Xólotl

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Xólotl
Tlatoani dos Chichimecas
Acolhuacan.jpeg
Tlatoani de Tenayuca.
1224 - 1304
predecessor ninguém
Sucessor Nopaltzin
Morte 1304
Pai Cuetlaxochitzin

Xólotl (ou Xolotl ;AFI: ˈʃolotɬ ) foi um líder Chichimeca do século XIII, um Tlatoani [1].

De acordo com algumas tradições historiográficas Xólotl fundou Tenayuca em 1224. Chegou ao Altiplano Central pouco depois da queda de Tula, a capital Tolteca. Ao inspecionar suas ruínas e ao não encontrar resistência entre a população que ainda residia nas redondezas tomou posse e estabeleceu fronteiras. Na época em que resolveu dividir as terras entre seus guerreiros, chegaram ao Vale do México outros grupos que foram beneficiados com terras: os Tepanecas, que se estabeleceram a noroeste, em Azcapotzalco; os Otomazahuas ao norte, em Xaltocan; e os Acolhuas no oriente, em Coatlichan. Todas estas localidades estavam atreladas a Xólotl [2].

Xólotl foi sucedido por Nopaltzin que consolidou o Reino dos Chichimecas. Sua filha Cuetlaxochitzin , foi esposa de Acolnahuacatl, Tlatoani de Azcapotzalco e mãe do famoso Tezozómoc [3].

Após a morte de Xólotl, nobres de todas as partes do país se reuniram para realizar as honras fúnebres. O cadáver foi adornada com pequenas figuras de ouro e prata, e colocado em uma cadeira feita de copal e outras substâncias aromáticas, onde permaneceu durante cinco dias. Após o qual foi cremado, de acordo com o costume suas cinzas foram reunidas em uma urna de pedra e foram expostos durante quarenta dias em uma sala da mansão real, onde diariamente a nobreza se reunia para honrar a memória de seu soberano. Depois a urna foi levada a uma caverna nos arredores da cidade [4].



Precedido por
Ninguém
Acolhuacan.jpeg Tlatoani de Tenayuca
1224 - 1304
Sucedido por
Nopaltzin

Referências

  1. Danna A. Levin Rojo, Return to Aztlan Indians, Spaniards, and the Invention of Nuevo México (em inglês) University of Oklahoma Press, 2014 p. 130, ISBN 9780806145617
  2. Humberto Sánchez Córdova, Historia de Mexico volume 1 (em espanhol) Pearson Educación, 2002 p. 152 ISBN 9789702602750.
  3. No Codex García Granados a linhagem dos Tlatoani de Azcapotzalco é descrita na seguinte ordem: Maxtlacozcatl ( Matlacohuatl ), Chiconquiauitl, Tezcapoctli, Tehuehuactzin, Micacalcatl, Xiuhtlatonac, Acolnahuacatl e Tezozómoc . Os Anais de Tlatelolco fornecem uma outra lista na qual constam os três primeiros e os dois últimos nomes sendo que os outros três desapareceram. A vantagem da segunda lista é que esta está de acordo com as datas propostas no artigo.
  4. Thomas Francis Gordon, The history of ancient Mexico, from the foundation of that empire to its destruction by the Spaniards Volume 1 p. 94 printed and published by the author 1832