Suma Oriental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

A Suma Oriental é uma obra escrita em 1515 por Tomé Pires (c.1465 – c.1540) com a primeira descrição europeia da Malásia e a mais antiga e extensa descrição portuguesa do Oriente. Tomé Pires foi um destacado boticário português que viveu no Oriente no Século XVI e foi o primeiro embaixador português enviado à China.

A Suma Oriental descreve as plantas, drogas medicinais do Oriente e além de aspectos medicinais descreve também exaustivamente todos os portos de comércio, de interesse potencial para os portugueses recém-chegados Oceano Índico, elegendo como objectivo principal as informações de carácter comercial, nomeadamente todos os produtos comerciados em cada reino e em cada porto, assim como as respectivas origens e os mercadores que os traficam. estudo que antecede o de Garcia da Orta, obra que foi descoberta na década de 1940, pelo historiador Armando Cortesão, após uma longa busca, e que a editou. Tendo exercido o cargo de boticário do príncipe, foi enviado para a Índia, em 1511, como Feitor das Drogas em Cananor. A sua missão consistia em analisar, seleccionar e adquirir as drogas orientais, destinadas às naus da Carreira da Índia.

Notas[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Armando Cortesão, The Suma Oriental of Tomé Pires: an account of the east, from the Red Sea to Japan, written in Malacca and India in 1512–1515/The Book of Francisco Rodrigues rutter of a voyage in the Red Sea, nautical rules, almanack and maps, written and drawn in the east before 1515, The Hakluyt Society, 1944
  • Cortesão, A. A Suma Oriental de Tomé Pires e o Livro de Francisco Rodrigues. Coimbra, 1978.
  • Dias, J. Lopes. Medicinas da 'Suma Oriental' de Tomé Pires. Porto, 1947. Sep. ``Jornal do Médico, vol. 9, n.º 208, pp. 76-83.
  • Loureiro, Rui M. O manuscrito de Lisboa da "Suma Oriental" de Tomé Pires (Contribuição para uma edição crítica). Macau: Instituto Português do Oriente, 1996.