Surto de Legionella em Portugal de 2014

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Surto de Legionella em Portugal de 2014
Localização de Vila Franca de Xira, onde o surto originou.
Doença Legionelose
Local  Portugal [1]
Período 7 a 21 de novembro de 2014
Casos confirmados 375 [2][3]
Mortes 12 [4]

Um surto de doença do legionário, provocada por bactérias do género Legionella, afetou algumas zonas do município português de Vila Franca de Xira entre 7 e 21 de novembro de 2014, em especial nas freguesias de Vialonga, Forte da Casa e Póvoa de Santa Iria. Esta doença afetou 375 pessoas, sendo que dessas, doze morreram.[5][6][7][8][9][10] Inicialmente, foram reportados dois casos em Angola e um no Peru, de pessoas que teriam estado em Vila Franca de Xira[11], mas mais tarde a relação com este surto não se confirmou.[1]

O ministro do Ambiente português Jorge Moreira da Silva afirmou que o surto de Legionella estará relacionado com torres de refrigeração da empresa Adubos de Portugal, na freguesia de Forte da Casa.[12] O surto afetou sobretudo homens entre os 50 e 60 anos, um padrão comum para surtos de Legionella.[8] A Organização Mundial de Saúde (OMS) classificou como uma “grande emergência de saúde pública” o surto de Legionella em Portugal e descreveu a epidemia como “incomum e inesperada".[13]

Referências

  1. a b Ricardo Oliveira Duarte (13 de novembro de 2014). «Afinal, alegados casos de Legionella em Angola e Perú não se confirmaram». Observador 
  2. Marlene Carriço e Vera Novais (11 de novembro de 2014). «45 novos casos num dia, são agora 278 os casos de Legionella». Jornal Observador. Consultado em 12 de novembro de 2014 
  3. «Legionella: Surto causou 12 mortos e 375 doentes, oito ainda hospitalizados». Público.pt. 15 de dezembro de 2014. Consultado em 1 de fevereiro de 2020 
  4. Romana Borja Santos (12 de novembro de 2014). «Morreram mais dois doentes com Legionella». Jornal Público. Consultado em 12 de novembro de 2014 
  5. «Legionela: 278 casos confirmados com ligação a Vila Franca de Xira». TSF. 11 de novembro de 2014. Consultado em 11 de novembro de 2014 
  6. Borja-Santos, Romana (12 de novembro de 2014). «Morreram mais dois doentes com Legionella». Público. Consultado em 12 de novembro de 2014 
  7. Talixa, Jorge; Maria João Lopes. «Sobe para oito o número de mortos no surto de Legionella». Público. Consultado em 19 de novembro de 2014 
  8. a b Borja-Santos, Romana. «OMS elogia forma "eficaz" como Portugal geriu surto de Legionella». Público. Consultado em 19 de novembro de 2014 
  9. «Comunicados e Despachos da Diretora-Geral da Saúde: Surto de infeção por Legionella». 21 de novembro de 2014 
  10. «Legionella: Surto em Vila Franca de Xira motivou mais de 80 queixas-crime». Visão 
  11. «Legionella chega a Angola e ao Peru». Ionline. Consultado em 11 de novembro de 2014 
  12. «Encontrado foco do surto de legionela». TSF Rádio Notícias. 11 de novembro de 2014 
  13. Borja-Santos, Romana (11 de novembro de 2014). «OMS considera surto de Legionella em Portugal como "grande emergência de saúde pública"». Público.pt. Consultado em 11 de novembro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre epidemias ou pandemias é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre saúde é um esboço relacionado ao Projeto Saúde. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.