Túmulo dos Patriarcas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde agosto de 2016). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Túmulo dos Patriarcas (visto do lado sul da mesquita)

O Túmulo dos Patriarcas é considerado como o centro espiritual da antiga cidade de Hebrom, que se situa no sudoeste da Cisjordânia, no coração da antiga Judeia.

O lugar é chamado Me-arat Hamachpelah (em hebraico: מערת המכפלה), que significa «o túmulo das duplas sepulturas». De facto, segundo a tradição judaica, o túmulo esconde sepulturas duplas onde a tradição afirma que estariam enterrados quatro pares de casais bíblicos importantes: (1) Adão e Eva; (2) Abraão e Sara; (3) Isaac e Rebeca; (4) Jacó e Lea.

Em árabe, o lugar é chamado «Haram el-Khalil » (الحرم الإبراهيمي), que quer dizer «lugar sagrado do amigo (de Deus)» que designa Abraão. Ou simplesmente «Al Magr» (‎‎المغارة‎ ), «o túmulo».

Ícone de esboço Este artigo sobre judaísmo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.