Weird Western Tales

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Weird Western Tales
Weird west tales 12.jpg.jpg
Capa de Weird Western Tales #12 (Junho–Julho de 1972), a primeira edição da série com esse título. Arte de Joe Kubert.
País de origem Estados Unidos Estados Unidos
Língua de origem Estados Unidos Inglês
Editora(s) DC Comics
Periodicidade Quinzenal/Mensal
Formato de publicação Série Regular
Lançada em
Terminou em
Edições
Argumento
Desenho
Arte-finalista(s)
Personagens principais Jonah Hex
Escalpador
Cinnamon

Weird Western Tales é um título de revistas em quadrinhos de faroeste publicado pela DC Comics de junho/julho de 1972 a agosto de 1980. Sendo conhecido por mostrar as aventuras de Jonah Hex até o número 38 (1977), ocasião em que o personagem ganhou série própria homônima. O Escalpador ganhou assim, o lugar de Hex como personagem de destaque em Weird Western Tales.

Histórico da publicação[editar | editar código-fonte]

Série original[editar | editar código-fonte]

O título original saiu por 8 anos e contou com 59 números.[1] Iniciando no número 12, continuando assim a numeração do segundo volume de All-Star Western, dois números depois da primeira aparição de Jonah Hex.[2] O nome do título foi parcialmente inspirado no sucesso de vendas de Weird War Tales.[3] Quando Jonah Hex ganhou sua própria série,[4] ele foi substituído pelo Escalpador a partir do número 39 (março/abril de 1977).[5] A personagem Cinnamon foi apresentada no número 48 (setembro/outubro de 1978) pelo escritor Roger McKenzie e pelo artista Dick Ayers.[6] O número final foi o 70 (agosto de 1980).[1]

Ressurgimento[editar | editar código-fonte]

Weird Western Tales foi renovada em 2001 como uma série limitada de quatro números publicado pelo selo Vertigo da DC Comics.[7] A minissérie não tinha nenhuma ligação com a série anterior, em vez disso, nos mostrou uma série de one-shot baseados em histórias de faroeste.

Blackest Night ["A Noite Mais Densa"][editar | editar código-fonte]

Um one-shot de ressurgimento da série, seguindo a numeração original, número 71 (março de 2010),[8] foi publicado como tie-in do evento A Noite Mais Densa ["Blackest Night"].[9]

Encadernados[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Weird Western Tales no Grand Comics Database
  2. McAvennie, Michael; Dolan, Hannah, ed. (2010). «1970s». DC Comics Year By Year A Visual Chronicle. London, United Kingdom: Dorling Kindersley. p. 151. ISBN 978-0-7566-6742-9. An instant hit with fans, Jonah Hex quickly overshadowed the other stars of All-Star Western. The series was renamed Weird Western Tales two issues later. 
  3. Daniels, Les (1995). DC Comics: Sixty Years of the World's Favorite Comic Book Heroes. New York, New York: Bulfinch Press. p. 153. ISBN 0821220764. 'Carmine Infantino and I found out that the word weird sold well.' [editor Joe] Orlando recalls. 'So DC created Weird War and Weird Western.' 
  4. McAvennie "1970s" in Dolan, p. 173: "In true nomad fashion, disfigured gunman Jonah Hex rode his horse out of Weird Western Tales and into his own comic."
  5. McAvennie "1970s" in Dolan, p. 173: "With scarred gunslinger Jonah Hex riding off into his own series, writer Michael Fleisher and artist Dick Ayers produced a new outcast to headline Weird Western Tales. Scalphunter was 'a man who lived in two worlds, but was at home in neither.'"
  6. Beatty, Scott (2008), «Cinnamon I», in: Dougall, Alastair, The DC Comics Encyclopedia, ISBN 0-7566-4119-5, London, United Kingdom: Dorling Kindersley, p. 83 
  7. Weird Western Tales vol. 2 no Grand Comics Database
  8. Weird Western Tales #71 no Grand Comics Database
  9. Schedeen (12 de outubro de 2009). «DC Reveals Plans for Blackest Night in January». IGN. Consultado em 30 de outubro de 2012. Cópia arquivada em 30 de outubro de 2012 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]