Streptomyces

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde fevereiro de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Como ler uma caixa taxonómicaStreptomyces
Cultura de Streptomyces sp.

Cultura de Streptomyces sp.
Classificação científica
Domínio: Bacteria
Filo: Actinobacteria
Classe: Actinobacteria
Ordem: Actinomycetales
Família: Streptomycetaceae
Género: Streptomyces
Waksman & Henrici, 1943
Espécies
S. ambofaciens

S. achromogenes
S. avermitilis
S. coelicolor
S. clavuligerus
S. felleus
S. ferralitis
S. filamentosus
S. griseus
S. hygroscopicus
S. iysosuperficus
S. lividans
S. noursei
S. scabies
S. somaliensis
S. thermoviolaceus
S. violaceoruber
mais ~500 espécies adicionais.

Actinomicetos é um grupo especial de bactérias filamentosas importante na decomposição de matéria orgânica. Tem um papel ecológico.

São causadoras de doenças em plantas.

Exemplo[editar | editar código-fonte]

  • Streptomyces scabies – Agente causal da "Sarna da Batata"

Streptomyces são bactérias de solo com habilidade de produzir uma enorme quantidade de antibióticos e outros produtos naturais com grande uso nas industrias farmacêuticas e agroquímicas. Um exemplo são as antraciclinas que inclui antibióticos de grande significado clinico como a oxitetraciclina producida por Streptomyces rimosus e o composto anti-tumoral cosmomicina produzido por Streptomyces olindensis. Num projeto anterior financiado pela FAPESP (00/07288-0) foi clonado e sequenciado um fragmento de DNA de 14 kb de S. olindensis, codificando para 13 genes envolvidos na biossintese da cosmomicina. Atualmente em desenvolvimento, no projeto FAPESP (2009/52664-4), procura-se expandir a análise dos clones para descobrir a via biossintética completa da cosmomicina e expressar o cluster num hospedeiro heterólogo, para produzir novos análogos com espectro clinico melhorado, usando a estratégia de biossíntese combinatória. A manipulação de genes biossintéticos, resulta freqüentemente em produtos não detectáveis ou em produção extremamente baixa, inviabilizando o desenvolvimento industrial. A seqüência de nucleotídeos de genes de clusters mostra exemplos de soluções evolutivas exitosas para eventos moleculares únicos. Recombinação entre clusters de genes é um dos mecanismos naturais que pode dirigir a evolução para novas atividades. A recombinação homóloga pode favorecer sitios de recombinação que tem pouca divergência nas seqüências, sendo provável que a recombinação entre os clusters gênicos seja fortemente forzada a seqüências muito relacionadas. É de esperar que tais recombinantes sofrerão menos problemas de baixa produtividade. A recombinação gênica entre espécies de Streptomyces é conhecida, especialmente usando fusão de protoplastoss. Esta possibilidade será explorada para geração de novos produtos, assim como um modelo para evolução de espécies de Streptomyces. Este projeto estudará duplicações espontâneas no genoma e desenvolverá sistemas de seleção para explotar obstáculos evolucionários naturais, para forzar eventos de fusão usando o produtor de oxitetraciclina S. rimosus e o produtor de cosmomicina S. olindensis, numa tentativa inédita para construir vias biossintéticas híbridas e produzir novos compostos.

Fonte: http://www.bv.fapesp.br/pt/auxilios/28723/construcao-de-diploides-da-bacteria-streptomyces-implicacoes-na-evolucao-do-genoma-e-descobrimento-d/