Wikipédia Discussão:Votações/Regras para assinaturas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Proibição de imagens[editar código-fonte]

Acabei de criar e lanço já a 1ª proposta de emenda: Proibir completamente as imagens em assinaturas. --Lgrave ? 03:35, 25 Abril 2007 (UTC)

Puxa vida, e como ficarei eu??? Wink.png Alex PereiraTMBrasão de MS.gif 03:55, 25 Abril 2007 (UTC)

Pequena sugestão: ao invés de "...fora do âmbito da Wikipédia (e correlatos)", "...fora do âmbito dos projetos da Wikimedia"; mais objetivo. Ótima proposta, exceto pela limitação na coloração (que não sobrecarrega servidor pois a regra de 200 caracteres já limita exageros) concordo com o conteúdo, inclusive com a emenda. Leonardo Stabile msg 04:18, 25 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo em tudo, incluindo o que o Leonardo sugeriu acima. Bom, pessoalmente também não gosto de imagens nas assinaturas, mas se forem pequenas... Talvez mudar isso para uma "forte recomendação"? De resto, estava a fazer falta esta proposta, parabéns pela iniciativa. PatríciaR mensagem 10:20, 25 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com a alteração "...fora do âmbito da Wikipédia (e correlatos)" para "...fora do âmbito dos projetos da Wikimedia" --Lgrave ? 15:04, 25 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo. sem imagens, e wikimédia. Waldirmsg 12:22, 26 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Alex Pereira msg 12:32, 26 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo --Fabianopires 22:06, 26 Abril 2007 (UTC)

Exemplos[editar código-fonte]

Criei uma página com exemplos de assinaturas em uso (as assinaturas foram escolhidas completamente ao acaso) para poderem verificar a aplicação de algumas regras, nomedadamente: tamanho visível máximo, tamanho wiki máximo e espaçamento entre linhas. Nota: coloquei o subst: no caso de assinaturas predefinidas. --Lgrave ? 04:35, 25 Abril 2007 (UTC)

Sobre a proposta[editar código-fonte]

Eis um bom exemplo sobre como deve ser apresentada uma proposta: fundamentada, estudada, clara, sintética e bem redigida.

De facto não vejo porque havemos de ser tão "liberais" quanto às assinaturas, quando as normas de escrita dos textos dos artigos são tão estritas-até o uso do simples negrito é extremamente limitado.

Estando globalmente de acordo com o texto original e com a emenda proposta à alínea 3.1.(note-se que também na WP:en são totalmente proibidas as imagens na assinatura), surgem-me dois comentários:

1-Será mesmo necessário que o código de uma assinatura atinja 200 caracteres??? Acho que tudo o que seja mais de 80 caracteres dificulta a edição dos outros utilizadores que podem ficar "perdidos" em tanto código, por vezes associado a um simples comentário de 10 ou 20 caracteres.
2-Será mesmo necessário permitirem-se três cores? Porque não apenas o preto, dando liberdade de diferentes fontes de caracteres, limitadas apenas na altura? Todavia, se se mantiverem as cores, acho que deverá ser efectuada uma chamada de atenção para que quem as queira usar tenha em consideração aos leitores com daltonismo evitando assim o uso de cores que prejudiquem a sua leitura.

António 11:42, 25 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo. eu por mim proibia as cores, não há nenhuma utilidades nelas. também defendo 80 caracteres no máximo, não só pela poluição visual, mas também quanto menos espaço se tiver para tags html, mais simples a assinatura é obrigada a ser, e menos problemas daí poderão advir, cuja dimensão recentemente tivémos o desprazer de descobrir. Waldirmsg 12:25, 26 Abril 2007 (UTC)

Depois de ver a página de exemplos, vi que 80 realmente é muito pouco. eu propunha algo em torno de 120, 125. Waldirmsg 12:32, 26 Abril 2007 (UTC)

Assinatura ilegal x Assinatura irregular[editar código-fonte]

Não gostei do termo "assinatura ilegal" usado no último parágrafo da proposta pois dá a entender que podemos fazer "leis" na wikipédia. Proponho a mudança para "assinatura irregular" ou outro termo que acharem mais apropriado, já que fazemos "regras" e não "leis". --girino 11:45, 25 Abril 2007 (UTC)

  • Symbol support vote.svg Concordo António 11:47, 25 Abril 2007 (UTC)
  • {{concordo}} --Lgrave ? 15:05, 25 Abril 2007 (UTC) irregular é capaz de ser demasiado soft
  • Symbol declined.svg Discordo Dantadd 12:03, 26 Abril 2007 (UTC) - sem meios-termos, sugiro "assinatura não permitida"
  • Symbol declined.svg Discordo. com o Dantadd, não permitida. Waldirmsg 12:26, 26 Abril 2007 (UTC)
"Não permitida" também é um bom termo, sou contra apenas o termo "ilegal". Qualquer mudança é boa. --girino 13:47, 26 Abril 2007 (UTC)
    • Prefiro também "assinatura não permitida".--Fabianopires 22:08, 26 Abril 2007 (UTC)
  • Symbol declined.svg Discordo Prefiro "nao permitida", como sugerido por Dantadd. Laobc 16:40, 27 Abril 2007 (UTC)
  • "não permitida" também está óptimo para mim --Lgrave ? 23:20, 27 Abril 2007 (UTC)

Subpáginas de assinaturas[editar código-fonte]

Citação: Lgrave escreveu: «4.1 A utilização de predefinições só é permitida com o uso de subst:. Racional: evita o sobrecarregar dos servidores e o recarregar da página em cache sempre que a predefinição seja alterada.»

É realmente necessário? Sei que podem achar que estou falando isto por eu mesmo usar uma subpágina de assinatura, mas não acho que ela atrapalha mais (i.e. sobrecarregamento dos servidores; na verdade ainda não entendi se o uso de {{ }} fora das predefinições sobrecarrega os servidores, e isto vêm desde as userboxes) do que ajuda (i.e. permite maior personalização do texto sem 278 linhas de código-fonte além de ser possível atualizá-la junto com assinaturas já salvas, claro que sem abusos). O que me dizem? Slade 20:43, 25 de Abril 2007 (Quarta-feira)

De facto não há dúvida que uma assinatura destas, apesar de conter efeitos, é suficientemente condensada quando aparece nos textos. Eu até tenderia a sugerir que, quando a assinatura tivesse mais do que "n" caracteres, fosse obrigatório o uso de uma predefinição que evitasse a poluição visual das páginas. Só não sei avaliar se a tal sobrecarga dos servidores ao gerir umas poucas dúzias de assinaturas (quando muito), seria significativa. António 20:56, 25 Abril 2007 (UTC)
Transcrevo aqui a secção relevante de en:Wikipedia:Signatures: é necessário traduzir?
"Transclusion of templates
Transclusions of templates and parser functions in signatures (like those which appear as {{User:Name/sig}}, for example) are forbidden, because the developers have determined them to be an unnecessary drain on the servers. Transcluded signatures require extra processing--whenever you change your signature source, all talk pages you have posted on must be re-cached.
Signature templates are also vandalism targets, and will be forever, even if the user leaves the project. Simple text signatures, which are stored along with the page content, use no more resources than the comments themselves and avoid these problems."
Além dos argumentos apresentados na wiki.en esse ponto é também baseado em algumas ideias próprias: para mim a assinatura deve ser uma coisa imutável, depois de se assinar não deve ser possível de alterar. Além disso, a questão discutida na esplanada "Assinaturas assassinas" também é bastante relevante: como não há aqui experts em HTML e afins, nunca teremos 100% certeza quando uma mudança do software que implementa as predefinições vai quebrar dezenas de páginas de discussão. Pelo contrário, se a predefinição for substituída o efeito é imediatamente visível. --Lgrave ? 21:21, 25 Abril 2007 (UTC)
Compreendo. Contra factos não há argumentos. Mas continuo a pensar que permitir que uma assinatura possa atingir três(!) linhas é uma grande poluição visual e confunde os outros editores. António 21:37, 25 Abril 2007 (UTC)
Nesse caso é simples, baixa-se o limite de 200 caracteres... --Lgrave ? 21:41, 25 Abril 2007 (UTC)
Como fizeste uma análise a isso talvez possas responder: haverá quem use mais do que uma linha (± 80 caracteres )? António 21:46, 25 Abril 2007 (UTC)

Eu analisei um subconjunto (semi-aleatório, retirado de uma votação) com cerca de 30 assinaturas. Os resultados estatisticos são:

  • Minimo: 34
  • Maximo: 492
  • Média: 139.9
  • Mediana: 107.5
  • Mais de 100 caracteres: 18 (52%)

Para efeitos de comparação, no meu monitor (resolução 1280x768) cabem 133 caracteres por linha na caixa de edição. --Lgrave ? 22:01, 25 Abril 2007 (UTC)


Para benefício de todos, transcrevo aqui a justificação que dei ao Slade sobre a não utilização de predefinições:

As razões pelas quais acho que não devem ser permitidas assinaturas com predefinição sem subst são:
  • Vandalismo: provavelmente és o único que vigia Usuário:Slade/Assinatura. Como tem cerca de 1000 afluentes imagina o que acontece se vandalizarem a assinatura. Ainda mais perigoso é se por alguma razão deixares de contribuir para a Wikipédia (aí ninguém vigia essa página).
  • Peso no servidores: mesmo que só faças 10 alterações por ano (foi +/- a média dos últimos 12 meses) na tua assinatura isto implica que cada uma das 1000 páginas têm de de ser recarregadas na cache, o que faz 10 mil recarregamentos só por causa da tua assinatura. E se mais 100 usuários usam o mesmo sistema?
  • Problemas com alteração do software: a utilização de predefinições nunca nos permite ter 100% certeza que a próxima alteração de software não vai criar os problemas das assinaturas assassinas e quebrar centenas de páginas de discussão.
  • Apagar assinaturas: imagina que que um usuário muda de ideias sobre o fair-use (por ex: de contra para a favor). Pode muito convenientemente remover o conteúdo de manel/assinatura (deixando a assinatura dele de estar visível em todas as páginas antigas em que ele se pronunciou contra o fair-use, criar uma nova assinatura manel/assinatura2, que usa para assinar os novos textos em favor do fair-use. (aqui fair-use é só um exemplo)
  • Pessoalmente sou contra a assinatura poder ser alterada à posteriori pois acho que a assinatura (depois de assinada) deve ser algo imutável.

