Yevgeny Vuchetich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Yevgeny Vuchetich
Nascimento 15 de dezembro de 1908
Dnipro
Morte 12 de abril de 1974 (65 anos)
Moscou
Sepultamento Cemitério Novodevichy
Cidadania Império Russo, União Soviética
Etnia Sérvios
Alma mater
  • Repin Institute of Arts
Ocupação escultor, pedagogo, professor universitário
Prêmios
  • Prémio Stalin
  • Ordem de Lenin
  • Herói do Trabalho Socialista
  • Ordem da Guerra Patriótica, 2.ª classe
  • Prêmio Lenin (1970)
  • Artista do Povo da URSS (artes plásticas)
  • Medalha "Em Comemoração aos 800.º Aniversário de Moscou"
  • Medalha "Pela Defesa de Moscou"
  • Medalha "Pela vitória sobre a Alemanha na Grande Guerra Patriótica 1941-1945"
  • Medalha pela Defesa de Leningrado
  • Ordem da Guerra Patriótica (1946)
  • Medalha "por mérito de batalha" (1953)
  • Medalha do Jubileu "Vinte Anos de Vitória na Grande Guerra Patriótica 1941–1945" (1941)
  • Jubilee Medal "30 Years of the Soviet Army and Navy"
  • Jubilee Medal "50 Years of the Armed Forces of the USSR"
Obras destacadas Mãe Pátria

Yevgeny Viktorovich Vuchetich (28 de dezembro de 1908 – 12 de abril de 1974, em russo: Евгений Викторович Вучетич; ucraniano: Євген Вікторович Вучетич) era um proeminente escultor e artista soviético.

Ele é conhecido por seus monumentos heróicos, geralmente de estilo alegórico, incluindo Mãe Pátria, a maior escultura do mundo na época.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Vuchetich nasceu em Yekaterinoslav, Império Russo (hoje Dnipropetrovsk, Ucrânia), filho de Viktor Vuchetich (Vučetić), de etnia sérvia, e Anna Andreevna Stewart, de descendência russa e francesa.[1]

Ele foi um representante proeminente do estilo do Realismo Socialista e recebeu o Prêmio Lenin em 1970, o Prêmio Stalin (1946, 1947, 1948, 1949, 1950), a Ordem de Lenin (duas vezes), a Ordem da Guerra Patriótica, Herói do Trabalho Socialista (1967) e Artista do Povo da URSS (1959).

Trabalhos[editar | editar código-fonte]

  • Memorial de guerra soviético[2] no Treptower Park, Berlim, um monumento de 13 metros de altura de um soldado soviético segurando uma criança alemã, com uma espada, sobre uma suástica quebrada. Este projeto de memorial de guerra foi mais tarde usado em moedas e medalhas em comemoração ao fim do domínio fascista em 1945.
  • Vamos transformar espadas em arados no jardim das Nações Unidas (1957)[3]
  • Vamos transformar espadas em arados na frente da fábrica "Gazoapparat" em Volgogrado.
  • Uma escultura de Felix Dzerzhinsky (1958), coloquialmente conhecida como "Iron Felix", costumava estar em Moscou na Praça Lubianka.
  • Mãe Pátria! em Mamayev Kurgan (1963–1967)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Иван Шевцов. Соколы. Русское Воскресение.
  2. Sowjetische Ehrenmal
  3. Swords Into Plowshares, United Nations Cyber School Bus, United Nations, UN.org, 2001, retrieved on: August 4, 2007
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço relacionado ao Projeto Biografias. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.