Temporada 1936-37 da NHL

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A temporada 1936–37 da NHL foi a 20.ª temporada da National Hockey League (NHL). Oito times jogaram 48 partidas cada. O Detroit Red Wings foi o campeão da Stanley Cup ao bater o New York Rangers por 3-2 na série final.

Negócios da Liga[editar | editar código-fonte]

Frank Calder esteve nomeando os melhores estreantes desde 1932–33. Nesse ano ele começou a dar um troféu para o melhor estreante e Syl Apps foi o vencedor da temporada.

A Grande Depressão esteve causando seus danos à liga. No começo da década, havia dez times. Desde então, dois times foram à falência e parecia que o New York Americans seria o terceiro time. A NHL, todavia, não pretendia deixar isso acontecer. Então, em vez de deixar o time falir por causa de dinheiro e problemas de possessão, a liga assumiu o controle do time para a temporada 1936-37. Foi quando o dono Bill Dwyer abriu um processo. Um acordo então permitiu a Dwyer a posse do time, administrado pela NHL, e Dwyer teria uma chance de pagar seus débitos.

O Montreal Maroons, com dinheiro curto, teve de vender sua estrela e capitão do time Hooley Smith para Boston. Esperava-se que Carl Voss do extinto Eagles seria uma troca adequada por ele, mas ele veio decaído com gripe e nunca foi de muita valia. Mas Bob Gracie começou a marcar e os Maroons quase alcançaram os Canadiens pela primeira posição na Divisão Canadense.

Temporada Regular[editar | editar código-fonte]

Melhores Momentos[editar | editar código-fonte]

O New York Americans começou na primeira posição, mas então seus jogadores decaíram com gripe e o time caiu. Mas o pior problema foi quando Roy Worters sofreu uma hérnia e teve de se aposentar. Alfie Moore e Lorne Chabot não foram substituições adequadas e os Amerks terminaram em último na Divisão Canadense.

Em 16 de novembro de 1936, Hal Winkler fez sua estreia na NHL pelo New York Rangers e ganhou do Montreal Maroons por 1-0. Ele foi o primeiro goleiro a não levar gols em sua estreia na NHL.[1] O Montreal Canadiens alcançou o fundo do poço em 1935–36, e Babe Siebert foi adquirido para melhorar a defesa. Mas o mais adorado de todos os movimentos foi a compra de Howie Morenz de volta dos Rangers. Os Canadiens foram de último para primeiro na Divisão Canadense. Morenz estava avançando a passos largos em janeiro de 1937, quando a tragédia aconteceu. Em uma de suas corridas de colisão, ele estava sendo perseguido por Earl Seibert de Chicago quando seu patim esquerdo foi atingido, e Morenz sofreu uma grande fratura na perna. Após sofrer sofrer um ataque de nervos preocupado se poderia voltar, mais má sorte ocorreu. Em 8 de março de 1937, raios-X revelaram que Howie tinha coágulos sanguíneos em sua perna boa. Uma operação foi marcada para o dia seguinte, mas quando Howie comeu uma janta leve e disse a enfermeira que queria descansar, ao cair no sono, sua cor rapidamente mudou e a enfermeira sabia que havia algo errado. Um coágulo sanguíneo parou seu coração, e as tentativas de ressuscitar Howie falharam. Notícias da morte de Morenz chocaram o mundo do hóquei, e milhares limaram o suporte de seu caixão, muitos em lágrimas, para prestar suas últimas homenagens.

Detroit, liderado pelo campeão do Troféu Vezina Normie Smith, terminou em primeiro na Divisão Americana. A NHL perdeu grandes de uma forma ou de outra esse ano. O jogador de Boston Eddie Shore sofreu uma lesão lombar, e o favorito de Toronto, King Clancy, aposentou-se. Mas a maior perda de Toronto ocorreu quando Charlie Conacher machucou seu pulso. Ele nunca mais foi o mesmo.

