Wikipédia:Esplanada/geral/Estatísticas sobre a Wikipédia lusófona através do facebook e Programa de Educação na África (22fev2013)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Caros, em setembro de 2012, foi criada no facebook por voluntários uma página para divulgar o que a Wikipédia lusófona tem de melhor, como alguns de seus verbetes destacados e bons, como ela funciona, atividades de voluntários e da Wikimedia Foundation para melhorar o projeto, vídeos tutoriais sobre como editar e participar, entre outras coisas. A página pode ser acessada em https://www.facebook.com/wikipediapt em pouco tempo, já são quase 8.500 pessoas que curtiram a página, o que é um número impressionante, para quem já tentou criar páginas no facebook sobre outros assuntos.

Gostando ou não desse tipo de site, ele pode servir como uma ótimo ferramenta de divulgação sobre o projeto. Eu gostaria de mostrar alguns dados que chamaram atenção logo no começo dessa página, como qual é o público que está apreciando o projeto (através do botão "Curtir") e como a página tem crescido. Acredito que uma pesquisa mais minuciosa e científica é necessária, pois não tem como sabermos o porquê dos dados atuais, mas estes não deixam de ser interessantes.

Screenshot de alguns dados, segundo a página do facebook.

O primeira coisa que chama atenção, é que sempre que olhamos de quais cidades são as pessoas que estão curtindo a página, a maioria é de Luanda (Angola) e Maputo (Moçambique). Olhando quem curtiu nos últimos 3 meses, temos o seguinte:

  1. 1.715 - Luanda, Angola
  2. 756 - Maputo, Moçambique
  3. 228 - São Paulo
  4. 183 - Rio de Janeiro
  5. 146 - Cidade da Matola, Maputo
  6. 129 - Lubango, Huíla, Angola
  7. 121 - Benguela, Benguela
  8. 114 - Beira, Moçambique
  9. 111 - Maianga
  10. 105 - Cabinda, Cabinda
  11. 95 - Lisboa, Portugal

Outro dado interessante é o de uma enquete feita perguntando "O que você acha da Wikipédia em português?", onde obtivemos o seguinte resultado:

  • Ótima - 535 (67,98%)
  • Boa - 187 (23,76)
  • Regular - 44 (5,59%)
  • Péssima - 21 (2,67%)
  • Total 787 votos (a partir de 15.690 visualizações, portanto aproximadamente 5% votaram)

Achei muito interessante que mais 90% de quem votou considerou o projeto ótimo ou bom. E se formos ver entre o público que votou como regular ou péssimo, teremos muitos wikipedistas ou pessoas que conhecem melhor o projeto. Acredito que uma possível explicação é que, de fato, a maior parte das pessoas são apenas leitores do site e de fato apreciam o trabalho aqui feito. Certamente se uma pesquisa desse tipo fosse feita com diferentes públicos, teríamos números bem diferentes. Por exemplo, se fosse entre quem é da casa, acredito que haveria muito mais gente crítica em relação ao projeto, mesmo os que trabalham muito para mantê-lo.

Já em relação a maior parte das pessoas que curtiram a página serem das maiores cidades de Angola e Moçambique, acho que isso deve ser pesquisado mais a fundo. Gostaria de ver uma pesquisa que comparasse a opiniãos geral da Wikipédia por região e por público (nível de instrução, se já conhece a Wikipédia etc.) - a Ocastro vai contratar uma pesquisa, então podemos também pensar juntos sobre ela.

Ficam aqui esses dados e gostaria de ver comentários do que acham desses números, assim somo sugestões para uma futura pesquisa mais científica. E vou fazer uma proposta na esplanda/propostas por conta desse tópico aqui. --ezalvarenga (discussão) 12h17min de 22 de fevereiro de 2013 (UTC)[responder]

Pequena correção em relação ao Planejamento: conforme consta lá, propusemos inicialmente a realização, mas, ao fim, não ficou prevista a pesquisa de percepão/opinião para este ano. Está prevista uma de usabilidade. A de opinião/percepção poderá ser pensada para 2014-2015. --Oona (WMF) (discussão) 14h37min de 22 de fevereiro de 2013 (UTC)[responder]
Desculpem eu não ter visto isso. Recentemente, falando com a Sue Gardner sobre a percepção da Wikipédia em português entre o público universitário brasileiro, que tem uma impressão melhor da versão anglófona, ela ficou interessada em entender melhor essa diferença de percepção das Wikipedias em diversas línguas. Talvez se propusermos na lista de e-mails de pesquisa da Wikimedia alguém gostaria de ajudar nisso - fico imaginando como criar um método tendo em vista as diferenças culturais e socio econômicas. Não deve ser nada fácil. Mas uma pesquisa mesmo no Brasil, onde o contraste é grande às vezes até mesmo em uma cidade, que tentasse ver se há uma correlação entre a percepção da Wikipédia, participação e indicadores socio-econômicos já seria muito bacana para entendermos esse fenômeno incrível que é o projeto! --ezalvarenga (discussão) 17h37min de 22 de fevereiro de 2013 (UTC)[responder]

