Triângulo de Pascal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2013). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
O triângulo de Yang Hui foi publicado na China, em 1303.

O triângulo de Pascal (alguns países, nomeadamente na Itália, é conhecido como Triângulo de Tartaglia) é um triângulo numérico infinito formado por números binomiais , onde representa o número da linha e representa o número da coluna, iniciando a contagem a partir do zero.[1] Na China aparece nas obras de Chu Shi-kié no século XII, na Pérsia o poeta e matemático Omar Khayyám do século XII o utiliza para descobrir raízes n-ésimas, na Alemanha o triângulo aparece no livro de Petrus Apianus no século XVI. No entanto, foi Blaise Pascal que estudou e utilizou as propriedades do triângulo na teoria das probabilidades. O triângulo também pode ser representado como:

0 1 2 3 4 5 6
0 1 1 1 1 1 1 1
1 1 2 3 4 5 6
2 1 3 6 10 15
3 1 4 10 20
4 1 5 15
5 1 6
6 1

Ele define os números no triângulo por recursão: Chame o número na (m+1)-ésima linha e na (n+1)-ésima coluna por tmn. Então tmn = tm-1,n + tm,n-1, para m = 0, 1, 2... e n = 0, 1, 2... As condições de contorno são tm, −1 = 0, t−1, n para m = 1, 2, 3... e n = 1, 2, 3... O gerador t00 = 1. Pascal conclui com a prova,

Propriedades[editar | editar código-fonte]

Relação de Stifel[editar | editar código-fonte]

O triângulo de Pascal.

Cada número do triângulo de Pascal é igual à soma do número imediatamente acima e do antecessor do número de cima.

Portanto:

Soma de uma linha[editar | editar código-fonte]

A soma de uma linha no triângulo de Pascal é igual a .

Soma de uma coluna[editar | editar código-fonte]

A soma da coluna, no triângulo de Pascal, pode ser calculada pela relação .

Portanto:

Simetria[editar | editar código-fonte]

O triângulo de Pascal apresenta simetria em relação à altura, se for escrito da seguinte forma:

[2]

Isso deve-se ao fato de que

Soma de uma diagonal[editar | editar código-fonte]

Conhecendo as fórmulas (Soma de uma coluna) e (Simetria) do triângulo de Pascal, pode-se encontrar a seguinte fórmula para soma de diagonais: .

Novas propriedades – Desigualdades[editar | editar código-fonte]

Em 2014 foram descobertas novas propriedades, envolvendo Desigualdades, quais sejam:[3]

1- Em toda a infinita coluna central do Triângulo, na figura abaixo, o produto de dois de seus elementos é maior do que o produto de dois elementos pertencentes à mesma coluna central, localizados simetricamente entre eles. Por exemplo, na figura abaixo: 1 x 20 > 2 x 6, ou então, 2 x 20 > 6 x 6, ou ainda, 1 x 6 > 2 x 2. Isto vale para toda a coluna central.

2- Dados dois elementos A e B da coluna central, o produto deles é maior do que o produto de dois elementos C e D pertencentes às diagonais que passam por A e por B, que estejam simetricamente localizados em relação a A e a B. Por exemplo, olhando novamente a figura acima: se A = 2 e B = 20, então:

2 x 20 > 3 x 10 > 4 x 4 > 1 x 5.

Se A = 1 e B = 20, então:

1 x 20 > 1 x 10 > 1 x 4 > 1 x 1.

Algoritmos[editar | editar código-fonte]

Java[editar | editar código-fonte]

public void Pascal(int n) {
    int nfilas = n;
    int[] a = new int[1];
    for (int i = 1; i <= nfilas; i++) {
        int[] x = new int[i];
        for (int j = 0; j < i; j++) {
            if (j == 0 || j == (i - 1)) {
                x[j] = 1;
            } else {
                x[j] = a[j] + a[j - 1];
            }
            System.out.print(x[j] + " ");
        }
        a = x;
        System.out.println();
    }
}

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Kadane (2011), p. 62.
  2. «Confira este exemplo e faça outros com O Monitor». omonitor.io. Consultado em 18 de março de 2016 
  3. Antônio Luiz de Melo, Rogério César dos Santos (13 de março de 2014). «Desigualdades no Triângulo de Pascal» (PDF). Revista Eletrônica Paulista de Matemática. Consultado em 6 de abril de 2015 [fonte confiável?]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]