Tom Jager

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tom Jager
Swimming pictogram.svg Natação Swimming pictogram.svg
Nome completo Thomas Michael "Tom" Jager
Modalidade Natação
Estilo 50m, 100m e 4x100m livres
Nascimento 6 de outubro de 1964 (55 anos)
Collinsville (Illinois)
Nacionalidade norte-americano
Compleição Peso: 82 kg Altura: 1,90m
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Seul 1988 4x100 metros livres
Ouro Barcelona 1992 4x100 metros livres
Prata Seul 1988 50 metros livres
Bronze Barcelona 1992 50 metros livres
Campeonatos Mundiais
Ouro Madri 1986 50 metros livres
Ouro Madri 1986 4x100 metros livres
Ouro Perth 1991 50 metros livres
Ouro Perth 1991 4x100 metros livres
Bronze Madri 1986 100 metros livres
Jogos Pan-Americanos
Ouro Mar del Plata 1995 4x100 metros livres

Thomas Michael "Tom" Jager (Collinsville, 6 de outubro de 1964) é um nadador norte-americano, ganhador de duas medalhas de ouro em Jogos Olímpicos, especialista no nado livre.[1]

Jager bateu o recorde mundial dos 50 metros livre seis vezes - a primeira foi em 1985 com a marca de 22s40, a última foi em 1990 com a marca de 21s81, marca que só seria batida 10 anos depois por Alexander Popov.

Jager terminou a sua carreira na seletiva olímpica americana de 1996, quando na idade de 31 anos, ele tentou se qualificar para a sua quarta Olimpíada. Ele foi um líder no mundo da natação. Ele era o capitão da equipe olímpica americana de 1988 e 1992 e da equipe americana do Mundial de 1991. Antes da Olimpíada de Barcelona em 1992, ele enfrentou o lendário nadador Mark Spitz, que tentou fazer um retorno. Jager bateu Spitz, com um tempo de 24s92 contra 26s70 de Spitz.

Quando ele se aposentou, ele era o recordista mundial dos 50m livre, um recorde obtido contra seu maior rival, Matt Biondi. Nas Olimpíadas de Seul em 1988, Biondi foi ouro e Jager prata. Em 1992, Biondi foi prata e Jager foi bronze. Ele e Biondi foram os primeiros americanos a ganhar ouros em três Olimpíadas.

Em 2001 Jager entrou no International Swimming Hall of Fame.

Em 2004 ele tornou-se o treinador-chefe da equipe feminina da Universidade de Idaho, onde ainda hoje atua.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) nadador(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.