Sulake

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Sulake
Logo Sulake.png
Razão social Sulake Corporation Oy
Tipo Empresa de capital fechado
Indústria Internet
Rede Social
Entretenimento
Fundação maio de 2000
Fundador(es) Sampo Karjalainen
Aapo Kyrölä
Sede Helsinki,  Finlândia
Proprietário(s) Elisa
Pessoas-chave Liisa Puurunen (CEO)
Empregados 39 (em março de 2018)
Produtos Hotel Hideaway
Habbo Hotel
Faturamento Aumento EUR 41,6 milhões (2017)[1]
Website oficial sulake.com

Sulake (em português: fusível) é uma companhia finlandesa de entretenimento, fundada pelos finlandeses Sampo Karjalainen e Aapo Kyrölä em 2000. O foco principal da empresa é desenvolver e distribuir comunidades online em linha multiplayer.

A empresa está sediada em Helsinque, na Finlândia [2], onde estão também os programadores dos jogos, além de um escritório em Londres, conhecido como Estúdio Habbo, local onde são desenvolvidos desenhos de campanha e marketing, um escritório em Madrid, para questões operacionais e atenção aos usuários e também representações em Los Angeles e São Paulo.

História[editar | editar código-fonte]

Em 1999, os então estudantes da Universidade de Helsínquia, durante o tempo livre dos estudantes e despretensiosa, desenvolveram o jogo Mobiles Disco, baseado em duas salas de encontro virtual para conversar e entreter-se com os amigos. Nas primeiras semanas do jogo online, cerca de vinte a trinta pessoas acessavam Mobiles Disco para passar um tempo, mas aos poucos começou a atrair mais jovens finlandeses na internet, além de empresas, como a agência de publicidade Taivas e a empresária britânica Dee Edwards, os quais foram primeiros investidores do projeto, que meses mais tarde se tornara o Hotelli Kultakala (do finlandês, Hotel Peixe Dourado), hoje mais conhecido como Habbo Hotel.

Com um novo produto pronto e aberto ao público, a Sulake Corporation Oy foi fundada em 17 de agosto de 2000 na Finlândia. A publicação do jogo foi feita em parceira com o portal finlandês Kolumbus.

No primeiro mês de 2001, a Sulake anunciou a expansão dos seus serviços. No comunicado de imprensa divulgado pela companhia foi dito que o Habbo Hotel seria a versão internacional do Hotelli Kultakala, até então voltado para o público jovem de língua finlandesa que já havia quase 100 mil usuários cadastrados. Essa primeira versão internacional foi lançada para o público das Ilhas Britânicas, em fevereiro de 2001. Na época, a Sulake abriu um escritório em Londres.

No mesmo período que a Sulake lançava o Habbo Hotel, a Elisa Oyj também se tornava acionista da empresa. A Sulake em outra nota de imprensa reafirmou a intensão da companhia em expandir o seu produto para outros países e que sua filial em Londres estaria à frente deste processo. Em setembro de 2001, Timo Soininen foi nomeado como CEO da Sulake[3]. O segundo Habbo Hotel foi lançado no mês seguinte.

Aapo Kyrölä (esquerda) e Sampo Karjalainen no escritório da Sulake, em Helsíquia

Em poucos menos de 2 anos, a Sulake já havia conquistado prêmios nos Estados Unidos e Finlândia, fez parcerias com diversas empresas para promover ações de publicidade e marketing e mantinha uma base de quase 2 milhões de usuários registrados no mundo.

Desde então, a companhia expandiu o Habbo para 32 países, em 11 diferentes idiomas com usuários ativos de 150 países. Esse processo terminou em 2006, quando o jogo chegou aos países da América Latina incluindo Brasil, além de Portugal e Rússia. Em 2012 foi aberta uma versão do Habbo para a Turquia.

Em paralelo ao Habbo, a empresa desenvolveu também as comunidades virtuais Bobba Bar e Mini Friday, porém muito inferiores em termos de usuários ativos quando comparados ao Habbo.

Em fevereiro de 2013 a companhia de telecomunicações finlandesa Elisa adquiriu 85% da Sulake, adquirindo os outros 15% alguns meses depois e se tornando a proprietária da empresa com 100% das ações. [4]

Foi vendida para a Orange Games em 17/05/2018.

Produtos[editar | editar código-fonte]

Em operação[editar | editar código-fonte]

  • Habbo Hotel - É o principal e mais lucrativo produto da empresa, e graças a ele a empresa aumentou o tamanho físico e dobra a sua receita a cada ano. Atualmente está disponível para dispositivos iOS, Android e Computador.
  • Hotel Hideaway - Similar ao Habbo, também é ambientado em um Hotel, mas possui gráficos diferentes e voltado para um público mais velho, permitido apenas a partir dos 17 anos de idade. Está disponível apenas para disponíveis móveis plataformas iOS e Android. Apesar de lançado em 2014, o jogo foi tratado como segredo pela Sulake como um produto seu e foi anunciado oficialmente somente em 5 de abril de 2018.

Descontinuados[editar | editar código-fonte]

  • Coke Music - A primeira encarnação do bate-papo no ambiente Coke Music (agora MyCoke), foi projetado e executado pela Sulake. A versão mais recente (v2.x) do jogo foi programada exclusivamente por operadores do MyCoke.
  • Virtual Magic Kingdom - Foi criado pela Sulake, embora todo o conceito artístico e gráfico foi de autoria da própria Disney.
  • Mini Friday - Pequeno jogo desenvolvido para ser executado em celulares, uma versão de Habbo Hotel portátil que durou pouco tempo.
  • IRC-Galleria - É a maior comunidade virtual da Finlândia. Foi adquirida pela Sulake em 2007, nesta época já tinha 470 mil membros e um acervo de imagens de 6 milhões. Em março de 2012 foi vendida para a Somia Reality Oy.
  • Lost Monkey - Aplicativo móvel para dispositivos iOS e Android, lançado em setembro de 2011. Foi um jogo em que consistia em vários desafios que, quando concluídos, o jogador subia de nível e ainda ganhava brindes no Habbo, público para o qual o jogos era voltado. Foi descontinuado em junho de 2014. [5]
  • Niko - Lançado em janeiro de 2012, desenvolvido em uma co-produção com a companhia sueca Fabrication Games. Também como o Lost Monkey, o jogo consiste em vários desafios, o qual os personagens do jogo são várias diferentes criaturas e o jogador deve concluir as missões para passar de fase e ganhar prêmios no Habbo. Também descontinuado em junho de 2014. [6]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]