--Lgrave ? 13:50, 8 Maio 2007 (UTC)

1. Princípios básicos[editar código-fonte]

Em vez de "identificar clara e univocamente" não seria "identificar clara e inequivocamente"? Dantadd 12:11, 26 Abril 2007 (UTC)

Apesar de alguns dicionários (ex. [1]) apresentarem as palavras como sinónimos, o meu objectivo foi usar o sentido matemático, ou seja, que há uma função (algoritmo) bem definida que a partir de uma determinada assinatura decide se ela é válida ou não. Mas o importante é que as regras não sejam dúbias! --Lgrave ? 12:38, 26 Abril 2007 (UTC)
Ok...era uma pequena dúvida apenas. Dantadd 18:58, 26 Abril 2007 (UTC)

Proposta de emenda 2[editar código-fonte]

O segundo ponto da proposta de emenda 2 (3.1 Não são permitidas quaisquer imagens em assinaturas) já está coberto pela proposta de emenda 1. Não seria melhor remover da proposta de emenda 2? É que poderiamos chegar a casos caricatos como ser recusada a proposta de emenda 1 e aprovada a proposta de emenda 2. E depois o que se faria? --Lgrave ? 12:56, 26 Abril 2007 (UTC)

Ok, é que eu pensei que eram emendas acumulativas. Vou retirar o item repetido então e depois se faz um compêndio. Dantadd 18:57, 26 Abril 2007 (UTC)

Proposta de emenda 3[editar código-fonte]

Proponho que os 200 caracteres indicados na proposta diminuam para 100. Justificação: De forma a "despoluir" visualmente nomeadamente as votações proponho que não se ultrapassem os 100 caracteres numa assinatura. Por vezes a seguir a duas ou três palavras após um "concordo" vem um "arrazoado" de caracteres que até dificultam a edição por outros utilizadores. António 18:40, 26 Abril 2007 (UTC)

Na minha opinião, deveria aumentar TheMente Hammer and sickle transparent.svg D C 03:34, 27 Abril 2007 (UTC)

Explicitei a exclusão da data da contagem dos caracteres. António 20:09, 27 Abril 2007 (UTC)

Evolução de assinaturas[editar código-fonte]

Pois, pois... Ainda não tinha visto algo como foi proposto aqui, ou seja, após a regra um racional a seguir... isso é racional de onde?

Ficando no tema, minha assinatura foi copiada, naqueles tempos livres onde cada um possuía algo "novo" e chamativo... depois fui reduzindo mas, ao assinar, me incomoda o número de linhas que gera... as "fórmulas" estão todas presentes e confesso que não tenho idéia como abreviar aquilo, embora o resultado não me pareça infringir as regras propostas (a não ser pela regra do negrito, do Dantadd).

Ex positis, o que tenho a propor/pedir é para que seja criado uma página de exemplos ou seção após as regras aprovadas, para que possamos copiar e adaptar às nossas novas assinaturas.

Foi isso... abraços, Conhecer Digaê 07:39, 27 Abril 2007 (UTC)

Experimentei uma redução, e excluí 80 bytes da minha assinatura!... Aquele "negócio" de "span title" ocupava um espaço... Já o negrito, não vejo o mal nele, mas se passar, já vou me acostumando... ConhecerDigaê 07:53, 27 Abril 2007 (UTC)

Tentando responder às tuas questões todas:

  • Racional no sentido de razão: o meu objectivo foi que as regras não tivessem aparecido do nada mas que houvesse um razão por detrás. Um pouco como um teorema (a regra) e a respectiva demostração (o racional). Por esta ordem de ideias o ponto 1.1 seria um axioma :)
  • Quando pedes uma página de exemplos que pretendes? Um conjunto de dicas como reduzir/simplificar a assinatura?
  • Se quiseres ainda podes reduzir 15 caracteres à tua assinatura:
[[user:Conhecer|<font face=Arial color=blue>Conhecer</font>]]<sup><font color=green>[[user talk:Conhecer|''Digaê'']]</sup></font> 07:53, 27 Abril 2007 (UTC)

Uma questão: consegues ver aquele verde? Eu uso o firefox e o link aparece-me azul. Fiz um teste rápido no IE e continua azul... --Lgrave ? 08:48, 27 Abril 2007 (UTC)

  • Olha, obrigado pela presta resposta: vou reduzir mais um tanto, sim... Quanto aos exemplos que propus talvez o pedido ficasse melhor se tivesse falado em modelos - ou seja, sugestões sobre formas de se editar a assinatura, tal como vemos acima, ao apreciar a minha... quanto ao verde, como eu abro a discussão sempre, ficam-me roxos os links da discussão... ou seja, não sei se vale a pena mudar, afinal... Thanks, ConhecerDigaê 11:37, 27 Abril 2007 (UTC)

O verde só funciona se a tag for colocada dentro do link. isto porque o [[ ]] se converte numa tag <a> </a>, que tem formatações próprias que se sobrepõem (têm prioridade) às da tag <font>. A sintaxe correcta seria: [[Usuário:Conhecer|<font face="Arial" color=blue>Conhecer</font>]]<sup>[[Usuário_Discussão:Conhecer|<font color="green">''Digaê''</font>]]</sup>, que resultaria em: ConhecerDigaê. Outro efeito semelhante acontece se fizermos o mesmo com o <sup>: se o colocarmos dentro do [[ ]], o sublinhado do link não ficaria em superscript, assim: [[Usuário:Conhecer|<font face="Arial" color=blue>Conhecer</font>]][[Usuário_Discussão:Conhecer|<sup><font color="green">''Digaê''</font></sup>]], que resultaria em ConhecerDigaê.

Entretanto, uma sugestão: a wikipédia já usa a fonte arial por defeito, e a cor azul (embora um pouco mais escura que a que usas) para links. penso que podias retirar a primeira tag font, assim: [[Usuário:Conhecer|]] <sup>[[Usuário_Discussão:Conhecer|<font color="green">''Digaê''</font>]]</sup>. resultado: Conhecer Digaê. Repara que adicionei um espaço entre os links do nome e da discussão. Se quiseres, mantém a cor, mas o atributo face="arial" é desnecessário.

--Waldir msg 15:04, 27 Abril 2007 (UTC)

Aproveitando a "aula", posso pegar uma carona? Quem fez a minha assinatura, lá em 2005, foi o Nuno, intruindo-me a preencher as preferências. Ela então tinha uma mãozinha, com o dedo indicador apontando para cima. Desde algum tempo eu, pelo menos, deixei de enxergá-la (aparece um quadrado, como quando não temos as fontes instaladas). Alguém pode explicar o que acontece e como posso corrigir isso? Obrigada! -- Clara C. 16:31, 27 Abril 2007 (UTC)

Experimenta alterar a codificação de caracteres do teu browser. Se usas firefox, é em ver>codificação de caracteres>Unicode(UTF-8). Se calhar também é aconselhável activar a detecção automática de caratceres, em ver>codificação de caracteres>deterctar automaticamente>universal. No internet explorer deverá ser mais ou menos o mesmo. Waldir msg 21:08, 27 Abril 2007 (UTC)
  • Uia... uso o Iexplorer e sempre vi a mãozinha; o quadrado vejo no link de discussão do Dantadd... essa coisa de copiar alhures, veio também a fonte como arial - ou mudei por não gostar da que havia... e vamos melhorando! Conhecer¿Digaê 00:01, 28 Abril 2007 (UTC)
Também vejo o quadrado no link de discussão do Dantadd (além do meu, hehe) e não faço a menor idéia de onde se altera as configurações no IE (socorro Waldir!) :)) -- Clara C. 10:48, 30 Abril 2007 (UTC)
Aliás, Page->Encoding->UTF8 está selecionado. Acabei de descobrir. Mas o tal detectar automaticamente->universal, não achei... -- Clara C. 10:54, 30 Abril 2007 (UTC)

Falha grave[editar código-fonte]

Apesar da minha vontade que estas regras fossem o mais claras e precisas possíveis houve uma questão que ficou esquecida: o que se entende por assinatura. A minha ideia inicial quando criei esta proposta foi que a assinatura incluísse a data e a hora, embora isto nunca estivesse claro na proposta. No entanto depois apercebi-me de um detalhe: a data e hora não ocupam um tamanho fixo, por exemplo em Novembro ocupam muito mais espaço do que em Abril. Ora este ponto deitava por terra as minhas intenções de regras claras e precisas.

Assim resolvi alterar a proposta de forma a excluir a data e hora do conceito de assinatura. As regras afectadas foram também alteradas para reflectir o novo conceito. Resumo de alterações (que podem confirmar no histórico):

  • introdução da definição de assinatura;
  • tamanho visível passou para 16 caracteres 'm';
  • limite de código wiki passou a 170 caracteres.

Agradecia que se pronunciassem de acordo com esta proposta alterada. --Lgrave ? 19:56, 27 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Que todas as falhas que por aqui se cometem fossem dessa "gravidade"! Obrigado pela preocupação. António 20:06, 27 Abril 2007 (UTC)

Penso em 20 caracteres visíveis, mantendo os 170 caracteres. Meu nome, por exemplo, já possui 11 caracteres, mais o falaê, já ficam 16. E quem tem nomes com mais caracteres? Alex Pereirafalaê 20:27, 27 Abril 2007 (UTC)

Atenção que não são 16 caracteres quaisquer, mas sim 16 caracteres 'm'. Por exemplo a sua assinatura neste momento ocupa menos de 10.

