Trader Tom of the China Seas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Trader Tom of the China Seas
Contrabando da Morte (PT)
 Estados Unidos
1954 •  P&B •  12 capítulos, 167 min 
Direção Franklin Adreon
Codireção Robert G. Shannon
Produção Franklin Adreon
Roteiro Ronald Davison
Elenco Harry Lauter
Aline Towne
Lyle Talbot
Gênero Aventura
Música R. Dale Butts
Direção de arte Frank Hotalin
Efeitos especiais Lydecker brothers
Figurino Adele Palmer
Cinematografia Bud Thackery
Edição Cliff Bell Sr.
Companhia(s) produtora(s) Republic Pictures
Distribuição Republic Pictures
Lançamento Estados Unidos 11 de janeiro de 1954[1]
Estados Unidos 1966 (TV)[1]
Idioma inglês
Receita $172,789 (custo final: $169,248)[1]
Cronologia
Canadian Mounties vs. Atomic Invaders (1953)
Man with the Steel Whip (1954)
Página no IMDb (em inglês)

Trader Tom of the China Seas é um seriado estadunidense de 1954, gênero aventura, dirigido por Franklin Adreon, em 12 capítulos, estrelado por Harry Lauter e Aline Towne. Foi produzido e distribuído pela Republic Pictures, e veiculou nos cinemas estadunidenses a partir de 11 de janeiro de 1954.

Foi o 63º entre os 66 seriados produzidos pela Republic[2] e, em 1966, foi editado como um filme para televisão sob o título Target: Sea of China.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

As Nações Unidas têm o comerciante Tom Rogers (Harry Lauter) e Vivian Wells (Aline Towne), filha de um capitão de escuna, liderando o esforço para manter grupos subversivos nativos de uma ilha fora das revoluções em Burmatra e países asiáticos.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Trader Tom of the China Seas foi orçado em $172,789, porém seu custo final foi $169,248, e foi o mais barato seriado da Republic em 1954.[1] Foi filmado entre 8 e 28 de setembro de,[1] e foi a produção nº 1937.[1]

Dublês[editar | editar código-fonte]

Lançamento[editar | editar código-fonte]

Cinemas[editar | editar código-fonte]

O lançamento oficial de Trader Tom of the China Seas é datado de 11 de janeiro de 1954, apesar de essa ser a data da disponibilização do 6º capítulo.[1] Como era costume da Republic, foi seguido pelo relançamento do seriado Secret Service in Darkest Africa, reintitulado Manhunt in the African Jungles, ao invés de um novo seriado. O próximo seriado original lançado pela Republic seria Man with the Steel Whip, no mesmo ano.[1]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Trader Tom of the China Seas foi um dos 26 seriados da Republic a ser relançado como filme para televisão em 1966. O título foi mudado para Target: Sea of China, e a versão foi editada com 100 minutos.[1][3]

Crítica[editar | editar código-fonte]

Cline descreve o seriado como um "quickie" (“rapidinho”).[4]

Capítulos[editar | editar código-fonte]

  1. Sea Saboteurs (20min)
  2. Death Takes the Deck (13min 20s)
  3. Five Fathoms Down (13min 20s)
  4. On Target (13min 20s)
  5. The Fire Ship (13min 20s)
  6. Collision (13min 20s)
  7. War in the Hills (13min 20s)
  8. Native Execution (13min 20s)
  9. Mass Attack (13min 20s)
  10. Machine Murder (13min 20s)
  11. Underwater Ambush (13min 20s)
  12. Twisted Vengeance (13min 20s)

Fonte:[1][5]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g h i j Mathis, Jack. Valley of the Cliffhangers Supplement. [S.l.]: Jack Mathis Advertising. pp. 3, 10, 136–137. ISBN 0-9632878-1-8 
  2. Lista de Seriados da Republic
  3. The Library Serial Features
  4. Cline, William C. «5. A Cheer for the Champions (The Heroes and Heroines)». In the Nick of Time. [S.l.]: McFarland & Company, Inc. 91 páginas. ISBN 0-7864-0471-X 
  5. Cline, William C. «Filmography». In the Nick of Time. [S.l.]: McFarland & Company, Inc. pp. 255–256. ISBN 0-7864-0471-X 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]