Sphenobaiera

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaSphenobaiera
Ocorrência: Triássico Superior-Cretácio 235–65 Ma
Taxocaixa sem imagem
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Ginkgophyta
Classe: Ginkgoopsida
Ordem: Ginkgoales
Família: Incertae sedis
Género: Sphenobaiera
Florin emend Harris & Millington[1]

Sphenobaiera é um gênero de planta extinta que viveu no período do Triássico Superior até o Cretáceo. O gênero Sphenobaiera é utilizado para plantas com folhas em forma de cunha e pode ser diferenciado do Ginkgo, Ginkgoites e Baiera pela falta de um pecíolo. [1] Foram extintas a cerca de 72.600 mil anos atrás. A família à qual pertence este gênero não é conclusiva e a afinidade com a Karkeniaceae foi sugerida por razões morfológicas.[2]

Localizações[editar | editar código-fonte]

Sphenobaiera foram encontrados:

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Susannah J. Lydon, Joan Watson & Nicola A. Harrison (2003). «The lectotype of Sphenobaiera ikorfatensis (Seward) Florin, a ginkgophyte from the Lower Cretaceous of western Greenland». Palaeontology. 46 (2): 413–421. doi:10.1111/1475-4983.00304 
  2. Wang, Yongdong; et al. (abril de 2005.). «Cuticular Anatomy of Sphenobaiera Huangii (Ginkgoales) from the Lower Jurassic of Hubei, China» (PDF embedded in HTML). American Journal of Botany. 92 (4): 709–721. doi:10.3732/ajb.92.4.709. Consultado em 7 de junho de 2011  Verifique data em: |data= (ajuda)
  3. Passo das Tropas, Santa Maria, RS. Marco bioestratigráfico triássico na evolução paleoflorística do Gondwana na Bacia do Paraná
  4. Elizabeth J. Cahoon (1960). «Sphenobaiera ikorfatensis f. papillata from the Lakota Formation of the Black Hills». Bulletin of the Torrey Botanical Club. 87 (4): 247–257. JSTOR 2482869