  • Alex Pereirafalaê
  • mmmmmmmmmmmmmmmm

--Lgrave ? 20:45, 27 Abril 2007 (UTC)

Hum... a página de exemplos precisa ser actualizada... (assobiando e olhando para o lado) Waldir msg 21:12, 27 Abril 2007 (UTC)
Done. --Lgrave ? 21:37, 27 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Laobc 21:51, 27 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Fabianopires 22:34, 27 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Sendo assim, ainda cabe mais alguma coisa... Alex Pereira msg 22:49, 27 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Com tudo! Estas coisas miúdas, que servem para padronizar, equilibrar, etc., são sempre boas, em essência: o que precisamos mesmo é deixar tudo muito bem explicadinho... pra não ter dúvidas e engendrar futuros debates sobre pormenores... Conhecer¿Digaê 23:57, 27 Abril 2007 (UTC)

Concordo ou discordo?[editar código-fonte]

Concordo com as melhorias e ensinamentos que estamos tendo por aqui. O bom aproveitamento em uma mesma assinatura ensinada com a "subscrição" do André. Nisto concordo, o aprendizado é bom e há diferença em "eficácia" e "eficiência"; mas fora disto não vejo nenhum mal nalgumas bem elaboradas assinaturas que outros zelosamente fizeram para deixar suas "marcas registradas". __ Não concordo com a imposição na mudança de "identificação" de quem já conhecemos por suas assinaturas. Veja a nova assinatura do TheMente acima, não ficou esteticamente "legal"; ou a do Conhecer, de longe sei que ele passou por aqui; e numa "leitura dinâmica" rapidamente sabemos quem está na página com pronunciamentos e logo se identifica se vale ou não a pena parar para ler tais comentários. Por já podem dizer que minha assinatura é simplória e contribui para o "economês", mas prefiro as suntuosas e bem trabalhadas; e até mostra zelo. __ Também há nas "minhas preferências" algo que faz minha assinatura ficar assim... Observatore 00:59, 28 Abril 2007 (UTC)

Perceberam acima, desrespeita a regra 2.2 numa opção automática do sistema, acho que é utilizado pelo Vidente e algum outro. Não há link nem destaque. A assinatura do Vidente, está no seu pronunciamento, e não na "subscrição". De uma forma ou de outra assinatura é coisa pessoal, não está muito coerente parte do que está a se propor, pelos pronunciamentos que se fizeram por cá, até o momento. Entretanto, salvo melhor juízo, ou melhor poder de convencimento, os argumentos ainda não me convenceram de todo. Observatore 01:00, 28 Abril 2007 (UTC)

Política oficial?[editar código-fonte]

Confesso que não havia lido que tal proposta é para uma política oficial. Gostei da proposta, creio que existem várias vantagens em implantar limites na criação de assinaturas, tendo em vista os argumentos já apresentados anteriormente. Mas não vejo com bons olhos definir tais regras como uma política oficial. As políticas oficiais definem as regras máximas do projeto, são definições que inclusive transcendem a Wikipédia, dizem respeito à Wikimedia de forma geral (como verificabilidade e licenças). Tanto são regras máximas que a própria página das políticas define que "caso alguém as desrespeite repetidas vezes, receberá uma advertência, e depois poderá ser punido com o bloqueio gradual".

Não me passa pela cabeça bloquear um utilizador somente por uma assinatura inadequada, isso não faz sentido. Para alguns é divertido editar HTML e fazer algo diferente. Da mesma forma, não me passa pela cabeça colocar uma elevar uma regra de assinatura ao mesmo patamar de uma política como Wikipedia:Princípio da imparcialidade ou Wikipedia:Eliminação rápida. As duas últimas são essenciais ao projeto, a primeira não. Motivo? As políticas oficiais dizem respeito ao domínio principal, os artigos, o que realmente importa na Wikipédia. Todas as políticas oficiais dizem respeito, de alguma forma, ao domínio principal (exceto talvez por Wikipedia:Proxies abertos são proibidos, um caso a parte). Essa seria a primeira política oficial que em nada diz respeito ao que realmente importa no projeto. Isso para mim não faz sentido. Notem que as regras definidas em outros projetos (Wikipédia em inglês e Wikipédia em espanhol), assim como indicado na página da proposta, não são políticas oficiais. Na wikipédia em inglês é um guideline, na wikipédia em espanhol está no domínio Ajuda. Existe um bom motivo para tal. Talvez as políticas não referentes ao domínio principal sejam inexistentes por aqui apenas por questão de tempo (na wikipédia em inglês existem, por exemplo en:Wikipedia:Civility), mas "assinatura" não é motivo para tal.

Portanto, creio que essas regras devem ser implantadas sim, mas como um guia, provavelmente em Ajuda:Guia de edição/Assinar. Os utilizadores devem saber exatamente porque suas assinaturas estão inadequadas e porque isso compromete o projeto de alguma forma, seja porque etiqueta HTML não fechada prejudica o texto posterior, seja porque leitores com acesso discado sofrem para carregar uma Esplanada da vida e as assinaturas não ajudam nada nisso, seja porque algumas pessoas com algum tipo de deficiência visual podem não ler a informação, seja porque os servidores ficam sobrecarregados; não importa. O que importa é que isso não deve se tornar uma caça às bruxas, algo que potencialmente irá acontecer se isso se tornar uma política oficial. Leonardo Stabile msg 06:16, 28 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo --girino 11:49, 28 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo --António 12:37, 28 Abril 2007 (UTC) parece-me que a observação tem cabimento. A "pena" deve ser proporcional à falta.

Symbol support vote.svg Concordo PatríciaR mensagem 13:26, 28 Abril 2007 (UTC) Vamos parar de nos enterrarmos em regras e mais regras, por favor. A ideia é boa, mas mais a nível de recomendação que de obrigatoriedade. Se a recomendação for bem fundamentada, de certeza que muitos usuários compreenderão que uma assinatura simples é melhor que uma "árvore de Natal".

Symbol support vote.svg Concordo E como recomendação, ao invés de política, a votação torna-se desnecessária quando conseguirmos um consenso. Giro720 15:05, 28 Abril 2007 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo Dantadd 21:42, 29 Abril 2007 (UTC) - não sei que sanções poderiam ser estabelecidas, mas como já disse na discussão das ligações externas, "recomendação" significa faço se eu quiser, respeito se me der na telha. O uso de assinatura estrambóticas deve ser proibido, sem eufemismos. A pessoa é convidada a aceitar as normas repetidamente, se mesmo assim se negar a cumprir deve sofrer alguma sanção, como ser impedido de participar de discussões. Não faz sentido apenas "recomendar", não vai surtir nenhum efeito.

Symbol neutral vote.svg Neutro Questão complicada: se no geral concordo com o Leonardo, também é verdade que partilho a opinião do Dantadd de que Recomendações só sigo se me apetecer... --Lgrave ? 01:14, 30 Abril 2007 (UTC)

Eu estou com o Dantadd - se é para deixar como "recomendação", o melhor é nem mexer. Afinal, serve para quê tanto trabalho, de depois não podemos fazer cumprir? Lácia Msg!!! 01:31, 30 Abril 2007 (UTC)

  • Desculpem a pergunta de novato dirigida a quem conhece melhor o ambiente por aqui: Então uma recomendação não chega? O facto de um utilizador ser chamado a atenção não o faz alterar o seu comportamento? O repúdio da comunidade não conta? Tenho notado que, quando as pessoas são chamadas a atenção para não usarem edições sucessivas, costumam "respeitar" a recomendação. A vossa experiência vai num sentido contrário? É que acho que o Leonardo acima tem razão quando refere que deveríamos deixar políticas para casos mais "graves", mas se a prática comprovada for que ninguém liga a recomendações, então o melhor é mesmo transformar todas as recomendações, incluindo esta, em política.
E, se calhar, quem não siga esta recomendação terá um espírito que também o levará a não seguir outras políticas, aí sim com "pena" de bloqueio, não será? António 01:45, 30 Abril 2007 (UTC)
  • Só para tentar contextualizar a necessidade de ser uma regra, e não uma recomendação: Já aconteceram problemas por causa de assinaturas que não puderam ser resolvidos de forma amigável? Houve algum tipo de conflito grave em torno de assinaturas, com usuários insistindo em atrapalhar edições alheias com assinaturas? Ou foi somente o episódio das assinaturas com "tags" que não se fechavam e atrapalharam algumas páginas de discussão? --girino 02:09, 30 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo integralmente com o Leonardo. -- Clara C. 10:34, 30 Abril 2007 (UTC) Aliás foi por estas mesmas razões (mas que eu não soube explicitar de forma tão competente), que reverti a minha concordância em Wikipedia:Esplanada/geral#Nova política "Não use a wikipédia para ameaçar recorrer aos tribunais", quando o título do tópico foi alterado, a posteriori. E, ainda: todas as pessoas com as quais já dialoguei - no sentido de não superestimarem a sua assinatura pelas razões aqui expostas -, se bons editores, foram sensíveis ao apelo. Ao girino, pela ordem: não, não, sim. Ou seja, tuas perguntas foram perfeitas.

