Tonny Ahlers

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Anton Christiaan (Tonny) Ahlers (Amsterdã, 29 de dezembro de 19174 de agosto de 2000) é suspeito de delatar Otto Frank à Gestapo durante a Segunda Guerra Mundial.[1][2] Depois da guerra, Tonny Ahlers alegou que sabia do fato de estarem escondidas pessoas no Anexo Secreto, na Opekta, fabricante de pectina.

O primo de Anne Frank, Buddy Elias, revelou não ter dúvidas, embora não haja provas, de que Tonny Ahlers foi o delator do esconderijo.[3]

Referências