Tito Cúcio Cilto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tito Cúcio Cilto
Cônsul do Império Romano
Consulado 56 d.C.

Tito Cúcio Cilto (em latim: Titus Cutius Ciltus) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto para o nundínio de julho a agosto de 56 com Lúcio Júnio Gálio Aniano[1].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul do Império Romano
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Precedido por:
'Nero I

com Lúcio Antíscio Veto
com Numério Céstio (suf.)
com Públio Cornélio Dolabela (suf.)
com Lúcio Aneu Sêneca (suf.)
com Marco Trebélio Máximo (suf.)
com Públio Palfúrio (suf.)
com Cneu Cornélio Lêntulo Getúlico (suf.)
com Tito Curtílio Mância (suf.)

Quinto Volúsio Saturnino
56

com Públio Cornélio Cipião
com Lúcio Júnio Gálio Aniano (suf.)
com Tito Cúcio Cilto (suf.)
com Lúcio Dúvio Ávito (suf.)
com Públio Clódio Trásea Peto (suf.)

Sucedido por:
'Nero II

com Lúcio Calpúrnio Pisão
com Lúcio Césio Marcial (suf.)


Referências

  1. Pardini, Giacomo; Nonnis, David (2014). Lippolis, Enzo, ed. «Il Santuario delle Pendici Nord-est del Palatino en età Giulio-Claudia e le Fistulae di Titus Cutius Ciltus: Alcune Considerazioni Archeologiche ed Epigrafiche» (PDF). Roma: Quasar. Scienze Dell'Antichità (em italiano). 1 (20): 236