Tschlin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Tschlin
Brasão da comuna de Tschlin
{{{2}}}
Tschlin
Cantão Grisões
Distrito Inn
Língua(s) oficial(is) Romanche
Coordenadas 46° 52' N 10° 25' E
Altitude 1.509 m n.m.m.
Área 75,08 km²
População (2010)
 - Densidade
448 hab.
6 hab/km²
Fracções Chaflur, Martina, San Niclà, Strada in Engiadina, Vinadi
Fronteiras Curon Venosta (IT-BZ), Nauders (AT-7), Pfunds (AT-7), Ramosch, Samnaun, Spiss (AT-7)
Código postal 7559
Website www.tschlin.ch
Comuna de Tschlin a destacado.

Tschlin é uma comuna da Suíça, no Cantão Grisões, com 448 habitantes. Estende-se por uma área de 75,08 km², de densidade populacional de 6 hab/km². Confina com as seguintes comunas: Curon Venosta (IT-BZ), Nauders (AT-7), Pfunds (AT-7), Ramosch, Samnaun, Spiss (AT-7).

A língua oficial nesta comuna é o Romanche.

História[editar | editar código-fonte]

Apesar de que foram encontrados objetos da Idade da Pedra e da Idade do Bronze em Tschlin, a primeira menção à vila data do século X. Neste século, o bispo Hildibald presenteou ao capítulo religioso de Coira uma casa de fazenda em Tschlin. Na Idade Média, Tschlin estava sob a autoridade de Ramosch. A igreça de St. Blasius foi contrauída em 1515, no estilo gótico. Em 1545, a Reforma Protestante alcançou a vila, e, em 1574-1582, o reformador e historiador Ulrich Campbell trabalhou em Tschlin. Em 1856, um incêndio destruiu parte da vila, incluindo a Igreja de São João Batista. A igreja não foi reconstruída, porém a torre da igreja ainda pode ser observada na vila.[1]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Tschlin tem uma área de 75,1 km2. Deste total, 28,7% é utilizado na agricultura, enquanto 34,7% é ocupado por florestas. Do resto do território, 1,3% é ocupado por construções (estradas ou rodovias), e o restante (35,3%) é abrangido por áreas não-produtivas (rios, geleiras ou montanhas). A comuna está localizada no sub-distrito de Ramosch do distrito de Inn. Consiste na vila de Tschlin em uma colina sobre a margem esqueda do rio Inn, as seções de Strada e Martina, e os povoados de San Niclà, Chlafur, Sclamischot e Vinadi. Até 1943, Tschlin era conhecida como Schleins.[2] As comunas de Ramosch e Tschlin estão considerando uma fusão no futuro, que criaria a nova comuna de Valsot.

Demografia[editar | editar código-fonte]

A população de Tschlin (em 31 de dezembro de 2010) é de 448 habitantes. Em 2008, 6,3% da população era composta por estrangeiros.

A evolução histórica da população é apresentada pela tabela a seguir:

year population
1835 665
1850 571
1900 553
1930 648
1950 590
1960 553
1970 499
1980 431
1990 515
2000 392
2010 448

Idiomas[editar | editar código-fonte]

De acordo com o censo de 2000, a maior parte da população fala romanche (71,4%), sendo o alemão o segundo idioma mais comum (25,5%), e o servo-croata aparencendo em terceiro, sendo falado por 1,0% dos habitantes da comuna.

Idiomas em Tschlin
Idiomas Censo de 1980 Censo de 1990 Censo de 2000
Número Percentual Número Percentual Número Percentual
Romanche 362 83.99 % 313 60.78 % 280 71.43 %
Alemão 64 14.85 % 130 25.24 % 100 25.51 %
Italiano 4 0.93 % 33 6.41 % 3 0.77 %
População 431 100 % 515 100 % 392 100 %

Bens culturais de importância nacional e regional[editar | editar código-fonte]

O Museu Stamparia da Strada é classificado como as a Swiss bem cultural suíço de importância nacional e regional.[3]

Galeria[editar | editar código-fonte]

Links externos[editar | editar código-fonte]


Referências

  1. Dicionário Histórico da Suíça (em alemão)
  2. Amtliches Gemeindeverzeichnis der Schweiz publicado pelo Departamento Federal Suíço de Estatística (em alemão)
  3. «Bens culturais de importância nacional e regional (em alemão)». Consultado em 13 de junho de 2012. Arquivado do original em 1 de maio de 2009 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Tschlin