Aí está um bom ponto: se bons editores...! E se não forem bons editores? Lembro que, apesar de neste ponto, ainda não ter havido quaisquer conflitos, isso deve-se ao facto de a "recomendação" ainda não ter sido implementada - isso não acontece, por exemplo, em outros campos, em que recomendações são totalmente ignoradas (mesmo depois de váirios avisos) e que nós, que as cumprimos e respeitamos, não podemos fazer nada a não ser, ter paciência e esperança que o editor reconsidere o seu modo de agir. Este é um ponto delicado, na minha opinião, uma simples "recomendação" criará problemas sérios. Mas também não sei dar solução para o caso, por isso ...! Belanidia Msg!!! 14:06, 30 Abril 2007 (UTC)
Proposta de consenso
Como alternativa sugiro que a um editor que insista em manter uma assinatura não permitida seja-lhe negado o direito a voto. Como editor pode continuar colaborando como preferir. Digam se estão de acordo para prosseguir. Dantadd 18:55, 30 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Não me importo nada de que seja "recomendação" se houver punição a não cumpridores. Usuários que participam das decisões na Wikipédia deveriam dar o exemplo em sempre seguir as recomendações... se não deixam de poder fazer parte dessas decisões. Penso que está bom. Belanidia Msg!!! 21:26, 30 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Seguindo a linha da WP:en tem lógica que a questão da assinatura seja uma recomendação (deixando como política, para quem não saiba, a questão de fazer ameaças legais [2]). Uma proibição de votação será uma boa "pena" para parar os mais impetuosos. António 00:13, 1 Maio 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo --Lgrave ? 03:04, 2 Maio 2007 (UTC)

Não concordo com o Leonardo e explico para o António. O caso é que muitos usuários quando vêem tratar-se de uma recomendação dizem logo: "onde está escrito que não pode?" (já vi perguntarem isso mesmo em relação ao livro de estilo, por dizer lá que é um guia). Me parece que na 'pédia em inglês quando se fala em bom senso, os usuários sabem do que se trata. Por aqui, geralmente acham que bom senso é o de cada um. E se não tivemos problemas com assinaturas, tivemos com recomendações. - Jota Morais 03:17, 2 Maio 2007 (UTC)
Perfeitíssima colocação do Jota Morais! Subscrevo integralmente. Dantadd 14:02, 2 Maio 2007 (UTC)
Assino em baixo. Belanidia Msg!!! 14:57, 2 Maio 2007 (UTC)
Obrigado pelo esclarecimento Jota Morais. Esse é um dos aspectos em que me falta conhecimento da wikipédia para poder avaliar por mim. Mas não acha que será suficiente esta "pena" de inibição de votação proposta pelo Dantadd? Ficaria uma recomendação mas a sanção não seria só "recomendada". Poderia ser mesmo exercida. António 18:59, 2 Maio 2007 (UTC)
Já coloquei como proposta de emenda. --Lgrave ? 19:17, 2 Maio 2007 (UTC)

De modo geral não gosto de nivelar por baixo exemplificando os piores casos, mas creio que os argumentos apresentados possuem fundamento, infelizmente o pessoal que começa por aqui na lusófona não é tão consciente em relação à comunidade quanto nas outras, como abordado pelo Jota (ver caso extremo recente). O exemplo anterior inclusive gosta muito de usar um erro para justificar outro, creio que existe até política ou recomendação na wiki.en contra esse tipo de atitude.

Já vi várias discussões aqui na wiki.pt, mas sempre relacionado aos artigos e às políticas, não existe precedente em torno de assuntos tão desnecessários quanto assinaturas. Os únicos que modificam a assinatura são os que acabam decidindo participar de alguma forma ativamente no projeto. Após várias assinaturas de comentário ou de voto surge o desejo de diferenciar. Creio que qualquer um que chega a esse nível de relacionamento com o grupo é responsável o suficiente para entender o que outra pessoa ativa no projeto está lhe indicando, corrigindo. Por isso a falta de precedente. Por mim, o primeiro que começar a não cumprir tais premissas de relacionamento em grupo e ignorar as indicações dos outros está, acima de tudo, desrespeitando o grupo como um todo. Para isso poderia haver uma política mais genérica tal qual en:Wikipedia:Civility (já indicado anteriormente). Ao invés de discutir os efeitos (assinaturas) estaríamos discutindo as causas (má educação mesmo...). Poderia-se inclusive adicionar coisas como acusações sem referências ou exigências de ações (como se fôssemos empregados de alguém por aqui; é raro mas de vez em quando acontece). Mas isso exige vários KB de discussão; enfim, idéias. Leonardo Stabile msg 17:02, 3 Maio 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com Leonardo. Eu tenho dez anos de idade e não gostaria de ser bloqueada por causa da minha assinatura. E, além de mim, outras crianças acessam a wiki. Assinatura escandalosa sim, mas acho que não pejudica ninguém. PS:Alguém poderia por favor, me ajudar a diminuir minha assinatura? Narizinhoe aí?Aqui é uma figura, a discussão tá ao lado 00:08, 7 Maio 2007 (UTC)

Assinatura diferente do nome de usuário[editar código-fonte]

Em Wikipedia:Pedidos de administração o candidato Zelador da Ética é na realidade o usuário Ycaro Gouveia Ribeiro. A assinatura ele é [Usuário:Ycaro Gouveia Ribeiro|Zelador da ética]]. Acho que talvez tenha que existir uma regra sobre este assunto.--OS2Warp msg 00:01, 30 Abril 2007 (UTC)

Os pontos seguintes têm essa questão em consideração:
  • 1.1 A assinatura destina-se a identificar clara e univocamente o usuário em questão.
  • 2.1 Não é permitido ter uma assinatura que induza o leitor em erro e que julgue que a assinatura pertence a terceiro.
--Lgrave ? 00:19, 30 Abril 2007 (UTC)

Ui ... agora não entendi! Quer dizer, por exemplo, que minha assinatura não poderia continuar da maneira que está? E quanto à autonomeação, ela não deveria ser identificada pelo nome de usuário e não pelo nome de assinatura? Lácia Msg!!! 00:32, 30 Abril 2007 (UTC)

O que acontece se alguém registar o nome de usuário Lácia? Vais mudar a tua assinatura? Vais exigir que esse usuário altere o seu nome de usuário? E sim, claro que que a autonomeação deveria estar identificada pelo nome do usuário. --Lgrave ? 01:19, 30 Abril 2007 (UTC)

Acho que entendi ... lá vou eu ter de mudar minha assinatura outra vez ... heheh! Realmente não tinha notado bem este ponto! Obrigada, Lácia Msg!!! 01:27, 30 Abril 2007 (UTC)

Mudei! Obrigada! Belanidia Msg!!! 14:06, 30 Abril 2007 (UTC)
Eis uma questão complicada... Dantadd 18:58, 30 Abril 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Não me importo nada de que seja "recomendação" se houver punição a não cumpridores. local errado (não posso editar com sono - sai disto, hhehe) Belanidia Msg!!! 12:52, 1 Maio 2007 (UTC)

Apenas a título de curiosidade. Uma pessoa que se chame, Fulana dos Anzóis Pereira; não poderia assinar somente: Fulana? ou Fulana Pereira? ou simplesmente: Pereira? Ou mesmo: F. A. Pereira? Ou Rubricar: Fuaza? Enfim, não é por isso que o sistema abre margem para [Usuário:Fulana dos Anzóis Pereira/RubricaXXX]] ? Cumprimentos. __ Observatore 19:45, 2 Maio 2007 (UTC)
É Simples, vamos permitor os '[Usuário:Ycaro Gouveia Ribeiro|Zelador da ética]]' desde que ele num se passe por ninguem e não hajauma conta com o mesmo nome.TheMente Hammer and sickle transparent.svg D C 14:14, 4 Maio 2007 (UTC)

Texto da proposta[editar código-fonte]

Fiz as seguintes alterações ao texto da proposta com base nos consensos entretanto atingidos:

  • política -> recomendação
  • wikipedia e correlatos -> projectos da Wikimedia
  • assinatura ilegal -> assinatura não permitida

--Lgrave ? 03:02, 2 Maio 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg ConcordoTheMente Hammer and sickle transparent.svg D C 23:46, 6 Maio 2007 (UTC)

Proposta de emenda 5[editar código-fonte]

Começa-se a notar a apresentação de assinaturas em que aparecem mensagens do mais variado tipo mas que nada têm a ver com a assinatura ou a página de mensagens, e, pior ainda, assinaturas de "vigilantes", "zeladores" e outros que irão começar a "poluir" as páginas se não tomarmos medidas de contenção rápidas e enérgicas. Qualquer dia começam a aparecer assinaturas do tipo "administrador_1" ou "verificador de fontes" ou "caça esboços". António 23:42, 6 Maio 2007 (UTC)

Racional ou ?[editar código-fonte]

Nas várias linhas desta proposta aparece sempre a expressão "racional", creio que inspirada no inglês. Suponho que ficaria mais correcto e claro se se usassem outras expressões com significado equivalente ao pretendido tais como "Fundamentação", "Explicação" ou "Objectivo". Irei apresentar proposta nesse sentido, tenho dúvidas é sobre qual será o melhor termo de substituição. António 23:49, 6 Maio 2007 (UTC)

