Teoria gravitacional de Le Sage

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Representação da gravidade cinética: com a aproximação, parte da pressão é bloqueada em um dos lados de ambos os corpos, gerando um desequilíbrio mecânico e consequente deslocamento das massas.

A Teoria Gravitacional de Le Sage é uma teoria gravitacional postulada em 1748 pelo físico suíço Georges-Louis Le Sage, com base em fundamentos cinéticos.[1]

Sendo uma de várias teorias cinéticas de gravitação,[2] foi originalmente concebida por Nicolas Fatio de Duillier em 1690[3] e desenvolvida por Georges-Louis Le Sage. Ela fornece uma explicação mecânica alternativa para a gravidade, postulando correntes invisíveis de partículas infinitesimais chamadas por Le Sage de corpúsculos ultra-mundanos (ultramondain), que impactam cada objeto em todas as direções. Essas partículas teriam massa insignificante, grande velocidade (superior à velocidade da luz) e inelasticidade absoluta.

Segundo a teoria gravitacional de Le Sage, a queda dos corpos teria como causa a força de pressão dos corpúsculos ultramundanos: quando um corpo se aproxima de outro corpo com massa, a pressão de irradiação é bloqueada em um dos lados (de ambos os corpos), gerando uma diferença de pressão e a consequente aproximação das duas massas, ou a queda propriamente dita.

A pressão proveniente de baixo é barrada proporcionalmente à densidade dos materiais. Massas mais densas ofereceriam uma menor permissividade à penetração de tais partículas.

A teoria, portanto, exclui o conceito de força atrativa; pertencendo à categoria das teorias com base na pressão ou explicações cinéticas da gravitação.

Estado atual[editar | editar código-fonte]

Os desenvolvimentos da teoria da relatividade geral e da mecânica quântica deixaram a teoria de Le Sage desacreditada e esquecida.[4] No entanto, apesar de ser considerada uma teoria inviável pela principal corrente de cientistas, os estudos sobre a teoria foram esporadicamente reavivados ao longo do século XX e do início do século XXI, incluindo os estudos de Radzievskii e Kagalnikova (1960),[5] Shneiderov (1961), [6] Buonomano e Engels (1976), [7] Adamut (1982), [8] Jaakkola (1996), [9] Van Flandern (1999), [10] Edwards (2007). [11] e C.J. Borge (2002). [12] Diferentes modelos de Le Sage e temas relacionados são discutidos e Edwards et al. [13][14]

Referências

  1. Prévost, P. (1805). Notice de la Vie et des Ecrits de George Louis Le Sage (Geneva e Paris: J.J. Paschoud). 
  2. Taylor, W. B. (1876), "Kinetic Theories of Gravitation", Annual report of the Smithsonian institution 31: 205–282
  3. Nicolas Fatio and the Cause of Gravity (em inglês)
  4. Neves, Marcos Cesar. (dezembro 2003). "Resenha - Pushing Gravity:New Perspectives on Le Sage's Theory of Gravitation". Cadernos Brasileiros de Ensino de Física 20 (3): 400-405. Visitado em 22 de setembro de 2009.
  5. Radzievskii, V.V. & Kagalnikova, I.I. (1960). The nature of gravitation. Vsesoyuz. Astronom.-Geodezich. Obsch. Byull. [S.l.: s.n.] pp. 3–14.  tradução do inglês: U.S. government technical report: FTD TT64 323; TT 64 11801 (1964), Foreign Tech. Div., Air Force Systems Command, Wright-Patterson AFB, Ohio.
  6. Shneiderov, A. J. (1961). On the internal temperature of the earth Bollettino di Geofisica Teorica ed Applicata [S.l.] pp. 137–159. 
  7. Buonomano, V. & Engel, E. (1976). Some speculations on a causal unification of relativity, gravitation, and quantum mechanics. Int. J. Theor. Phys. [S.l.: s.n.] pp. 231–246. 
  8. Adamut, I. A. (1982). The screen effect of the earth in the TETG. Theory of a screening experiment of a sample body at the equator using the earth as a screen. Nuovo Cimento C [S.l.: s.n.] pp. 189–208. 
  9. Jaakkola, T. (1996). Action-at-a-distance and local action in gravitation: discussion and possible solution of the dilemma (PDF). Apeiron [S.l.: s.n.] pp. 61–75. 
  10. Van Flandern, T. (1999). Dark Matter, Missing Planets and New Comets 2 (Berkeley: North Atlantic Books). pp. Chapters 2–4. 
  11. Borge, Carlos José (2002). Gravitação, teoria e prática - proposta do efeito ilha 2 (Berkeley: North Atlantic Books). pp. 1–150. 
  12. Edwards, M.R. (2007). Photon-Graviton Recycling as Cause of Gravitation (PDF). Apeiron [S.l.: s.n.] pp. 214–233. 
  13. Edwards, M. R. (2002). Pushing Gravity: New Perspectives on Le Sage's Theory of Gravitation (Montreal: C. Roy Keys Inc.). ISBN 0-9683689-7-2. 
  14. Roberto de Andrade Martins, The Search for Gravitational Absorption in the Early 20th Century (1998).

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Physics the do over (em Inglês) - Inmendham