Trocador de calor casco e tubos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Simulação de fluxos de fluidos para um trocador de calor do tipo casco e tubo. A entrada do casco está na parte superior traseira, enquanto a saída está no primeiro plano na parte inferior.

Um trocador de calor casco e tubos é uma classe de projetos de trocador de calor.[1][2] É o tipo mais comum de trocador de calor em refinarias de petróleo e outras grandes instalações de processos químicos, e é adequado para aplicações para alta pressão. Como seu nome implica, esse tipo de trocador de calor consiste em um casco (um grande vaso de pressão) com um feixe de tubos dentro dele. Um fluido corre através dos tubos, e outro fluido corre sobre os tubos (através do casco) de maneira a transferir calor entre os dois fluidos. O conjunto de tubos é chamado feixe de tubos, e pode ser composto por diversos tipos de tubos: planos, longitudinalmente aletados, etc.

Uma norma importante para a padronização dos trocadores de calor casco e tubos é a norma TEMA (em inglês: Tubular Exchanger Manufacturers Association , "Associação dos Fabricantes de Trocadores Tubulares").[3]

Referências

  1. Kakaç, Sadik; Liu, Hongtan (2002). Heat Exchangers: Selection, Rating and Thermal Design 2nd Edition ed. [S.l.]: CRC Press. ISBN 0849309026 
  2. Perry, Robert H.; Green, Don W. (1984). Perry's Chemical Engineers' Handbook 6th Edition ed. [S.l.]: McGraw-Hill. ISBN 0-07-049479-7 
  3. «TEMA». www.tema.org. Consultado em 16 de setembro de 2017 
Ícone de esboço Este artigo sobre engenharia química é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.