  • He, he... isso me causou muita estranheza, e cheguei a falar... na verdade, é mais um anglicismo, e dos bem explícitos! Conhecer ¿Digaê 01:13, 7 Maio 2007 (UTC)
Lamento desapontá-los mas não é um anglicismo.
  • No dicionário online da Priberam [3]: do Lat. rationale
  • No Dicionário de Língua Portuguesa, 2003, Porto Editora: do Lat. rationāle-, «id.»
No entanto sintam-se à vontade para substituir por outro termo com o mesmo sentido. ----Lgrave ? 03:28, 7 Maio 2007 (UTC)
Malditas discussões paralelas... -- Clara C. 03:32, 7 Maio 2007 (UTC)
Bendita wikipédia que tem utilizadores que só se interessam por questões importantes e ortogonais... Como é bom ser "pequeno" e tratar das paralelas. António 11:34, 7 Maio 2007 (UTC)
Eu referi "inspirada" no inglês, ou seja, é frequente verificar que os falantes da lingua inglesa utilizam a expressão no sentido de justificação de algo. A etimologia é outra coisa... Aliás nalguns documentos ingleses vê-se mesmo a expressão em latim "rationale". Como é possível verificar pela consulta aos dicionários nenhum dos significados do dito termo vai no sentido de "explicação", "justificação" ou "motivo"(se calhar até será a melhor expressão). Essa é a minha reserva. António 09:55, 7 Maio 2007 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo com qualquer uma das hipóteses "explicação", "justificação" ou "motivo". António, já que puxaste o assunto podes escolher o que melhor se adapta e alterar Alegre --Lgrave ? 15:05, 7 Maio 2007 (UTC)
Feito. Alegre António 18:35, 7 Maio 2007 (UTC)

Texto da proposta 2[editar código-fonte]

Creio que a proposta original, agregada de emendas e perguntas, não deva ser submetida à votação. Suponho que alguém deveria compilar aquilo antes desta decisão. -- Clara C. 14:43, 8 Maio 2007 (UTC)

Estás a sugerir incluir as propostas de emenda no texto da proposta antes da votação? --Lgrave ? 14:57, 8 Maio 2007 (UTC)
Estou a sugerir que o texto seja "limpo", para que a votação obtenha êxito. -- Clara C. 15:54, 8 Maio 2007 (UTC)
Vais me desculpar mas acho que o texto da proposta até está bastante claro. Podes me dar um exemplo de uma coisa que seja necessário "limpar"? --Lgrave ? 15:57, 8 Maio 2007 (UTC)
Sem problemas. Apenas opiniões... -- Clara C. 16:04, 8 Maio 2007 (UTC)

Esclarecer cada ponto antes desse “negócio estranho” adiantar[editar código-fonte]

Desculpem-me se estou achando esse “negócio estranho” mas a única coisa que entendi bem foi que anglicanismo era “maldição” (rsrsrs). E ainda esqueceram de dizer que era um “anglicanismo latino” (rsrs). Isso eu só entendi por que alguém disse que a “maldição” era “paralela” (kkk) Não vou dizer quem porque senão vou ser punido por insulto, por “distorcer” o anglicanismo e culpar essa “coisa” de paralelismo que se encontra no infinito. Bem, então peço esclarecimentos aos matemáticos da equação não solucionada:

  • 1. A assinatura da Narizinho, que à priori acho um absurdo a mudança de uma assinatura tão bem elaborada, ninguém apresentou argumento contra. Como ficam as garotinhas que participam da Wiki?
  • 2. Quando a usuário que tem três nomes, como apresentei acima, pode rubricar: Fuape?
  • 3. E o TheMente, fica TheMente ou volta a ser rápido no gatilho? Teria o direito adquirido?

É melhor devagar e sempre do que adiantados e uma votação ininteligível. Lembrem-se da última votação para redução de 2/3 para as PE.

Observatore 16:47, 8 Maio 2007 (UTC)

Não te sei responder, mas concordo contigo. É melhor esclarecer bem. Belanidia Msg!!! 16:50, 8 Maio 2007 (UTC)

OK, vou tentar responder às tuas perguntas: 1) Mas a assinatura da Narizinho pode ser adaptada minimamente às regras mantendo a sua identidade (ex: Narizinho e aí?Pinguim Crystal 2000.png). 2&3) Pelo que está proposto nas regras sim desde que identifique claramente o usuário e não haja hipótese de confusão com outro. Aliás o TheMente já tinha respondido Citação: Theshotgun escreveu: «É Simples, vamos permitor os '(Usuário:Ycaro Gouveia Ribeiro/Zelador da ética)' desde que ele num se passe por ninguem e não hajauma conta com o mesmo nome». Uma pergunta que eu deixo é porque é que não regista logo o nome Fuape se é esse que pretende utilizar? E vai andar a mudar de nome? Não se esqueçam que cada um de nós cria uma imagem mental dos outros usuários (por isso é que as regras não estabelecem uma assinatura padrão) e a assinatura e nome são pontos de referência. --Lgrave ? 18:03, 8 Maio 2007 (UTC)

Humm prefiro mesmo os anglicismos aos anglicanismos, mesmo que latinos! Quanto à dita assinatura convenhamos que, por mais simpatia que possa ter por colaboradores de todas as idades, não há que abrir excepções. Uma das propostas colocada em discussão pelo próprio Lgrave visa a eliminação de imagens em assinaturas, portanto a assinatura referida não poderia subsistir. Pretende-se uma identificação inequívoca e, como tal, acho que o lógico será aquela que seja próxima do nome de registo de cada um(se alguém se registar com um pseudónimo será uma assinatura próxima desse pseudónimo). O uso de "pezinhos", "maozinhas" ou quejandos é tudo menos inequívoca. Se vamos começar a abrir excepções é mesmo melhor nem avançarmos com nada e deixarmos isto andar em roda livre. António 20:24, 11 Maio 2007 (UTC)
(kkkkkkk) Vossa perspicácia denuncia minha completa ignorância. E eu que pensava ter entendido pelo menos aquele diálogo anglo-saxônico. (rs) Mas o que esperar de quem estar achando o “negócio estranho”. (rsrs) __ Pelo menos podemos perceber que as opiniões não são unânimes nos diversos aspectos. E bem salientou o nobre colega que há restrições para imagens numa das propostas. __ Quanto às mudanças de assinatura, é aceitável pelo menos nos cartórios, posto que a escrita muda com as transformações do eu. __ Veja a assinatura da Belanidia, ela estava querendo rubricar Lácia, o que reflete que ela havia passado por uma transição, uma mudança, um reflexo de simplificação que dá destaque a individualidade, e não ao conjunto. Veja que é apenas um exemplo e não vou me delongar na “observação” da escrituração, e se estiver sendo indelicado, cara Lucia, retirarei o presente comentário. __ O que quero salientar é que todos passamos por mudanças e a nossa psique requer um espelhamento na mudança de escrita. __ Bem, levando-se em conta que alguns passam bom período na Wiki, mais que natural que os vejamos mudar aqui ou acolá suas assinaturas, refletindo um certo aspecto existencial. Os jovens muito mais vezes passam pelas alterações de assinatura por mais evoluções estarem suscetíveis. __ De fato estou sendo por demais sentimental quando priorizo a pessoa e não a tecnicalidade. Contudo não nos esqueçamos que tais detalhes existem nos editores “humanos” da wiki. __ Entretanto quem sou eu senão um anglicida (do anglicismo) que sequer sabia que se tratava de anglicizar debatedores latinos. (rsrsrs) Assinando automaticamente sem ligação para lembrar outro "detalhe", encerro com cumprimentos paralelos. __ Observatore 01:30, 12 Maio 2007 (UTC)


Tenho de confessar que acho essa discussãoumtanto sem cabimento (embora esteja sendodesenvolvidanum alto nível, composibilidades de trocas de conhecimento, de revisão de posições e tudo sem a costumeira baixaria de outrora). Sou suspeito no tema já que sempre fui adepto das assinaturas piscantes, coloridas e gigantescas. Mesmo assim, sempre aceitei todas as sugestõesdemelhorias, reduções,enfim. Mas a questão pra mim é outra. Mas como a maioria dos que aqui se encontram nem devem me conhecer, nem vos vou chatear com minhas argumentações prolixas. Deixo apenas registrado que se as diferenciações distraem (e aborrecem) alguns, captam a atenção (e alegram) a outros. Há sempre dois lados, no mínimo. Se uns acham que muitas cores causam confusão,há quem ache difícil encontrar o que procura em meio a coisas muito iguais. E tem outro aspecto. Muitas vees nossa assinatura árvore de natal permite que tenhamosuma cara umpoucomais humana nesse meio virtual, o que acho extremamente poositivo. Eu mesmo, mudo minha assinatura de acordo com meu momento na Wiki (isso não significa que segue meu humor do dia,que fique claro) e no momento em que me senti totalment fora disto aqui foi quando passei a usar a assinatura limpa e seca, nua e crua. Como voltarei a fazer hoje, já que não posso acompanhar essa discussão e votação enão pretendo usar nada "ilegal" ou "inadequado" sem saber. Digam adeus à minha árvore de natal,meus caros amigos. Fiquem bem! Wiki humor.pngMartiniano Hilário WAS HERE! 13:40, 12 Maio 2007 (UTC)
Desculpem-me! Voltei pra dizer que o António mefez pensar que se tratava do Koehenenos Pensares, com seu parágrafo inicial. Martiniano Hilário (ainda não mudei a ass)

Lol! Nada indelicado, Obsvervatore! Podes deixar aí o teu comentário, sem remorsos! Eu estava mesmo a querer assinar Lácia, ou melhor, continuo querendo ... mas olha, quando eu era criança, meu pai me dizia a toda a hora: tu não tens quereres! Heheeh, e eu fui-me habituando a deixar meus quereres de lado, em benefício de algo mais grandioso! As assinaturas, eu não sei ainda se concordo a 100% com isso tudo que vem sendo discutido aí, mas como tudo o que foi dito, tem a sua lógica (e os seu benefícios), eu decidi acatar logo as sugestões, sem argumentação (que, por sinal, não tenho muito que argumentar; afinal, contra factos ...). Cumprimentos. Belanidia Msg!!! 14:11, 12 Maio 2007 (UTC)

P.S. - tua assinatura não é linkada ... isso pode? Belanidia Msg!!! 14:11, 12 Maio 2007 (UTC)