Com cinco jogos faltando para jogar e seu time sem esperanças na última posição, dono de Chicago Frederic McLaughlin decidiu tentar um experimento querido em seu coração. Ele sonhava com o dia em que um time totalmente americano pudesse competir no nível da NHL. Ele já tinha Mike Karakas no gol, mas contratou Ernest Klingbeil e Paul Schaefer na defesa, e Milt Brink, um rápido patinador para o centro, entre Al Suomi e Bun Laprairie. O primeiro teste veio em 11 de março, quando o Boston Bruins bateu os Black Hawks por 6–2. Nenhum dos novos jogadores marcou, porém Klingbeil e Schaefer estavam na defesa em todos os gols de Boston. Isso trouxe reclamações de Jack Adams, Lester Patrick e Art Ross que afirmaram que aqueles experimentos não deveriam ser conduzidos quando havia outras equipes batalhando pelas vagas nos playoffs. Mas os garotos de McLaughlin não jogaram mal quando o Toronto Maple Leafs teve sorte de vencer por 3–2 no Maple Leaf Gardens. Klingbeil foi a estrela do jogo com um gol. Os estreantes marcaram de forma tenaz e causaram boa impressão no ataque. 9.600 torcedores aplaudiram seus esforços. Então os Black Hawks venceram o New York Rangers por 3–2 com os yannigans ainda no time titular. Lester Patrick não tinha nada a dizer exceto que a média de público havia caído. O experimento foi encerrado quando o New York Americans surrou os Hawks por 9–4, com Sweeney Schriner e Nels Stewart marcando 3 gols cada. Em uma causa perdida, Paul Thompson marcou 3 vezes para Chicago.

Classificação Final[editar | editar código-fonte]

Nota: V = Vitórias, D = Derrotas, E = Empates, Pts = Pontos, GP= Gols Pró, GC = Gols Contra, PEM = Penalizações em minutos
Nota: Times que se classificaram aos play-offs estão em negrito.

Divisão Canadense PJ V D E Pts GP GC PEM
Montreal Canadiens 48 24 18 6 54 115 111 298
Montreal Maroons 48 22 17 9 53 126 110 379
Toronto Maple Leafs 48 22 21 5 49 119 115 371
New York Americans 48 15 29 4 34 122 161 481
Divisão Americana PJ V D E Pts GP GC PEM
Detroit Red Wings 48 25 14 9 59 128 102 244
Boston Bruins 48 23 18 7 53 120 110 303
New York Rangers 48 19 20 9 47 117 106 312
Chicago Black Hawks 48 14 27 7 35 99 131 291

Artilheiros[editar | editar código-fonte]

PJ = Partidas Jogadas, G = Gols, A = Assistências, Pts = Pontos, PEM = Penalizações em Minutos

Jogador Time PJ G A Pts PEM
Sweeney Schriner New York Americans 48 21 25 46 17
Syl Apps Toronto Maple Leafs 48 16 29 45 10
Marty Barry Detroit Red Wings 48 17 27 44 6
Larry Aurie Detroit Red Wings 45 23 20 43 20
Busher Jackson Toronto Maple Leafs 46 21 19 40 12
Johnny Gagnon Montreal Canadiens 48 20 16 36 38
Bob Gracie Montreal Maroons 47 11 25 36 18
Nels Stewart Boston Bruins/New York Americans 43 23 12 35 37
Paul Thompson Chicago Black Hawks 47 17 18 35 28
Bill Cowley Boston Bruins 46 13 22 35 4

Playoffs[editar | editar código-fonte]

Finais[editar | editar código-fonte]

Prêmios da NHL[editar | editar código-fonte]

Troféu Memorial Calder: Syl Apps, Toronto Maple Leafs
Troféu Memorial Hart: Babe Siebert, Montreal Canadiens
Troféu Memorial Lady Byng: Marty Barry, Detroit Red Wings
Copa O'Brien: Montreal Canadiens
Troféu Príncipe de Gales: Detroit Red Wings
Troféu Vezina: Normie Smith, Detroit Red Wings

Times das Estrelas[editar | editar código-fonte]

Primeiro Time   Position   Segundo Time
Normie Smith, Detroit Red Wings G Wilf Cude, Montreal Canadiens
Babe Siebert, Montreal Canadiens D Earl Seibert, Chicago Black Hawks
Ebbie Goodfellow, Detroit Red Wings D Lionel Conacher, Montreal Maroons
Marty Barry, Detroit Red Wings C Art Chapman, New York Americans
Larry Aurie, Detroit Red Wings RW Cecil Dillon, New York Rangers
Busher Jackson, Toronto Maple Leafs LW Sweeney Schriner, New York Americans
Jack Adams, Detroit Red Wings Coach Cecil Hart, Montreal Canadiens

Estreias[editar | editar código-fonte]

O seguinte é uma lista de jogadores importantes que jogaram seu primeiro jogo na NHL em 1936–37 (listados com seu primeiro time, asterisco(*) marca estreia nos play-offs):

Últimos Jogos[editar | editar código-fonte]

O seguinte é uma lista de jogadores importantes que jogaram seu último jogo na NHL em 1936-37 (listados com seu último time):

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Hockey’s Book of Firsts, p.19, James Duplacey, JG Press, ISBN 978-1-57215-037-9


Precedido por
1935-36
Anexo:Lista de temporadas da NHL
1936-37
Sucedido por
1937-38