Vectoeletronistagmografia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Vectoeletronistagmografia (VENG) é um exame audiológico que tem como objetivo avaliar a função vestibular (responsável pelo equilíbrio) de forma indireta, através da observação dos movimentos oculares involuntários, os chamados nistagmos[1].

Realizado tanto por otorrinolaringologistas como por fonoaudiólogos, o exame utiliza eletrodos fixados no paciente para captar sinais originados dos nistagmos. Diferente da Eletronistagmografia, que só permite a observação dos nistagmos horizontais, a VENG utiliza aparelhos com três canais de registro, o que permite a observação de nistagmos verticais e oblíquos[2].

O exame é indicado no diagnóstico de doenças popularmente chamadas de "labirintites", como tonturas e vertigens, desequilíbrio e zumbidos[3][4].

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Vectoeletronistagmografia Computadorizada». Otosul Otorrinolaringologia Sul Fluminense. Consultado em 20 de março de 2015 
  2. Aída Regina Monteiro de Assunção; Sergio Albertino. «Eletronistagmografia/Vectoeletronistagmografia». Hospital Universitário Pedro Ernesto, Faculdade de Ciências Médicas — UERJ. Consultado em 20 de março de 2015 
  3. «Otoneurologia – Vectoeletronistagmografia». Clinea. Consultado em 20 de março de 2015 
  4. «Vectoeletronistagmografia». Clínica Otorrinos. Consultado em 20 de março de 2015 
Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.