Pode Lucia, eu só estive assinando assim algumas vezes para demonstrar. É uma opção automática do sistema. Basta ir em Minhas Preferências, no item Dados de Utilizador e marcar:
Sim Assinatura sem atalho automático
Foi a isso que me referi num dos primeiros pronunciamentos aqui. É opção automática. Como disse, acho que o Vidente e uns poucos usuários a utilizam. Se as regras forem implantadas, terei maior prazer de acatá-las também, mesmo porque não pretendo mudar de cores. Contudo essa é a forma mais econômica para o sistema. Abraços. __ Observatore 18:32, 12 Maio 2007 (UTC) Desfazendo... __ Observatore 18:34, 12 Maio 2007 (UTC)
Não gosto dessa opção. Belanidia Msg!!! 08:50, 13 Maio 2007 (UTC)
Atchimmmmmmmmmmmm, desculpem, mas já entrei espeirrando, não é vossa culpa, mas do mofo que achei pelo caminho até aqui. Primer vuelo (para E.) - Transp.gif Martiniano Hilário 23:07, 13 Maio 2007 (UTC)
Atchimmmm. Hiii, pegôôô. Trouche mofo junnnto nêêê? Ei, que bicho é esse? É um leão? Primer vuelo (para E.) - Transp.gif __ Observatore 12:42, 14 Maio 2007 (UTC)
Convenhamos que há certas letrinhas que dizem pouco, mas que quando falam, têm muita razão! Muito bem, muito bem! Belanidia Msg!!! 14:33, 14 Maio 2007 (UTC)
Perdoar-me-ão mas não entendi a referência... (noto que há uma ligação para uma discussão realizada há cerca de um ano... uma das muitas que, pelo que percebo, por aqui se fazem e depois têm pouco seguimento, talvez por culpa dos intervenientes.) De resto não consigo ver a ligação, certamente por incapacidade minha. Alguém me pode explicar? Agradecido, António 14:51, 14 Maio 2007 (UTC)

Sobre a votação[editar código-fonte]

Achei a apresentação das perguntas meio confusa devido às emendas. Exemplo: A questão 2 refere-se à emenda 1, que por sinal se refere ao ponto 3.1 da proposta. Com isto anda-se para cima e para baixo à procura dos números :S. Enfim, é só uma opinião para terem em conta da próxima vez :D Lusitana 08:57, 16 Maio 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo Se calhar será mesmo melhor em próximas votações do mesmo género, ter o texto original e o alternativo de forma a se perceber de imediato o que está a votar(por ex: "Onde diz:xxx proponho: yyy). Mesmo com a votação em curso pedi ao Lgrave a sub-divisão da proposta 2 em duas sub-propostas pois pode haver opções diferentes para cada alínea. António 11:08, 16 Maio 2007 (UTC)

Symbol support vote.svg Concordo com a Lusitana. Creio que, sempre que possível, devem ser citados os textos que se querem alterar ou, em alternativa, devem utilizar-se os sublinhados e rasuras, que, de uma forma gráfica e imediata, permitem perceber como é o original e o que se propõe alterar. Ozalid 13:05, 16 Maio 2007 (UTC)

Symbol declined.svg Discordo com o António. Alterar votações depois de se terem iniciado é perigoso e nunca deve ser feito, salvo circunstâncias absolutamente excepcionais. É uma regra geral de qualquer votação democrática mas, por acaso, até já há tristes exemplos na Wikipédia para ilustrar os motivos dessa regra. As pessoas que acreditavam na utilidade de apenas um dos pontos da emenda 2 deveriam ter levantado essa questão antes da votação. Enfim, acho que é um assunto cuja discussão terá de ser feita após a votação. Ozalid 13:05, 16 Maio 2007 (UTC)
Eu creio que não se trataria de alterar uma votação após se ter iniciado. Trata-se apenas de perceber, após a votação iniciada, que uma das emendas, porque abrange dois pontos distintos deveria ter votação separada, pois nota-se que alguns dos votantes estão a favor de uma e contra outra. Acho que, desde que informados os votantes, em nada prejudicaria o decorrer da votação e só ajudaria a clarificar. Não é isso que queremos? António 15:55, 16 Maio 2007 (UTC)
Caro António, a proposta que foi apresentada foi de aqueles dois pontos seguirem em conjunto. Havia todo o direito de apresentar outras propostas, apenas com um dos pontos, com combinações de outros pontos, o que fosse. Mas seriam propostas diferentes e teriam de ser apresentadas como qualquer uma. A verdade é que ninguém apresentou quaisquer propostas com os pontos em separado e, portanto, não podem ser votadas. Acrescentar propostas a meio de uma votação é um perigo, nenhuma assembleia democrática aceita isso porque facilita esquemas de subversão dos processos democráticos.
O triste exemplo que deixei acima é eloquente: a meio daquela votação apareceu uma outra proposta que não tinha sido discutida antes e conseguiu-se a proeza de, na prática, anular qualquer efeito daquela votação e atrasar uma decisão durante dois anos (apesar de a comunidade ter aprovado a maior parte das outras perguntas). Alguém deveria ter dito naquele dia de Agosto que não se alteram votações depois de serem iniciadas. A autoridade moral para dizer isso vem de, agora, dizermos o mesmo. Abraço, Ozalid 22:33, 16 Maio 2007 (UTC)

Justificação de voto contra a proposta de emenda 4[editar código-fonte]

Há assuntos em que mais vale estar-se calado, se se quer ajudar. Por isso me mantive em silêncio durante toda esta discussão (este assunto foi discutido, acima, em #Política oficial?) e admiro a capacidade que tiveram para encontrar consensos e avançar rapidamente para uma votação (se eu tivesse dito o que penso sobre este assunto corríamos o risco de ficar mais três meses a discutir). Contudo, julgo que devo uma explicação pelo meu voto negativo à proposta de emenda 4.

A intenção da proposta é boa, mas, na prática, tem como resultado a inexistência de sanções contra quem não tenha direito ao voto ou não esteja interessado nele. Ora, na minha opinião, o preocupante quanto a esta questão não é o desrespeito por parte de utilizadores experientes (creio que respeitariam a vontade da comunidade, ainda que fosse apenas uma recomendação). O preocupante são aqueles utilizadores que, por serem novatos (sem direito a voto) ou por serem anti-sociais (pouco lhes interessa o direito ao voto) estarão dispostos a fazer desta falha mais uma ferramenta para desestabilização e para irritarem toda a gente sem que ninguém possa fazer nada.

Na minha opinião, a vontade da comunidade é para ser respeitada e, se necessário, imposta. Abraços, Ozalid 13:50, 16 Maio 2007 (UTC)

Fiquei preocupado. Uma recomendação (que supostamente está num nível inferior a uma política) que limita algo que está definido numa política oficial. Deveria ter-se proposto uma emenda na política de direito ao voto e não a inclusão de texto numa recomendação, acho eu. Lijealso ? 14:12, 16 Maio 2007 (UTC)

Lijealso: pena que não tenha feito esse comentário antes. Assim o seu "absurdo" e "credo" não seriam certamente aplicáveis. Se notar acima procurou-se estabelecer um consenso entre valo r da "pena" e da "falta", não creio que as pessoas que gastaram algum do seu tempo a participar nesse debate mereçam esses epítetos. Isto não retira pertinência ao conteúdo do que refere, apenas à forma. Perdoe a sinceridade. Cumprimentos, António 16:23, 16 Maio 2007 (UTC)
De facto não tinha pensado no ponto de vista do Lije. Se estamos a votar uma recomendação, em bom rigor, o seu incumprimento nem sequer se pode considerar vandalismo, e não seria possível fazer respeitar/impor/sancionar. Assumi de início que estaríamos a votar uma regra que acabaria por ser parte da política. Então o que é a política senão um conjunto de regras decididas pela comunidade? MarioM 16:30, 16 Maio 2007 (UTC)

Também fiquei um pouco incrédulo com a quantidade de Não é permitido.... Justamente por se tratar de uma recomendação. O nível de Não é permitido adequa-se melhor a uma política, acho eu. Pena não ter conseguído participar nesta discussão atempadamente. Lijealso ? 18:33, 16 Maio 2007 (UTC)


Então cancela a votação e ajustemos o texto, se for o caso. Vamos criar alguma coisa para regular o assunto e que não colida com o que foi superiormente estabelecido. Eu vou rever meu texto da outra proposta para ver se não existe colisão em instância superior.--OS2Warp msg 18:37, 16 Maio 2007 (UTC)
Mais vale demorar mais uns dias e fazer bem do que começar mal. Acho que o Lgrave como proponente deverá ter a palavra final sobre o assunto. António 18:39, 16 Maio 2007 (UTC)


Não é algo se substancialmente gravoso. Penso é nalgum usuário que perca o direito ao voto numa situação do género e ele vá verificar a política de direito ao voto e nada lá diga. Depois dizem-lhe: está numa recomendação. Sim, diz ele. Uma recomendação é uma recomendação. Na política nada diz. A não ser que esteja implícito que essa parte do texto derive para a política de direito ao voto após esta votação.

É possível que esteja aqui a complicar, mas não sei.

