Tadeusz Tański

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2015). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Tadeusz Tański
Nascimento 11 de março de 1892
Janów Podlaski
Morte 23 de março de 1941 (49 anos)
Campo de Concentração de Auschwitz
Nacionalidade Polonês
Cidadania Polônia
Ocupação Engenheiro mecânico

Tadeusz Tański (Janów Podlaski, 11 de março de 1892 – Campo de Concentração de Auschwitz, 23 de março de 1941) foi um engenheiro automotivo polonês. Projetou dentre outros o primeiro automóvel polonês produzido em série, o CWS T-1.[1]

Nasceu em Janów Podlaski, filho de Czesław Tański, um dos pioneiros da aviação da Polônia. Antes da eclosão da Primeira Guerra Mundial Tański mudou-se para Paris, onde estudou engenharia e especializou-se em motores de aeroplanos na Ecole d’Electricite Industriel de Paris. Durante a guerra projetou e construiu diversos motores para vários aviões militares, e estudou extensivamente veículos blindados na companhia L. Bordon. Mais tarde trabalhou como engenheiro da companhia Armstrong Whitworth.

Ford FT-B

Em 1919 retornou para a Polônia e começou a trabalhar para o Ministério de Assuntos Militares na seção de automóveis. Durante a GuerraPolonesa-Soviética, em 1920 construiu o primeiro veículo blindado polonês, o Ford FT-B, baseado no chassis do famoso Ford Model T. Foram construídos 16 desde, todos usados em serviços no front.

Após a guerra permaneceu como um dos engenheiros trabalhando para a indústria armamentista polonesa, mais notavelmente a companhia Centralne Warsztaty Samochodowe. Foi lá em 1922 que Tański projetou, e depois supervisionou a produção do CWS T-1, o primeiro carro produzido em série na Polônia. Até o final da década de 1930 permaneceu um dos mais notáveis construtor e projetista polonês de automóveis, caminhões e trator de artilharia.

Após a Invasão da Polônia em 1939 e a eclosão da Segunda Guerra Mundial, Tański permaneceu na Polônia ocupada pelos alemães. Em 3 de julho de 1940, no auge da "Operação Extraordinária de Pacificação", foi preso pelos alemães e enviado para o campo de concentração de Auschwitz, onde foi morto em 23 de março de 1941.

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Lucyna Smolińska, Mieczysław Sroka "Wielcy znani i nieznani" Wydawnictwa Radia i Telewizji, Warsaw 1988.
Ícone de esboço Este artigo sobre engenheiro(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.