Teste de regressão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O teste de regressão é uma técnica do teste de software que consiste na aplicação de versões mais recente do software, para garantir que não surgiram novos defeitos em componentes já analisados. Se, ao juntar o novo componente ou as suas alterações com os componentes restantes do sistema surgirem novos defeitos em componentes inalterados, então considera-se que o sistema regrediu.

Muitas vezes são usadas ferramentas específicas para o teste de regressão, chamadas de ferramentas de automação. Elas conseguem um resultado mais exato do teste executando exatamente os passos seguidos para o teste das primeiras versões já que elas permitem a gravação do teste.

Alguns tipos de ferramentas:

  • Rational functional tester - IBM
  • mercury quick teste professional - HP
  • JUnit - Java
  • NUnit - .NET

Nos últimos anos, técnicas de otimização matemática foram propostas para problemas em teste de regressão (como seleção de casos de teste1 e priorização de casos de teste2 ). Veja mais detalhes de aplicações com otimização em teste de software.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. MAIA, C.L.B., CARMO, R.A.F., FREITAS, F.G., CAMPOS, G.A.L., SOUZA, J.T., A Multi-Objective Approach for the Regression Test Case Selection Problem, XLI Simpósio Brasileiro de Pesquisa Operacional, 2009.
  2. Zheng Li, Mark Harman & Robert M. Hierons, Search Algorithms for Regression Test Case Prioritization, IEEE Transactions on Software Engineering, Vol. 33(4), pp. 225-237, April
Ícone de esboço Este artigo sobre Informática é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.