A parte dos não é permitido também não é algo transcendental. A recomendação Coisas a não fazer também está está repleta de Não isto, não aquilo. Lijealso ? 18:47, 16 Maio 2007 (UTC)

Mas que motivos há para cancelar a votação? Quem não concorda com aquela sanção só tem de votar contra. Eu votei contra.
Quanto a ser considerada política ou recomendação, neste caso, vai dar ao mesmo: estão previstas sanções para os desrespeitos e é apenas isso que interessa. Mais tarde, se houver consenso, pode-se mudar a designação de recomendação para política, mas isso é um mero formalismo que em nada alterará a proposta ou as suas consequências.
Quanto a legitimidade, esta votação é tão legítima como qualquer outra e, como tal, tem legitimidade para abrir excepções às políticas em vigor, se essa for a vontade da comunidade. Eu sou contra, mas se as pessoas votarem a favor, essa vontade deve ser respeitada.
A diferença entre políticas e recomendações é mais uma das milhentas coisas nesta wikipédia que terá de ser discutida um dia. Ainda não tinha levantado essa questão (como tantas outras) porque não há tempo nem capacidade para se discutir tanta coisa ao mesmo tempo. Abraços, Ozalid 19:01, 16 Maio 2007 (UTC)

Do meu entendimento uma política é imperativa e uma recomendação é "facultativa". Uma recomendação sugere sem impor. A política proibe. (ex: Recomenda-se consenso... mas se não houver lá se vai para a votação). Não sei se há precedentes de recomendações terem "punições". Talvez isso devesse ser apreciado. António 19:11, 16 Maio 2007 (UTC)

Uma questão: um usuário que desrespeita uma regra e como consequência é-lhe imposto um bloqueio, perde a possibilidade de votar, certo? Lijealso ? 19:20, 16 Maio 2007 (UTC)

A ideia que se desenrolou na discussão acima foi se a "pena" de bloqueio não seria excessiva para uma falta destas. Na sequência disso, e para não haver falta sem pena, consensualizou-se a ideia de apenas impedir a participação em votações e discussões, isto é onde a exposição da assinatura seria maior. Claro que, se for aprovada a pena de bloqueio, a votação está automaticamente impedida. António 19:32, 16 Maio 2007 (UTC)

Sugiro que se volte um pouco atrás: se bem que se esteja a votar na alteração da pena, a questão essencial é se pode/deve ou não haver pena, seja bloqueio ou impedimento de votação. Noto mesmo que há quem esteja a votar contra o bloqueio (que não está neste momento em votação). Como este ponto é essencial se calhar não é tão descabido cancelar a votação e decidir primeiro se haverá ou não lugar a penalização, ou se quiserem, se se trata de recomendação ou de política.MarioM 19:40, 16 Maio 2007 (UTC)

Caros colegas, cancelar uma votação é algo de grave, se não for feito apenas por razões absolutamente excepcionais, passamos a ter de cancelar votações cada vez que alguém se lembre de dizer ah, esquecemo-nos de... Essas coisas acabam sempre por facilitar esquemas de subversão da democracia. O momento para apresentar novas propostas (e ele não faltou) é antes de se iniciarem as votações. Ainda por cima, ao contrário de outras votações, esta usa votos a favor e contra, sem opções múltiplas, o que significa que só será implementado o que a maioria absoluta dos votantes decidir. Alguém se lembrou de propostas novas e diferentes? Terão de ser apresentadas noutro processo de votação. Quem não gosta das que estão em cima da mesa vota contra. Por enquanto, ainda não vi nada que justifique algo de tão grave como a interrupção de uma votação. Abraços, Ozalid 22:19, 16 Maio 2007 (UTC)
Já avisei o wikipedista que fez aquele comentário estranho na votação (o Luiz Jr). Mas as pessoas têm de ler as propostas que estão a votar! É impossível sermos mãe de toda a gente. Quem não tem tempo para ler as propostas, a discussão e tomar uma decisão informada não deve votar. Não se pode pôr em causa uma votação por as pessoas não lerem aquilo em que votam. Ozalid 22:45, 16 Maio 2007 (UTC)~

A hipótese que se punha já nem era de cancelamento mas apenas de suspensão para analisar melhor. Nem tudo ocorre, e poderiam as observações do Ozalid e do Lijealso, elementos respeitados da comunidade, levar a reconsiderar algo. A continuação do debate está a provar que tal não será certamente necessário. (dá-me ideia é que há votos contra esta adenda na suposição que não haverá "pena", ora quem vota contra está a aprovar a pena de bloqueamento do texto original). António 23:34, 16 Maio 2007 (UTC)


Para que ninguém possa alegar que estava a votar enganado, deixo aqui as penas previstas dependendo da resposta vencedora à Questão 5: Deve ser prevista a sanção de perda de direito a voto conforme Proposta de emenda 4?

Caso ganhe o Sim
O editor que insista em manter uma assinatura não permitida ser-lhe-á negado o direito a voto enquanto não regularizar a assinatura.
Caso ganhe o Não
O não acatar da ordem de regularização da assinatura e o seu uso continuado deve ser tratada como um vandalismo e levar ao eventual bloqueio do usuário.

Espero que agora não subsistam dúvidas. --Lgrave ? 00:09, 17 Maio 2007 (UTC)

Vetado[editar código-fonte]

António: Cancela votação, não cancela a votação; não é política, é recomendação; é recomendação mais se for votado será implantado; bla bla blá bla bla blá. Entendeu agora o Achimmm, António? A coisa acaba mofando porque os nossos colegas... Bem, foi apenas um esclarecimento que o António havia pedido. (rsrs) Já ouviu a página, “não morda os novatos”? “Não morda a alegria” é uma que queria ver na Wiki. É que ler certos debates é engraçado e também um aprendizado. Ahh, logo alguém propõem, cancela-se a votação e volta-se ao ciclo normal do mofo. Entendeu?

Ozalid: O Luiz Jr. não fez um comentário estranho, mas bem perspicaz, é só uma questão de ponto de vista. Veja que não fiz qualquer comentário neurótico, mas sempre achei essa proposta estranha. E os sofismas que pensei só eu perceber, vejo que sempre tais sofismas vêm à tona, como agora. Senti-me obrigado a votar, exatamente por discordar da base dessa proposta.

Aos demais pergunto: É recomendação mais se for votado será implantado? Isso é uma estranha neurose minha, ou entendi direito? Amados, não façam isso, pois o crédito vai por terra. Outros nos vêem. Uma sugestão: Deixa-se a votação transcorrer normalmente, e aquilo que for “Incontitucionalmente Wiki” , põem-se a palavra “Vetado” .

Cumprimentos neuroticamente amáveis a todos

Observatore 01:09, 18 Maio 2007 (UTC)

Recupero desta intervenção do Observatore a recomendação de que tudo o que está expresso com termos do tipo "é proibido" seja transformado em "é recomendável"... -- Clara C. 08:58, 25 Maio 2007 (UTC)
"Recomendável", como já dito, significa "cumpro se me der na telha" e se alguém reclamar a pessoa dirá "é recomendável, se não quero, não cumpro". O interessante é que para as "políticas" com que alguns não concordam, tem de ser "recomendável". Já com as que concordam não só tem de ser "proibido" como ter de ser "e-li-mi-na-do". É uma pândega. Dantadd 12:19, 25 Maio 2007 (UTC)

Chamarem-lhes regras, recomendações, leis, proibições, etc é indiferente. Se são decisões da comunidade então são para cumprir. Ponto final. --Lgrave ? 22:16, 25 Maio 2007 (UTC)

Regras ou recomendações?[editar código-fonte]

Apesar de as Wikipédias em espanhol e inglês serem citadas como inspiração para esta votação, deve-se notar que nenhuma delas possui propriamente regras para assinaturas (ao menos nos links indicados). A página em inglês contém princípios, "a standard that all users should follow. However, it is not set in stone and should be treated with common sense and the occasional exception." A página em espanhol possui instruções técnicas. Portanto, na minha opinião o propósito aqui é bastante diferente. --D.P. Campos 01:35, 17 Maio 2007 (UTC)

Não sei como eles conseguem manter a ordem com o uso de apenas recomendações. Pensei ao montar o meu esboço sobre Wikipedia:Votações/Regras para nomes fazer o uso do termo recomendação, mas depois de msgs que recebi de desafetos, mudei de opinião. --OS2Warp msg 22:48, 17 Maio 2007 (UTC)
Essa ideia abandalhada de que só segue as recomendações quem quiser, é um assunto de que ainda teremos de falar mais tarde, com tempo. Ozalid 23:39, 17 Maio 2007 (UTC)
Já tinha pensado exactamente o mesmo. --Lgrave ? 23:47, 17 Maio 2007 (UTC)

Regras ou recomendações?. Primer vuelo (para E.) - Transp.gif Martiniano Hilário 00:09, 19 Maio 2007 (UTC)

É ... vamos ter de falar sim ... há por aí umas recomendações(zinhas) que eu ando querendo fazer cumprir e não sei como. Deixa este assunto avançar, assim fico com precedentes para o próximo, hehe. Belanidia Msg!!! 11:38, 19 Maio 2007 (UTC)

Porque é que não há de ser uma regra? Não mata ninguém e é mais fácil de fazer cumprir. Lusitana 12:29, 25 Maio 2007 (UTC)
A questão Lusitana é que quando se respeita princípios na formulação das normas, tornamo-as respeitadas e não contestadas. Por analogia, temos a incontitucionalidade de muitas leis brasileiras declaradas por falta de respeito aos princípios legais existentes. Cumprimentos. __ Observatore 12:36, 25 Maio 2007 (UTC)
? Lusitana 12:48, 25 Maio 2007 (UTC)
Se na elaboração de uma norma só dermos a opção "paulada nas pernas" e a opção "paulada na cabeça" significa dizer que o direito a voto obriga-nos a ser o carrasco que alguns não querem ser. Mas claro, estou respondendo porque captei sua telepatia (?). Viu, pode ser que você não esteja interrogativa (????) a respeito desses aspectos que lhe respondi. O que ocorre é que não lhe dei oportunidade de ser mais pontual, fui no que eu tinha em mente, e não no que todos tinham em mente a respeito da vossa interrogação. (????) Foi exatamente o que foi feito aqui, na elaboração dessa norma. Não me dá a opção de votar: Fica como está. Espero ter sido claro para tão pouco questionamento (rsrsrs) Cumprimentos. __ Observatore 13:02, 25 Maio 2007 (UTC)


