Torre de resfriamento

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Torre hiperbolóide na estação de energia de Didcot, Inglaterra

Uma torre de resfriamento ou torre de arrefecimento é um dispositivo de remoção de calor usado para transferir calor residual de processo para a atmosfera. As torres de resfriamento podem utilizar a evaporação da água para remover o calor de processo e resfriar o fluido de trabalho para perto da temperatura de bulbo úmido ou utilizar somente ar para resfriar o fluido de trabalho para perto da temperatura de bulbo seco.

As aplicações mais comuns incluem o resfriamento da água que circula nas refinarias de petróleo, indústrias químicas, estações de energia e refrigeração do edifício.

As torres variam em tamanho, desde pequenas unidades no topo de telhados a estruturas hiperbolóides gigantescas que podem ser de até 200 metros de altura e 100 metros de diâmetro, ou também estruturas retangulares que podem medir mais de 40 metros de altura e 80 metros de comprimento.

Elas estão frequentemente associadas a plantas de energia nuclear na cultura popular.

Definição através da direção do fluxo ar-água[editar | editar código-fonte]

Cruzado[editar | editar código-fonte]

O fluxo cruzado é um design em que o fluxo de ar é direcionado perpendicularmente ao fluxo da água. O fluxo de ar entra em um ou mais faces verticais da torre de resfriamento para atender ao material de preenchimento. O fluxo de água (perpendicular ao ar) atravessa o preenchimento por gravidade.

Crossflow diagram.PNG

Contracorrente[editar | editar código-fonte]

Em um design contracorrente, o fluxo de ar é diretamente oposto ao fluxo de água. O fluxo de ar entra primeiramente em um espaço aberto abaixo do ponto médio de preenchimento e em seguida, segue verticalmente. A água é pulverizada através de bicos pressurizados e flui para baixo através do preenchimento, em oposição ao fluxo de ar.

Galeria de imagens[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]