Willigis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
São Willigis
São Willigis (esquerda) num antigo manuscrito
Morte 23 de fevereiro de 1011
Veneração por Igreja Católica
Festa litúrgica 23 de fevereiro
Gloriole.svg Portal dos Santos

Willigis (séc. X - 23 de fevereiro de 1011) foi um arcebispo de Mogúncia na época do Sacro Império Romano Germânico. É também considerado santo pela Igreja Católica. Seu dia consagrado é o de sua morte, 23 de fevereiro, ou o 18 de abril.[1]

Vida e obra[editar | editar código-fonte]

Apesar de sua origem humilde, Willigis recebeu uma boa educação e entrou a serviço do imperador Oto I, que o nomeou chanceler do Império. Em 975, com Oto II, Willigis foi feito arcebispo da cidade de Mogúncia (Mainz), e manteve o cargo de arquichanceler do Império.[1]

Em março de 975, Willigis recebeu o pálio do Papa Bento VII, tornando-se Primaz da Alemanha. Foi o encarregado de coroar Oto III em Aquisgrão, no dia de Natal de 983, assim como Henrique II em Mogúncia, em junho de 1002.[1]

Como arcebispo, Willings foi o responsável pela construção da Catedral de Mogúncia, consagrada por ele a 29 de agosto de 1009.[1] O enorme edifício foi um símbolo do poder que tinha o arcebispo na Cristandade e no Império, que almejava transformar Mogúncia numa "Segunda Roma".[2]

Referências

  1. a b c d St. Willigis na Enciclopédia Católica
  2. Willigis-Urbau no sítio oficial da Catedral

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Ruperto
Arcebispo de Mogúncia
975-1011
Sucedido por
Erkanbald