Solaris Equipamentos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade (desde janeiro de 2017).
Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Solaris Equipamentos
Logomarca
Website oficial www.solarisbrasil.com.br

Solaris Equipamentos e Serviços Ltda. é uma empresa brasileira, que se dedica a alugar e distribuir equipamentos para os segmentos de petróleo, mineração e construção civil, e também oferece serviços de geração de energia. A empresa costuma estar presente nos bastidores de eventos como a Fórmula 1, a montagem do Cirque du Soleil[1] no país e a organização do Carnaval de Salvador.[2]

Áreas de atuação[editar | editar código-fonte]

Os equipamentos da empresa Solaris são destinados às áreas[3] da indústria, mineração, construção, setor de petróleo, entretenimento e qualquer outra área que necessite de trabalhos em altura, movimentação de terra, compressão de ar, iluminação temporária ou serviços de geração de energia. A empresa é responsável por:

  • Equipamentos para construção civil, viária, naval, infraestrutura, escavações, perfurações, trabalhos de montagens de estruturas, instalações, eletricidade, luminárias e pintura.
  • Equipamentos que permitem realizar processos industriais que precisam de qualidade de ar e energia ininterrupta e para trabalhos em altura.
  • Geradores especiais para projetos de Onshore e Offshore e Compressores de alta pressão ideais para realizar trabalhos de perfurações, limpeza em gasodutos, oleodutos e paradas de fábricas.
  • Geradores especiais para shows de pequeno e grande porte.
  • Equipamentos leves e pesados utilizados em escavações de diversas proporções na área da mineração.

História[editar | editar código-fonte]

Criada em 1997, a Solaris surgiu de uma associação da Mills do Brasil com a empresa americana JLG Industries. A empresa argentina Sullair Argentina adquiriu as ações da JLG e da Mills em 2000 e 2003, respectivamente, com o objetivo de ampliar sua atuação na área de locação de equipamentos na região.

Durante os anos seguintes, a empresa introduziu uma frota de locação de grupos geradores Cummins à sua frota de locação, completando a frota de plataformas aéreas e manipuladores telescópicos JLG, comercializadas pela empresa no mercado brasileiro.

Em 2007, alterou sua razão social para Solaris Equipamentos e Serviços. Em 2010, a empresa passou a oferecer também máquinas de terraplanagem para continuar aumentando sua gama de serviços.

Período recente[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a Solaris emprega centenas de funcionários.[4] A companhia conta com mais de 4.000 equipamentos para locação avaliadas em 150 milhões dólares estadunidenses, que inclui plataformas para trabalho em altura, geradores de energia, manipuladores telescópicos, compressores de ar e torres de iluminação.

A empresa tem 20 filiais pelo Brasil: em Osasco, Paulínia, Cravinhos. Joinville, Pará, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Bahia, Pernambuco, Maranhão, Goiás e Mato Grosso do Sul.

Equipamentos[editar | editar código-fonte]

Dentre os equipamentos para plataformas para trabalho em altura, há tesouras elétricas, tesouras diesel, lanças articuladas elétricas, lanças articuladas diesel e lanças telescópicas diesel. Para equipamentos de movimento de terra, estão retroescavadeiras, pás carregadeiras, escavadeiras, motoniveladoras, tratores de esteira e compactadores de solo. Há ainda geradores de energia movidos a diesel, manipuladores telescópicos, compressores de ar portáteis e torres de iluminação.

Referências

  1. «Solaris prossegue na montagem do Cirque Du Soleil,que volta a são paulo para nova temporada». www.revistafator.com.br. Portal Fator Brasil. 20 de abril de 2010. Consultado em 11 de janeiro de 2017 
  2. «Solaris entra na folia do carnaval baiano». www.revistafator.com.br. Portal Fator Brasil. 3 de fevereiro de 2010. Consultado em 11 de janeiro de 2017 
  3. Áreas de aplicação da Solaris
  4. «Luis Eduardo Buy Costa reforça equipe da Solaris». Canal Executivo. 11 de janeiro de 2010. Consultado em 11 de janeiro de 2017. Arquivado do original em 21 de setembro de 2016