Verrières-le-Buisson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Verrières-le-Buisson
  Comuna francesa França  
O hôtel de ville.
O hôtel de ville.
Símbolos
Brasão de armas de Verrières-le-Buisson
Brasão de armas
Gentílico Verriérois
Localização
Verrières-le-Buisson está localizado em: França
Verrières-le-Buisson
Localização de Verrières-le-Buisson na França
Coordenadas 48° 44' 47" N 2° 16' 02" E
País  França
Região Blason France moderne.svg Ilha de França
Departamento Blason département fr Essonne.svg Essona
Administração
Prefeito Thomas Joly
Características geográficas
Área total 9,91 km²
População total (2018) [1] 15 301 hab.
Densidade 1 544 hab./km²
Altitude máxima 174 m
Altitude mínima 52 m
Código Postal 91370
Código INSEE 91645
Sítio verrieres-le-buisson.fr

Verrières-le-Buisson é uma comuna francesa localizada a quatorze quilômetros a sudoeste de Paris no departamento de Essonne na região administrativa da Ilha de França.

Localizado na fronteira com Altos do Sena e a primeira coroa parisiense onde ela é próxima sociologicamente, Verrières-le-Buisson que já foi aclamada no século XVIII pelos reis de França por sua caçadas na floresta ainda é conhecida dos parisienses pela sua floresta de Verrières, pulmão verde nas portas da capital e seu vale do Bièvre de caráter rural. É também famosa no meio da horticultura e botânica por ter sido o local escolhido pela família Vilmorin, fundadora da companhia Vilmorin de grãos. Esta família rica deixou à cidade o seu arboreto, tornado Reserva natural regional, que ainda hoje permite, apesar de uma urbanização importante durante a década de 1960, para reivindicar o título de "Cidade Arboreto"[2]. Rica com seis castelos e mansões e muitos loteamentos residenciais, cultiva o seu lado "vila" em plena região metropolitana de Paris.

Seus habitantes são chamados de Verriérois[3].

Geografia[editar | editar código-fonte]

Toponímia[editar | editar código-fonte]

O nome foi mencionado pela primeira vez no século VIII em um título de propriedade para a Abadia de Saint-Germain-des-Prés. Verdrariæ no século XI, Vedzariæ em 1027[4], o nome evoluiu para Vitreriæ no século XIII[4], Verrarias em 1236, Voerrières no início do século XV, para encontrar sua forma atual, no século XVI[5].

Em 1793, o município foi criada sob o nome simples de Verrieres, a adição da acento grave e a adição de "le-Buisson" interveio em 1801, em referência à grande floresta comunal[6], de acordo com a primeira menção feita na época de Luís XIV.

A hipótese de que traria o nome da comuna uma atividade artesanal de vidro local é improvável uma vez que nenhum traço ou notoriedade permanece.

A etimologia do nome da comuna remonta certamente à presença a partir da Baixa Idade Média de uma villa rustica no território do centro da cidade atual chamada Villa Vedrarias, provavelmente do nome de seu fundador.

História[editar | editar código-fonte]

As origens[editar | editar código-fonte]

A descoberta no bosque de Verrières de vestígios de oficinas do Paleolítico e do Neolítico confirma com certeza a presença humana no território nesta época. Mais a leste, na fronteira com o Bièvres na borda do Sygrie foram descobertos os restos de uma villa rustica galo-romana.

Em 543, o rei Quildeberto I doou a Villa Vedrarias à nova Abadia de Saint-Germain-des-Prés.

Idade Média e tempos modernos[editar | editar código-fonte]

Mapa da região de Verrières-le-Buisson no século XVII por Cassini.

A primeira menção escrita de Verrières-le-Buisson dataria do ano 806. Uma Villa Vedrarias foi então anexada ao senhorio de Antony, cujo domínio pertencia à Abadia de Saint-Germain-des-Prés. Cento e cinquenta e seis famílias viviam na terra onde trezentos hectares eram de terras aráveis, quarenta hectares eram considerados como prados e trinta e cinco hectares foram plantados com vinhas. Os textos da Idade Média mencionam três usinas no Bièvre. Do rio a montante para o rio a jusante, estes moinhos estavam nas localidades de Amblainvilliers, de Grès (Grais) e de Migneaux.

Cultura e patrimônio[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Populations légales 2018. Recensement de la population Régions, départements, arrondissements, cantons et communes». www.insee.fr (em francês). INSEE. 28 de dezembro de 2020. Consultado em 13 de abril de 2021 
  2. Verrières, Ville Arboretum no site oficial do Arboretum Vilmorin Arquivado em 14 de dezembro de 2007, no Wayback Machine. Consultado em 22/09/2009.
  3. Gentilé sur le site habitants.fr Consultado em 12/04/2009.
  4. a b Hippolyte Cocheris, Anciens noms des communes de Seine-et-Oise, 1874, ouvrage mis en ligne par le Corpus Etampois.
  5. [http://web.archive.org/web/*/http://www.quid.fr/communes.html?mode=detail&id=17123&req=Ver&style=fiche [ligação inativa]] Consultado em 20/09/2009.
  6. Fiche communale sur la base de données Cassini.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre geografia da França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.