Surto de Legionella em Portugal de 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa


Surto de Legionella em Portugal de 2014
Localização de Vila Franca de Xira, onde o surto originou.
Local Portugal.
Período 7 a 21 de novembro de 2014
Doença Legionelose
Casos  Portugal: 375
Mortes  Portugal: 12 [1]

Um surto de doença do legionário, provocada por bactérias do género Legionella, afetou algumas zonas do município português de Vila Franca de Xira entre 7 e 21 de novembro de 2014, em especial nas freguesias de Vialonga, Forte da Casa e Póvoa de Santa Iria. Esta doença afetou 375 pessoas, sendo que dessas, doze morreram.[2][3][4][5][6][7] Inicialmente, foram reportados dois casos em Angola e um no Peru, de pessoas que teriam estado em Vila Franca de Xira[8], mas mais tarde a relação com este surto não se confirmou.[9]

O ministro do Ambiente português Jorge Moreira da Silva afirmou que o surto de Legionella estará relacionado com torres de refrigeração da empresa Adubos de Portugal, na freguesia de Forte da Casa.[10] O surto afetou sobretudo homens entre os 50 e 60 anos, um padrão comum para surtos de Legionella.[5] A Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou como uma “grande emergência de saúde pública” o surto de Legionella em Portugal e descreveu a epidemia como “incomum e inesperada".[11]

Ícone de esboço Este artigo sobre Saúde é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.

Referências

  1. Romana Borja Santos (12 de novembro de 2014). «Morreram mais dois doentes com Legionella». Jornal Público. Consultado em 12 de novembro de 2014 
  2. «Legionela: 278 casos confirmados com ligação a Vila Franca de Xira». TSF. 11 de novembro de 2014. Consultado em 11 de novembro de 2014 
  3. Borja-Santos, Romana (12 de novembro de 2014). «Morreram mais dois doentes com Legionella». Público. Consultado em 12 de novembro de 2014 
  4. Talixa, Jorge; Maria João Lopes. «Sobe para oito o número de mortos no surto de Legionella». Público. Consultado em 19 de novembro de 2014 
  5. a b Borja-Santos, Romana. «OMS elogia forma "eficaz" como Portugal geriu surto de Legionella». Público. Consultado em 19 de novembro de 2014 
  6. «www.dgs.pt/a-direccao-geral-da-saude/comunicados-e-despachos-do-director-geral/surto-de-infecao-por-legionella10.aspx». 21 de novembro de 2014 
  7. «Legionella: Surto em Vila Franca de Xira motivou mais de 80 queixas-crime». Visão 
  8. «Legionella chega a Angola e ao Peru». Ionline. Consultado em 11 de novembro de 2014 
  9. Ricardo Oliveira Duarte (13 de novembro de 2014). «Afinal, alegados casos de Legionella em Angola e Perú não se confirmaram». Observador 
  10. Encontrado foco do surto de legionela. TSF.pt http://www.tsf.pt/PaginaInicial/Portugal/Interior.aspx?content_id=4231986. Consultado em 11 de novembro de 2014  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  11. Borja-Santos, Romana (11 de novembro de 2014). «OMS considera surto de Legionella em Portugal como "grande emergência de saúde pública"». Público.pt. Consultado em 11 de novembro de 2014