Eu tinha prometido a mim mesmo que não discutiria esse assunto de assinaturas, mas não resisto. Por que será tão difícil aprender a conviver com as diferenças? Se há tantas assinaturas espalhafatosas ou carnavalescas, como disse um amigo meu, é porque há muitos usuários que gostam de imagens e facilmente associam-se a ela e vice-versa. Nada mais natural vindo de seres oriundos de uma sociedade predominantemente visual (na qual não enxergar é a exceção). Levando isso em conta, não seria mais democrático ou mesmo humanista, se pensar numa forma de limitar o uso (tecnicamente) inadequado de imagens ao invés de proibi-las? Isso faz-me lembrar mais uma vez da velha istória do professor de Português que achando muito complicado ensinar o uso do ";" optou por dizer aos alunos que não se usa, que não há necessidade, que bastaria se optar por vírgula ou ponto, conforme fosse o caso.
Estou longe de ser insuspeito pra falar, já uso assinaturas carnavalescas (aos olhos de alguns), mas se estou falando isso é porque outros compartilham de meu (mau?) gosto, mas a forma como essa conversa foi sendo levada, acabou por fazer com que quem usa imagens (atualmente permitidas) se sentisse já fazendo algo errado, e que mais vale ficar calado. Eu devo andar muito alienado de certas posturas e políticas e muito imerso num contexto em que "diversidade" e respeito às diferenças individuais, junto com os direitos iguais para todos, estão na ordem do dia (todos os dias), e por isso vejo tudo isso com uma estranheza sem-tamanho.
E vou me alongar ainda mais, já que tenho sido econômico em minhas participações por aqui. Recentemente eu estava conversando com uma pessoa brasileira e falando como acho divertido andar pelas ruas quando chega a primavera. Não somente pelas cores da estação, mas pela liberdadae que ela inspira por aqui. As pessoas vestem-se com uma liberdade de escolha que para brasileiros e portugueses é estranha. Quando falo lliberdade não me refiro à escassez de roupa (muitas vezes tomada coo sinônimo de liberdade no Brasil), mas sim a liberdade de se ser elegante, clássico, brega, retrô, gótico, hippie, religioso etc. Liberdade de não ter de contar com o julgamento alheio para saber se algo "fica-me bem", se não "pareço mal" ou fora de moda. Chego a ficar comovido quando encontro na rua homens da minha idade usando um corte de cabelo que se usava qdo éramos adolescentes. Sinto um misto de saudade e respeito. Saudade dos anos oitenta e respeito pelo meu contemporâneo que preferiu não seguir novos modismos, mas ficar com a moda que mais lhe "fez a cabeça", e iso sem ter de "pagar mico" ou "parecer mal".
E o que isso tem a ver com as assinaturas, o negritos, as fontes variadas, as imagens (inclusive as que piscam ou pulam)? Bom, pra mim tem simplesmente tudo, mas não sei desenhar. Primer vuelo (para E.) - Transp.gif Martiniano Hilário 22:49, 25 Maio 2007 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo em gênero, número e grau. Por aqui controla-se de mais os processos administrativos e de menos os processos produtivos (aproveitando uma analogia que vi na esplanada hoje ainda). Não vejo porque perder tempo com assinaturas se não temos regras adequadas para avaliar a relevância de artigos, combater vandalismo de forma efetiva e atrair especialistas. Quantos especialistas a mais atrairemos ao criar regras para assinaturas? E quantos "espantaremos"? Criando regrinhas desse tipo perdemos tempo que poderia ser gasto com coisas que realmente fazem a wikipedia crescer. --girino 00:29, 26 Maio 2007 (UTC)
Symbol support vote.svg Concordo também. Aliás, o subtítulo "Política oficial?", lançado pelo Leonardo mais acima, contém conteúdo muito semelhante e está cheio de concordos... -- Clara C. 16:06, 26 Maio 2007 (UTC)

Independentemente do direito à liberdade e essas coisas todas, o problema na prática são assinaturas de 10 linhas de comprimento que são de enlouquecer quando se quer votar ou cancelar algum voto. Para não falar nas assinaturas assassinas... :P Lusitana 16:11, 26 Maio 2007 (UTC)


Ontem sentou ao meu lado um garoto de uns 18 anos que tinha uns 20 piercings em cada uma das orelhas (davam a volta completa), outros tantos pelo meio da cara, e o cabelo dele tava tão armado e colorido que me era difícil me concentrar, já imaginava meus filhotes inventando moda tb. Mas por mais náusea que a profusão de furos me causasse, e o cabelo me impedisse de ver por sobre a cabeça do menino, tudo o que pude pensar foi: viva o tempo da liberdade de ser, mais do que a de parecer! Há coisas por aqui (na wiki) que incomodam e tiram a paciência até de um monge, mais do que muitas linhas numa assinatura. Coisas que nem podemos pensar em banir, por isso, mais vale aprender a lidar com as diferenças. Como por exemplo estar numa fila e ter como antecedentes uma pessoa cega, outra numa cadeira de rodas e uma com 90 anos. Há quem preferisse mudar de fila, há quem fosse tomar um café pra voltar depois, há quem fosse falar com a autoridade do lugar pra reclamar, há achasse que aqueles lentos atrapalham a gente jovem e ágil e deva estar noutra fila. Mas felizmente há quem pense: quem dera minha mãe fosse tratada com tal respeito, quem dera meus filhos fosem sempre jovens e ágeis, mas se isso mudar, que eles recebam o respeito que merecem.
O conceito de liberdade no sentido de liberdade de ser o que se é é mesmo muito complexo, e muita gente nem vê o que isso que eu falei tem a ver com a discussão sobre assinaturas. Fiquem bem! Martiniano Hilário 20:21, 27 Maio 2007 (UTC)
Esqueci só de mencionar que o garoto estava em seu local de trabalho, uma conceituada instituição de ensino, onde ele atende o público (desde conceituados cientistas a pessoas comuns da comunidade). Fosse em Portugal ele teria de usar fato e gravata, e no Brasil ele nem teria aquele emprego com os piercings e cabelo colorido. Percebem? Martiniano Hilário 20:42, 27 Maio 2007 (UTC)

Conclusões da votação[editar código-fonte]

Lgrave, Se não me engano, foste o proponente da votação, quem estabeleceu as questões a serem votadas e como elas seriam votadas (nesta forma de emendas). Gostaria de sugerir que - já que está encerrada também por ti, explicitasses aqui qual será a redação final que a recomendação/regra terá. Obrigada, -- Clara C. 04:32, 31 Maio 2007 (UTC)

Estou a trabalhar num esboço. Assim que estiver o colocarei aqui. --Lgrave ? 18:22, 31 Maio 2007 (UTC)
Pq foi aprovadas emendas que ganharam por simples maioria? TheMente Hammer and sickle transparent.svg D C 12:26, 1 Junho 2007 (UTC)
E porque não deveriam ter sido aprovadas? --Lgrave ? 18:50, 1 Junho 2007 (UTC)

O texto seguinte foi movido de: Wikipedia Discussão:Votações/Queremos um Conselho de Conduta? Citação: Lgave escreveu: «Na 1ª pergunta a comunidade teve a opção clara de se pronunciar contra o estabelecimento de regras de assinaturas. Claro que existia uma proposta base mas, e repetindo-me, a comunidade poderia ter recusado esta proposta base, bastava votar não. A experiência mostra que tentar votar ponto a ponto é contra-producente, portanto optei por submeter à votação da comunidade um conjunto regras. A comunidade decidiu favoravelmente. Ainda subsistem dúvidas?»

Aí é que está o busilis. Na questão 5, por exemplo, não havia como ser contra qualquer tipo de punição a quem desrespeite a recomendação. Fiquei neste impasse. -- Clara C. 06:05, 2 Junho 2007 (UTC)

Havia. Bastava votares contra a proposta (questão 1). --Lgrave ? 12:15, 2 Junho 2007 (UTC)

Já vem tarde, mas é relevante para a discussão. fica aqui como referência: bugzilla:8458 --Waldir msg 14h49min de 15 de Junho de 2007 (UTC)

Era suposto qq pessoa entender aquilo ou só quem entende do assunto? Ou num vi direito? Num intindi foi nadica Martiniano Hilário 18h46min de 15 de Junho de 2007 (UTC)
Basicamente limita o tamanho da assinatura no software MediaWiki a 255 caracteres. --Lgrave ? 18h50min de 15 de Junho de 2007 (UTC)

O que eu acho que está errado nas conclusões:

  1. Enquanto recomendação, deveria alterar, como exatamente e apenas proposto, Guia de edição/Assinar e Guia Prático/Assinando e não deveria ter sido criada a página Wikipedia:Regras para assinaturas.
  2. A Questão 5, ao meu ver, confundiu várias pessoas que, pensando estarem a votar em nenhuma punição, acabaram votando em punição mais severa.
  3. A Questão 3 foi mal interpretada, dado que propunha duas questões absolutamente distintas em uma só opção. Já que pelo menos 4 pessoas declararam explicitamente que não se opunham ao uso de negritos, neste quesito dever-se-ia ter considerado o resultado como 20X23. Ou seja, 24-4 votantes condenaram o negrito e 19+4 votantes não o condenaram.

Por fim: punições são admissíveis mesmo em recomendações. Sempre foi assim em abusos, dos quais são exemplo o desrespeito ao Mostrar Previsão ou Versões da Língua Portuguesa. A grande diferença está no grau de coersão que se pode utilizar. E eu considero que estes casos são para se ter um pouco mais de tolerância e para exigir dos administradores um pouco mais de diálogo. Esta, ao meu ver, é a grande diferença que existe entre uma recomendação e uma política, que alguns não enxergam. -- Clara C. 11h20min de 21 de Junho de 2007 (UTC)

Esse assunto já está em discussão aqui, aqui e aqui. Ozalid 21h18min de 21 de Junho de 2007 (UTC)