Ivermectina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde julho de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Ivermectina
Alerta sobre risco à saúde
Ivermectin skeletal.svg
Nome IUPAC Ivermectina (22,23-dihidroavermectina B1a + 22,23-dihidroavermectina B1b)
Identificadores
Número CAS 70288-86-7
PubChem 6474909
DrugBank APRD01058
Código ATC P02CF01,QP54AA01 QS02QA03
Propriedades
Fórmula química C48H74O14
Massa molar 875.02 g mol-1
Farmacologia
Via(s) de administração oral
Metabolismo fígado; CYP450
Meia-vida biológica 18 horas
Ligação plasmática 93%
Excreção fezes; <1% urina
Exceto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições normais de temperatura e pressão

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.


Ivermectina (22,23-dihidroavermectina B1a + 22,23-dihidroavermectina B1b) é uma droga antiparasita de amplo espectro, tradicionalmente utilizada no combate a verminoses, e principalmente usado em humanos para o tratamento de "onchocerciasis" ("cegueira do rio"), mas também (tais como "estrongiloidíase", "ascariasis", "trichuriasis", "filariasis" and "enterobiasis"), mas recentemente tendo mostrado eficaz contra a maioria das espécies de ácaros e carrapatos, além de algumas de piolhos também.[carece de fontes?]

Ivermectin é atualmente usado para ajudar a eliminar a "cegueira do rio" (onchocerciasis) nas Américas, e para parar a transmissão de "filariasis" linfática e "onchocerciasis" ao redor do mundo em programas patrocinados pelo "Carter Center" usando a ivermectin doada pela Merck.[carece de fontes?]

Alem da utilização em humanos este vermífugo também é utilizado na Medicina Veterinária, como Anti-Helmíntico de Largo Espectro para cães. Indicado para combate dos principais nematódeos e cestódeos que acometem os cães. Com uma ampla margem de segurança, não apresentando efeitos colaterais no animal. Assim para sua administração, pode ser diretamente por via oral, misturado a carne ou ração não havendo necessidade de jejum prévio ou qualquer alteração na sua alimentação.[carece de fontes?]

Ícone de esboço Este artigo sobre fármacos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.