Tito Estatílio Tauro (cônsul em 11)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Tito Estatílio Tauro (desambiguação).
Tito Estatílio Tauro
Cônsul do Império Romano
Consulado 11 d.C.

Tito Estatílio Tauro (em latim: Titus Statilius Taurus) foi um político romano eleito cônsul em 11. Tauro era filho de Tito Estatílio Tauro, cônsul em 37 e 26 a.C., possivelmente com Cornélia Sisena[1]. Ele pode ter sido irmão de Sisena Estatílio Tauro, cônsul em 16.

Família[editar | editar código-fonte]

Tauro se casou com Valéria, filha do senador Marco Valério Messala Corvino, com quem teve três filhos: Tito Estatílio Tauro, cônsul em 44, Tito Estatílio Tauro Corvino, cônsul em 45, e Estatília Messalina, mãe da futura imperatriz-consorte Estatília Messalina, terceira esposa do imperador Nero[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Cônsul do Império Romano
Vexilloid of the Roman Empire.svg
Precedido por:
Públio Cornélio Dolabela

com Caio Júnio Silano
com Sérvio Cornélio Lêntulo Maluginense (suf.)
com Quinto Júnio Bleso (suf.)

Mânio Emílio Lépido
11

com Tito Estatílio Tauro
com Lúcio Cássio Longino (suf.)

Sucedido por:
Germânico

com Caio Fonteio Capitão
com Caio Visélio Varrão (suf.)


Referências

  1. Stern, Gaius (Nov. 2008), "T. Statilus Taurus, Augustus' Left-hand Man," CAMWS-SS 15.
  2. Syme (1989), p. 377.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]