Sistemas ciber-físicos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde outubro de 2015).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Um sistema ciber-físico (cyber-physical system - CPS) é um sistema composto por elementos computacionais colaborativos com o intuito de controlar entidades físicas. A geração anterior à dos sistemas ciber-físicos é geralmente conhecida como sistemas embarcados, e encontraram aplicações em áreas diversas, tais como aeroespacial, automotiva, processos químicos, infraestrutura civil, energia, saúde, manufatura, transporte, entretenimento, e aplicações voltadas ao consumidor.[1] Sistemas embarcados, no entanto, tendem a focar mais nos elementos computacionais, enquanto que sistemas ciber-físicos enfatizam o papel das ligações entre os elementos computacionais e elementos físicos.

No Brasil instituições acadêmicas como o SENAI/SC (Instituto SENAI de Inovação) a UFMG, Unicamp, UNB, USP, UFSC[2], UFRGS ,UFABC, FURG, UFPA e UFRA[3] desenvolvem projetos baseados em Sistemas Ciber-físicos. Pesquisa industrial na linha de CPS também vem sendo desenvolvida na Ericsson [4].

References[editar | editar código-fonte]

  1. Khaitan et al., "Design Techniques and Applications of Cyber Physical Systems: A Survey", IEEE Systems Journal, 2014.
  2. Moraes, Elisabete (2013). MÉTODO PARA GERENCIAMENTO DO CONSUMO DE ENERGIA ELÉTRICA EM SISTEMAS CIBERFÍSICOS (PDF). UFSC: Tese de Doutorado. Consultado em 5 de abril de 2016 
  3. Chase, Otavio. «PLATAFORMA SENSORIAL CIBERFÍSICA: UMA ABORDAGEM AMBIENTAL» (PDF). X Simpósio Brasileiro de Automação Inteligente. doi:10.13140/RG.2.1.3132.9441. Consultado em 5 de abril de 2016 
  4. «Experienced Researcher for the Research Area Management and Operations of Cyber-Physical Systems». jobs.ericsson.com. Consultado em 1 de junho de 2016