Wget

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

GNU Wget é um programa livre que propicia o download de dados da web. É parte do projeto GNU. Seu nome deriva de World Wide Web e get. Ele suporta os protocolos a HTTP, HTTPS e FTP.

Escrito em C, Wget pode facilmente ser instalado em qualquer sistema Unix-like e já foi portado para diversos ambientes como Microsoft Windows[1] e OpenVMS.[2]

Entre suas capacidades, se encontram:

  • Download recursivo em FTP ou HTTP (pode inclusive ser usado para fazer um mirror de um website)
  • Conversão de links para visualização offline de páginas HTML
  • Suporte a proxy
  • Robustez em relação a conexões instáveis (em caso de falha no download, ele automaticamente recomeça de onde terminou)
  • Capacidade de ser executado sem intervenção do usuário, podendo ser usado com o nohup
  • Portabilidade
  • Suporte a IPv6
  • Suporte a SSL/TLS
  • Suporte a arquivos grandes (maiores que 2 GB)
  • Suporte a limite de velocidade para o download (com o objetivo de não interferir muito nos outros usos da conexão)

Usando o Wget[editar | editar código-fonte]

Exemplos de uso[editar | editar código-fonte]

O exemplo abaixo mostra como baixar todo o conteúdo de um site com um nível de recursão.

wget -r -l 1 http://www.site.com.br

O exemplo abaixo mostra como baixar um arquivo .DEB para posterior instalação no Linux (Debian, Ubuntu e derivados).

wget http://www.site.com.br/software.deb

Porém, o método acima, mostra uma barra de progresso (abaixo do comando) logo quando inicia o processo de download. Caso por algum motivo específico você não queira ver esta barra de progresso, basta inserir a opção "-q" na linha de comando. Exemplo:

wget -q http://www.site.com.br/software.deb

Também é possível realizar a mudança de nome após o download. Isso é muito útil quando você está fazendo o download de um arquivo com o nome muito grande, complexo ou complicado. Para renomear após o download, basta inserir a opção "-O" (parece um zero, mas é um "O" maiúsculo) e digitar o novo nome no final da linha de comando, separado do link, é claro. Exemplo:

wget -O http://www.site.com.br/soft_123.xD-Loko-0.4.1.deb soft.deb

Referências

  1. «Heiko Herold's windows wget spot». xoomer.virgilio.it. Consultado em 13 de abril de 2012 
  2. «Wget for VMS - WWW (FTP and HTTP) File Retrieval Utility». web.archive.org. Consultado em 13 de abril de 2012. Cópia arquivada em 5 de abril de 2008 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]