Timóteo III de Alexandria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Timóteo Salofaciolo (em grego: Σαλοφακιόλος; transl.: Salophakiólos , lit. "chapéu oscilante"; 481), mais conhecido como Timóteo III de Alexandria, foi um patriarca de Alexandria de 460 até a sua morte (com interrupção entre 475 e 477). Ele acreditava no credo calcedoniano e era um opositor do monofisismo e do miafisismo[1].

Biografia[editar | editar código-fonte]

Em 460, o imperador Leão I, o Trácio expulsou o Patriarca miafisita Timóteo Eluro de Alexandria e colocou em seu lugar o calcedoniano Timóteo Salofaciol[1].

Em 475, uma rebelião forçou a volta de Timóteo, mas ele morreu apenas dois anos depois. O imperador expulsou o seu sucessor escolhido, Pedro Mongo, e reconduziu Salofaciol ao cargo, que ele manteve até a sua morte em 481 d.C[1].

Ele não é reconhecido como Papa de Alexandria pela Igreja Ortodoxa Copta[2].

Referências

  1. a b c «Timotheos III, Salophakiolus (460–482)» (em inglês). Site oficial do Patriarcado Ortodoxo Grego de Alexandria e toda a África. Consultado em 02/03/2011. 
  2. «Popes Chronology.» (em inglês). Coptic Church. Consultado em 01/03/2011. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Timóteo III de Alexandria
(460 – 475
477 - 481)
Precedido por: Gold Christian cross.svg
Lista dos patriarcas / papas de Alexandria
Sucedido por:
Timóteo II Eluro
Pedro III Mongo
disputado (reconhecido somente pelos gregos).º Timóteo II Eluro
João Talaia


Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.