Verrières-le-Buisson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Verrières-le-Buisson
O hôtel de ville.
O hôtel de ville.
Brasão de armas de Verrières-le-Buisson
Brasão de armas
Verrières-le-Buisson está localizado em: França
Verrières-le-Buisson
Localização de Verrières-le-Buisson na França
Coordenadas 48° 44' 47" N 2° 16' 02" E
País  França
Região Blason France moderne.svg Ilha de França
Departamento Blason département fr Essonne.svg Essona
Administração
- Prefeito Thomas Joly
Área
- Total 9,91 km²
Altitude máxima 174 m
Altitude mínima 52 m
População (2010) [1]
 - Total 15 418
    • Densidade 1 555,8 hab./km²
Gentílico Verriérois
Código Postal 91370
Código INSEE 91645
Website verrieres-le-buisson.fr

Verrières-le-Buisson é uma comuna francesa localizada a quatorze quilômetros a sudoeste de Paris no departamento de Essonne na região administrativa da Ilha de França.

Localizado na fronteira com Altos do Sena e a primeira coroa parisiense onde ela é próxima sociologicamente, Verrières-le-Buisson que já foi aclamada no século XVIII pelos reis de França por sua caçadas na floresta ainda é conhecida dos parisienses pela sua floresta de Verrières, pulmão verde nas portas da capital e seu vale do Bièvre de caráter rural. É também famosa no meio da horticultura e botânica por ter sido o local escolhido pela família Vilmorin, fundadora da companhia Vilmorin de grãos. Esta família rica deixou à cidade o seu arboreto, tornado Reserva natural regional, que ainda hoje permite, apesar de uma urbanização importante durante a década de 1960, para reivindicar o título de "Cidade Arboreto"[2]. Rica com seis castelos e mansões e muitos loteamentos residenciais, cultiva o seu lado "vila" em plena região metropolitana de Paris.

Seus habitantes são chamados de Verriérois[3].

Geografia[editar | editar código-fonte]

Toponímia[editar | editar código-fonte]

O nome foi mencionado pela primeira vez no século VIII em um título de propriedade para a Abadia de Saint-Germain-des-Prés. Verdrariæ no século XI, Vedzariæ em 1027[4], o nome evoluiu para Vitreriæ no século XIII[4], Verrarias em 1236, Voerrières no início do século XV, para encontrar sua forma atual, no século XVI[5].

Em 1793, o município foi criada sob o nome simples de Verrieres, a adição da acento grave e a adição de "le-Buisson" interveio em 1801, em referência à grande floresta comunal[6], de acordo com a primeira menção feita na época de Luís XIV.

A hipótese de que traria o nome da comuna uma atividade artesanal de vidro local é improvável uma vez que nenhum traço ou notoriedade permanece.

A etimologia do nome da comuna remonta certamente à presença a partir da Baixa Idade Média de uma villa rustica no território do centro da cidade atual chamada Villa Vedrarias, provavelmente do nome de seu fundador.

História[editar | editar código-fonte]

As origens[editar | editar código-fonte]

A descoberta no bosque de Verrières de vestígios de oficinas do Paleolítico e do Neolítico confirma com certeza a presença humana no território nesta época. Mais a leste, na fronteira com o Bièvres na borda do Sygrie foram descobertos os restos de uma villa rustica galo-romana.

Em 543, o rei Quildeberto I doou a Villa Vedrarias à nova Abadia de Saint-Germain-des-Prés.

Idade Média e tempos modernos[editar | editar código-fonte]

Mapa da região de Verrières-le-Buisson no século XVII por Cassini.

A primeira menção escrita de Verrières-le-Buisson dataria do ano 806. Uma Villa Vedrarias foi então anexada ao senhorio de Antony, cujo domínio pertencia à Abadia de Saint-Germain-des-Prés. Cento e cinquenta e seis famílias viviam na terra onde trezentos hectares eram de terras aráveis, quarenta hectares eram considerados como prados e trinta e cinco hectares foram plantados com vinhas. Os textos da Idade Média mencionam três usinas no Bièvre. Do rio a montante para o rio a jusante, estes moinhos estavam nas localidades de Amblainvilliers, de Grès (Grais) e de Migneaux.

Cultura e patrimônio[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Populations légales des communes en vigueur au 1er janvier 2013». www.insee.fr (em francês). INSEE. Dezembro de 2012. Consultado em 3 de abril de 2013 
  2. Verrières, Ville Arboretum no site oficial do Arboretum Vilmorin Arquivado em 14 de dezembro de 2007, no Wayback Machine. Consultado em 22/09/2009.
  3. Gentilé sur le site habitants.fr Consultado em 12/04/2009.
  4. a b Hippolyte Cocheris, Anciens noms des communes de Seine-et-Oise, 1874, ouvrage mis en ligne par le Corpus Etampois.
  5. [http://web.archive.org/web/*/http://www.quid.fr/communes.html?mode=detail&id=17123&req=Ver&style=fiche [ligação inativa]] Consultado em 20/09/2009.
  6. Fiche communale sur la base de données Cassini.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia da França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.