Versalles

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Versalles é um bairro da cidade argentina de Buenos Aires.[1]

A área do bairro, inicialmente, era propriedade de Don Pedro Fernández de Castro, e era conhecida com o nome de Monte Castro. No fim do século XVIII, uma parte desses terrenos passou a formar parte do patrimônio de Don Juan Pedro de Córdoba, e depois de sua morte, passaram às mãos da sua filha Mercedes, que foi a responsável por subdividir o terreno em lotes. Durante o século XIX a área foi comprada por Manuel de Sarratea e depois vendida a Justa Visillac de Rodríguez. Depois da morte desta, um dos seus filhos, Luis José Rodríguez, comprou a parte dos seus irmão e ficou como único proprietário dos terrenos. Em 1911, a Ferrocarril del Oeste estende sua rota de Villa Luro até esta área, e a companhia Tierras del Oeste adquire os terrenos limítrofes à Av. Gral. Paz, para subdividi-los, pois não tinham nome. Nesse momento, o médico da companhia, Dr. José Guerrico, volta de Paris e, lembrando do Palácio de Versalhes, sugere o nome do palácio para a nova área.[2][3]

Inauguração do ramal Villa Luro - Versailles do Ferrocarril del Oeste, em 16 de dezembro de 1911.

Referências

  1. Mapa de Buenos Aires
  2. Historia do bairro Versalles
  3. «História». Consultado em 23 de fevereiro de 2013. Arquivado do original em 4 de outubro de 2012