Viés midiático

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2016). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Viés midiático ou viés mediático é a percepção de que os jornalistas e editores das mídias de massa utilizam-se de diversos vieses na seleção e cobertura de acontecimentos. A utilização do termo se refere à percepção de um viés generalizado e difundido por toda a mídia que infringe a ética jornalística. O grau de viés midiático varia em cada país. Há diversos grupos que monitoram e denunciam o viés midiático em todo o planeta.

As limitações práticas à neutralidade da mídia incluem a inabilidade dos jornalistas de cobrirem todos os acontecimentos e fatos e de ligarem os diversos fatos em uma única narrativa coerente. Em regimes autoritários, como o da Coreia do Norte e o da Birmânia, o governo dita o viés da mídia. Em democracias representativas, aspectos econômicos, como a propriedade dos meios, a concentração da mídia, a seleção dos repórteres, as preferências da audiência e a pressão dos anunciantes, além das preferências políticas dos proprietários dos veículos de comunicação, também influenciam o viés midiático.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre comunicação é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.