Comentários[editar código-fonte]

A maioria das pessoas que vão até o Facebook e curtem(apertam no "curtir") a página da Wikipédia já admiram ela de alguma forma. A maioria dos insatisfeitos ou que odeiam e acham péssimo nem se dão ao trabalho de curtir a página, muito menos responder a uma pesquisa. Portanto essa pesquisa é na verdade entre as pessoas que já gostam e admiram a WP de alguma forma. Dados bem viesados e não devem ser usados como referência.

Os dados "aproveitáveis" do seu texto são aqueles de pessoas de países africanos, muito importante saber do interesse deles, eu fiquei curioso para saber a porcentagem dos usuários registrados e IPs de cada país, uma espécie de "Demografia dos Wikipedistas lusófonos" seria útil, creio que poderia ser feita aqui dentro de alguma forma(não sei como). De qualquer forma dados e pesquisas são sempre muito bem-vindos, grato pelas informações Ezalvarenga. JAMAL 12h36min de 22 de fevereiro de 2013 (UTC)[responder]

JAMAL, concordo com sua explicação inicial. Mas é importante notar que a pesquisa também teve votos de quem não curtiu a página, pois eu promovi a enquete (doei um valor para ela ser vista por mais gente) inclusive quem não curtiu a página. E li um artigo científico certa vez mostrando o número de contribuições por país por IP. Vou ver se acho e posto aqui mais tarde - não sei se tenho muito tempo hoje. --ezalvarenga (discussão) 12h40min de 22 de fevereiro de 2013 (UTC)[responder]
Bom, post, Everton. Jamal, segundo um levantamento feito no último ano a participação dos africanos com edições na Wikipédia em portuguẽs é irrisória (essa não é a proporção de usuários, é a proporção de número de edições de cada lugar). A metodologia do levantamento não está clara para nós e quem o fez já saiu. Então não sabemos exatamente de quando a quando foram colhidos os dados. Mas dá pra ter uma ideia/noção de proporção. Nos causou surpresa também que haja mais africanos curtindo a página do Facebook do que brasileiros. Há uma série de hipóteses. Acho que isso pode ser explicado também justamente por haver menos atividade direta na Wikipédia. Ou seja, aqui, muita gente que de fato curte a Wikipédia está na Wikipédia e não se preocupa, importa ou quer estar na página da Wikipédia no Facebook. Talvez a página tenha se mostrado um canal mais fácil/próximo para quem está lá. De qualquer forma, não sabemos. Só com pesquisa mesmo. Levantei a hipótese também de termos promovido a página, sem querer, em algum país africano. Enfim, pano pra manga, mas o ponto importante é: há grande interesse pela Wikipédia em Português em Angola e Moçambique.--Oona (WMF) (discussão) 14h37min de 22 de fevereiro de 2013 (UTC)[responder]
JAMAL, acho que o artigo que me referi é o que usei para esse tópico aqui, Wikipédia em português tem o dobro de contribuições por IPs em relação a em inglês, Circadian Patterns of Wikipedia Editorial Activity: A Demographic Analysis, de Taha Yasseri1, Robert Sumi e János Kertész. Se alguém tiver tempo de olhar com calma, agradeço. Lembro que quando li fiquei com a impressão que a pesquisa poderia ser refinada para os interesses da comunidade lusófona. --ezalvarenga (discussão) 17h48min de 22 de fevereiro de 2013 (UTC)[responder]
Favor veja Evolução da meta, tópico que abri hoje, assim como você levantou na discussão acima estou ficando preocupado com a viabilidade do projeto, principalmente com a carga de manutenção necessária para o projeto manter a qualidade. JAMAL 18h06min de 22 de fevereiro de 2013 (UTC)[responder]

Mais homens que mulheres: Outra observação interessante é o maior homens que curtiram o projeto, como pode ser visto na figura acima. Penso até se metas que a organização quer colocar como 50% de editoras mulheres no programa de educação é algo realista. No Brasil eu acho que não é. --ezalvarenga (discussão) 17h52min de 22 de fevereiro de 2013 (UTC)[responder]

Ver também[editar código-fonte]