Stephen Bigelow

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Stephen Bigelow
Nascimento setembro de 1971
Cambridge
Cidadania Austrália
Alma mater
Ocupação professor universitário, matemático
Prêmios
  • Membro da Sociedade Americana de Matemática
Empregador Universidade da Califórnia em Santa Bárbara

Stephen John Bigelow (Cambridge, setembro de 1971) é um matemático britânico, professor da Universidade da Califórnia em Santa Bárbara.

Vida[editar | editar código-fonte]

Bigelow estudou na Universidade de Melbourne, com um bacharelado em 1992 e um mestrado em 1994. Obteve um doutorado em 2000 na Universidade da Califórnia em Berkeley, orientado por Robion Kirby.[1] Em 2002 foi professor assistente e em 2007 professor associado na Universidade da Califórnia em Santa Bárbara.

Recebeu o Prêmio Blumenthal de 2001 da American Mathematical Society (AMS). Em 2013 foi eleito fellow da American Mathematical Society. Foi palestrante convidado do Congresso Internacional de Matemáticos em Pequim (2002: Representation theory of braid groups).[2]

Obras[editar | editar código-fonte]

  • The Burau representation is not faithful for n=5. Geom. Topol. 3 (1999), 397–404
  • Braid groups are linear. J. Amer. Math. Soc. 14 (2001), no. 2, 471–486
  • com Budney: The mapping class group of a genus two surface is linear. Algebr. Geom. Topol. 1 (2001), 699–708
  • Representations of braid groups. Proceedings of the International Congress of Mathematicians, Vol. II (Beijing, 2002), 37–45, Higher Ed. Press, Beijing, 2002
  • A homological definition of the Jones polynomial, Geometry and Topology Monographs, Volume 4, Invariants of Knots and 3-Manfiolds (Kyoto 2001), 2002, p. 29–41
  • Braid groups and Iwahori-Hecke algebras, Proceedings of Symposia in Pure Mathematics, 2006
  • com Peters, Morrison, Snyder: Constructing the extended Haagerup planar algebra. Acta Math. 209 (2012), no. 1, 29–82

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]