Vice Vukov

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Vice Vukov (Šibenik, 3 de agosto de 1936Zagreb, 24 de setembro de 2008) foi um cantor e político croata.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Durante os anos 60 foi um dos mais populares cantores da ex-Jugoslávia, surgindo no Festival Eurovisão da Canção 1963 com a canção "Brodovi" e no Festival Eurovisão da Canção 1965 com a canção "Čežnja".

Em 1972, durante um movimento nacionalista, as autoridades jugoslavas investigaram o seu apartamento à procura de documentos comprometedores. Vukov encontrava-se num passeio à Austrália e a sua esposa pediu que não regressasse para não ser detido, decidiu ir para França, só regressando à Jugoslávia em 1976.[1] Durante aquele tempo, as autoridades desinteressaram-se do caso, mas a sua carreira musical acabou; passou a fazer parte de uma lista negra, proibido de cantar publicamente e todos os seus discos foram retirados das lojas.

Em 1989, um álbum com novas canções, sem o nome dele na capa reapareceu nas lojas croatas, assinalando uma mudança política. Um pouco depois, Vukov fez uma série de 14 concertos no Vatroslav Lisinski Concert Hall.[1]

Vice Vukov cantou alguns das mais importantes canções patrióticas croatas, incluindo "Zvona moga grada" and "Tvoja zemlja".

Depois da introdução da democracia na Croácia, Vice Vukov tornou-se um apoiante do Partido Social-Democrata da Croácia. Concorreu várias vezes por um lugar no Parlamento croata, conseguindo-o finalmente em 2003.[2] Em 2001, foi sugerido como embaixador croata na Suíça .

Em 17 de novembro de 2005, enquanto ia a descer as escadas do Parlamento, Vukov escorregou e caiu, ficando seriamnete ferido na cabeça. Foi hospitalizado e sujeito a uma cirurgia, mas entrou em coma pouco tempo depois. Em março de 2006, de acordo com os médicos, ele encontrava-se num estado vegetativo permanente, sem hipóteses de recuperação.[3] Todavia, em novembro de 2007 foi relatado que Vukov estaria consciente na altura e a sua condição era descrita como estável.[4] Morreu em setembro de 2008, com 72 anos.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Cvitić, Plamenko (27 de março de 2006). «Drama u obitelji Vukov» (em croata). Nacional. Consultado em 2 de março de 2008 
  2. «Vice Vukov» (em Croatian). Parliament of Croatia. Consultado em 2 de março de 2008 
  3. Ciboci Stunja, Suzana (28 de março de 2006). «Liječnici Vici Vukovu ne daju šanse za oporavak» (em Croatian). Jutarnji list. Consultado em 2 de março de 2008 
  4. Bilešić, Romana (4 setembro de 2007). «Vice Vukov budi se iz kome nakon 22 mjeseca?» (em Croatian). 24 sata. Consultado em 2 de março de 2008. Arquivado do original em 26 de fevereiro de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.