Vibrião

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Portal A Wikipédia possui o portal:


Como ler uma caixa taxonómicaVibrio
Vibrio cholerae

Vibrio cholerae
Classificação científica
Domínio: Bacteria
Reino: Eubacteria
Filo: Proteobacteria
Classe: Proteobacteria Gama
Ordem: Vibrionales
Família: Vibrionaceae
Género: Vibrio
(Pacini, 1854)
Espécies
V. aerogenes

V. aestuarianus
V. agarivorans
V. albensis
V. alginolyticus
V. brasiliensis
V. calviensis
V. campbellii
V. chagasii
V. cholerae
V. cincinnatiensis
V. coralliilyticus
V. crassostreae
V. cyclitrophicus
V. diabolicus
V. diazotrophicus
V. ezurae
V. fischeri
V. fluvialis
V. fortis
V. furnissii
V. gallicus
V. gazogenes
V. gigantis
V. halioticoli
V. harveyi
V. hepatarius
V. hispanicus
V. ichthyoenteri
V. kanaloae
V. lentus
V. litoralis
V. logei
V. mediterranei
V. metschnikovii
V. mimicus
V. mytili
V. natriegens
V. navarrensis
V. neonatus
V. neptunius
V. nereis
V. nigripulchritudo
V. ordalii
V. orientalis
V. pacinii
V. parahaemolyticus
V. pectenicida
V. penaeicida
V. pomeroyi
V. ponticus
V. proteolyticus
V. rotiferianus
V. ruber
V. rumoiensis
V. salmonicida
V. scophthalmi
V. splendidus
V. superstes
V. tapetis
V. tasmaniensis
V. tubiashii
V. vulnificus
V. wodanis
V. xuii

Vibrião, ou vibrio é um tipo de bactéria dotada de motilidade, em forma de bastonetes recurvos. As células podem se ligar uma à outra, formando a letra "S"1 .. Sua designação refere-se a sua aparência à microscopia óptica, semelhantes a vírgulas. São bacilos gram-negativos, altamente móveis através de um único flagelo polar, não esporulados, oxidase positivos, e podem crescer em condições de aerobiose ou anaerobiose. Fermentam carboidratos e reduzem nitratos a nitritos. A estrutura de membrana se assemelha àquela de outros bacilos gram-negativos2 .

Seu exemplo mais típico é o vibrião colérico (Vibrio cholerae, bactéria causadora da cólera). Esta espécie produz uma enterotoxina, importante para sua patogenicidade3 . Há diversas cepas de distribuição mundial, caracteristicamente em países da América Latina e países emergentes. O contágio se dá geralmente ao ingerir água ou mariscos contaminados.

Diversas infecções menos comuns são associadas a vibriões semelhantes ao V. cholerae, sendo a espécie mais comum o V. parahemolyticus. Outras espécies halofílicas (de habitat normal em água marinha) são causadoras de diarréia ou infecçções em cortes contaminados com água marinha. o V. vulnificus pode causar, além de infecções de feridas e gastroenterite, uma bacteremia de conseqüencias potencialmente letais. Entre outras espécies de importância médica, estão o V. mimicus, V. damsela, V. alginolyticus, V. fluvialis, V. metschnikovii, e o V. hollisae.


Referências

  1. Ryan, K.J.(ed). Sherri's Medical Microbiology - An Introduction to Infectious Diseases. USA: Appleton & Lange, third edition, 1994. ISBN 0-8385-8542-6
  2. HENRY, John B, (ed). Clinical Diagnosis & Management by Laboratory Methods. USA: Saunders, 20th Edition, 2001. ISBN 0-7216-8864-0.
  3. Ravel R. Laboratório Clínico - Aplicações Clínicas dos Dados Laboratoriais. Rio de Janeiro, RJ: EditoraGuanabara Koogan SA, sexta edição, 1997.
Ícone de esboço Este artigo sobre microbiologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.