Sohrab Sepehri

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Sohrab Sepehri
Sohrab Sepehri em 1975
Nascimento 7 de outubro de 1928 (90 anos)
Kashan, Irão
Morte 21 de abril de 1980 (51 anos)
Teerão, Irão
Nacionalidade Iraniano
Ocupação Poeta e Pintor

Sohrab Sepehri (em persa: Sohrāb Sepehri) (7 de outubro de 1928 - 21 de abril de 1980) foi um notável poeta e pintor iraniano.[1][2]

Ele nasceu em Kashan, no Irão.[1][3] Ele é considerado um dos cinco poetas iranianos mais famosos que praticaram a poesia moderna.[4] Outros praticantes desta forma foram Nima Youshij, Ahmad Shamlou, Mehdi Akhavan-Sales e Forough Farrokhzad.

Sepehri também foi um dos principais pintores modernistas do Irão.[1] Graduou-se em Teerão e, depois de trabalhar vários anos no Irão, foi viver para os Estados Unidos.[2]

Bem-versado no budismo, no misticismo e nas tradições ocidentais, ele misturou os conceitos ocidentais com os orientais, criando assim uma espécie de poesia insuperável na história da literatura persa. Para ele, novas formas eram novos meios para expressar seus pensamentos e sentimentos.

Sua poesia foi traduzida para muitas línguas, incluindo inglês, francês, espanhol, alemão, italiano, sueco, árabe, turco e russo. Uma tradução em inglês de seus poemas selecionados por Ali Salami apareceu em 2003.

Sepehri morreu no hospital de Pars em Teerão de leucemia.[3] Sua poesia é cheia de humanidade e preocupação com os valores humanos. Ele adora a natureza e se refere a ela com frequência.[1]

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

  • Hasht Ketab (Oito Livros)[5] 1976
  • The Death of Color 1951
  • The Life of Dreams 1953
  • Us nil, us a look (Não foi publicado até 1977)
  • Downpour of Sunshine 1958
  • East of Sorrow 1961
  • The Oasis of Now[5] (1965) traduzido por Kazim Ali com Mohammad Jafar Mahallati, BOA Editions, 2013.
  • The Wayfarer 1966
  • The Green Space 1967

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • The Lover Is Always Alone. Trans. Karim Emami. Tehran: Sokhan,
  • Sepehri, Sohrab, and Riccardo Zipoli. While poppies bloom: Poems and Panoramas. Trans. Karim Emami. Tehran: Zarrin-o-Simin Books, 2005.
  • Bidi, Hamed. "Where Are My Shoes?" While Poppies Bloom. 2000
  • Valiabdi, Mostafa. Hichestan.Tehran: Tiam, 2005.
  • Karimi-Hakkak, Ahmad. Hasht Ketab: Professor Hakkak's view on the Sepehri's esthetic vision and significance.United States: Ketabe Gooya, 2005.
  • Sepehri, Parvaneh. The Blue Room. Tehran: Gooya, 2003.
  • Sepehri, Paridokht. Wherever I am, let me be! Tehran: Peykan, 2005.
  • Sayar, Pirouz. Paintings and Drawings Of Sohrab Sepehri. Tehran: Soroush Press, 2002.
  • Sepehri, Paridokht. Sohrab, the Migratory Bird. Tehran: Tahouri, 1996.
  • Hamid Siahpoush. The Lonely Garden: Sohrab Sepehri's Remembrance. Tehran: Negah, 2003.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Sohrab Sepehri
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Sohrab Sepehri

Referências

  1. a b c d electricpulp.com. «SEPEHRI, Sohrab – Encyclopaedia Iranica». www.iranicaonline.org (em inglês). Consultado em 17 de outubro de 2017. 
  2. a b «Persian Language & Literature: Sohrab Sepehri». www.iranchamber.com. Consultado em 17 de outubro de 2017. 
  3. a b «Sohrab Sepehri - Sohrab Sepehri Biography - Poem Hunter». www.poemhunter.com. Consultado em 17 de outubro de 2017. 
  4. Behrooz, Anahit. «10 Inspiring Iranian Poets and Their Verses» 
  5. a b «Amazon.com: Sohrab Sepehri: Books». www.amazon.com. Consultado em 17 de outubro de 2017.