessoas, 261 686 destas viviam em zonas urbanas, enquanto 173 095 pessoas habitavam as áreas rurais de Sinai do Norte.[5] A densidade populacional encontra-se em 15 habitantes por quilômetro quadrado. Os censos egípcios mais recentes indicam uma alta na taxa de crescimento populacional da província.[6]

A população da província possui predominância de membros das tribos beduínas, vistas como marginalizadas na sociedade egípcia.[7][8] Uma atividade econômica significativa praticada por tais tribos tem sido o contrabando de suprimentos e armas da Faixa de Gaza (usando túneis transfronteiriços para a ação),[9] além do auxílio a imigrantes ilegais em Israel. Estas atividades vem sendo reduzidas pelo governo egípcio, com repressão ao contrabando no local e a construção da barreira entre Israel e Egito.[10][11]

Zonas industriais[editar | editar código-fonte]

De acordo com a GAFI (em inglês: Egyptian Governing Authority for Investment and Free Zones; em português: Autoridade Governamental Egípcia para Investimento e Zonas Francas), em conjunto com o Ministério do Investimento (MOI), três zonas industriais estão localizadas em Sinai do Norte, sendo elas: Al Masa’eed Artisans, Bir Al Abd e Heavy Industrial Zone - Arish.[12]

Referências

  1. City Population 2019.
  2. Farid, Farid (25 de novembro de 2017). «Egypt launches air strikes after deadly mosque attack». The Age (em inglês). Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  3. «Economic life slows to a crawl amid crackdown in North Sinai». IRIN (em inglês). 12 de dezembro de 2013. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  4. Hughes, Clyde (14 de outubro de 2016). «Sinai Checkpoint Attack Kills 12 Egyptian Troops». Newsmax (em inglês). Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  5. «Population Estimates By Sex & Governorate» (PDF) (em inglês). CPMAS (salvo em Wayback Machine). 1 de janeiro de 2015. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  6. «Sīnā' ash-Shamāliyah (Governorate, Egypt) - Population Statistics, Charts, Map and Location». www.citypopulation.de (em inglês). Citypopulation. Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  7. IRIN, part of the Guardian's Development Network (17 de junho de 2011). «Egypt's Bedouins begin to demand equal citizenship rights». the Guardian (em inglês). Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  8. Ahmed, Akbar; Akins, Harrison (15 de fevereiro de 2012). «No Arab Spring for Egypt's Bedouin». www.aljazeera.com (em inglês). Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  9. Gleis, Joshua (21 de junho de 2007). «Trafficking and the Role of the Sinai Bedouin». Belfer Center for Science and International Affairs (em inglês). Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  10. Ahronheim, Anna (18 de janeiro de 2017). «Israel completes heightened Egypt border fence». The Jerusalem Post | JPost.com (em inglês). Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  11. Al-Youm, Al-Marsy (5 de agosto de 2017). «Israel to build 3 km long barrier on Egypt-Israel border - Egypt Independent». Egypt Independent (em inglês). Consultado em 2 de dezembro de 2018 
  12. «Industrial Zones of Egypcian Governorate». GAFI (em inglês). Ministry of Investment Egypt. Consultado em 2 de dezembro de 2018 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]