Teste funcional

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Teste funcional é um processo de garantia de qualidade[1] e um tipo de teste de caixa preta que baseia seus casos de teste nas especificações do componente de software sob teste. As funções são testadas alimentando-as com entrada e examinando a saída, e a estrutura interna do programa raramente é considerada (ao contrário do teste de caixa branca).[2] O teste funcional é realizado para avaliar a conformidade de um sistema ou componente com os requisitos funcionais especificados.[3] O teste funcional geralmente descreve o que o sistema faz.

Como o teste funcional é um tipo de teste de caixa preta, a funcionalidade do software pode ser testada sem conhecer o funcionamento interno do software. Isso significa que os testadores não precisam conhecer linguagens de programação ou como o software foi implementado. Isso, por sua vez, pode levar à redução do viés do desenvolvedor (ou viés de confirmação) nos testes, uma vez que o testador não esteve envolvido no desenvolvimento do software.[4]

O teste funcional não implica que você está testando uma função (método) de seu módulo ou classe. O teste funcional testa uma fatia da funcionalidade de todo o sistema.

O teste funcional difere do teste de sistema no sentido de que o teste funcional "verifica um programa comparando-o com ... documento(s) ou especificação(ões) de design", enquanto o teste de sistema "valida um programa comparando-o com o usuário publicado ou requisitos de sistema."[5]

Tipos[editar | editar código-fonte]

O teste funcional tem muitos tipos:[2]

Seis etapas[editar | editar código-fonte]

O teste funcional normalmente envolve seis etapas:

  1. A identificação das funções que se espera que o software execute
  2. A criação de dados de entrada com base nas especificações da função
  3. A determinação da produção com base nas especificações da função
  4. A execução do caso de teste
  5. A comparação dos resultados reais e esperados
  6. Verificar se o aplicativo funciona de acordo com a necessidade do cliente.

Referências

  1. Prasad, Dr. K.V.K.K. (2008) ISTQB Certification Study Guide, Wiley, ISBN 978-81-7722-711-6, p. vi
  2. a b Kaner, Falk, Nguyen. Testing Computer Software. Wiley Computer Publishing, 1999, p. 42. ISBN 0-471-35846-0.
  3. ISO/IEC/IEEE International Standard - Systems and software engineering. [S.l.]: ISO/IEC/IEEE 24765:2010(E). 2010. pp. vol., no., pp.1–418, 15 de dezembro de 2010 
  4. Calikli, Gul; A. Uzundag, Berna; Bener, Ayse (19 de setembro de 2010). «Confirmation Bias in Software Development and Testing: An Analysis of the Effects of Company Size, Experience and Reasoning Skills» – via ResearchGate 
  5. Kaner, Falk, Nguyen 1999, p. 52


Ícone de esboço Este artigo sobre software é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.