Yumjaagiin Tsedenbal

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Yumjaagiin tsedenbal ( mongol : Юмжаагийн Цэдэнбал ᠶᠠᠭᠤᠮᠠᠵᠢᠭ᠎ᠠᠶᠢᠨ ᠼᠡᠳᠡᠨᠪᠠᠯ ;7 de setembro de 1916 - 20 abril de 1991 ) foi um político comunista mongol.

De 1952 a 1984 durante sua vida política, atuou como Presidente do Presidium do Grande Khural do povo, Primeiro-Ministro da Mongólia e Secretário-Geral do Partido Revolucionário Popular da Mongólia. Ficando mais de 44 anos no comando da Mongólia.

Yumjaagiin Tsedenbal
Primeiro ministro da MongóliaMongólia
Período 26 de janeiro de 1952 - 11 de junho de 1974
Antecessor khorloogiin choibalsan
Sucessor jambyn batmönkh
Presidente do Presidium do Grande Khural do Povo
Período 11 de junho de 1974 - 23 de agosto de 1984
Antecessor Sonomyn luvsan
Sucessor Jambyn Batmonkh
Secretário Geral do Partido Revolucionário Popular da Mongólia
Período 08 de abril de 1940 - 04 de abril de 1954
Antecessor Dashiin Danba
Sucessor Jambyn Batmonkh
Período 22 de novembro de 1958 - 24 de agosto de 1984
Antecessor Dashiin Damba
Sucessor Dashiin Damba
Dados pessoais
Nascimento 17 de setembro, 1916
Davst soma , Uvs aimag , Mongólia ExteriorMongólia
Morte 20 de abril de 1991 (74 anos)
Moscou, RSFS da Rússia, URSSUnião Soviética
Nacionalidade Mongol ou Mongólico
Esposa Anastasia Filatova
Filhos Vladislav Zorig
Partido Partido Revolucionário Popular da Mongólia
Profissão Político
Ocupação Marechal da República Popular da Mongólia

Vida Política[editar | editar código-fonte]

Durante o seu reinado como chefe de Estado, Tsedenbal apresentaram pedidos para a incorporação da Mongólia na URSS em cinco a oito ocasiões, mas estas propostas foram invariavelmente rejeitado pelos líderes soviéticos. Na época da ruptura sino-soviética , Tsedenbal decisivamente alinhou com a União Soviética e provocou a ira da China. Na Mongólia, Tsedenbal é lembrado por manter com sucesso um caminho do socialismo relativamente moderado durante a Guerra Fria .

Tsedenbal foi forçado a se aposentar em agosto de 1984 em um movimento soviético-patrocinado, oficialmente por conta de sua velhice e fraqueza mental, mas, pelo menos em parte por causa de sua oposição ao processo de reaproximação sino-soviética que tinha começado com o discurso em Tashkent de Leonid Brejnev março 1982. Nyamyn Jagvaral assumiu como Presidente interino do Presidium do Grande Khural do Povo de 23 de agosto de 1984 até 12 de dezembro de 1984 quando Jambyn Batmönkh assumiu o comando da Mongólia cargo no qual ficou até março de 1990.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Mongólia

Prêmios estrangeiros

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Batbayar, Tsedendambyn. Mongólia moderna: uma história concisa . Ulaanbaatar: 2002.
  • Nadirov, Sh. G. Tsedenbal e os acontecimentos de agosto 1984 . Trans. Baasan Ragchaa. Bloomington (Ind.): Mongólia Society de 2005.
  • Rupen, Robert. Como Mongólia é realmente governada. A história política da República Popular da Mongólia, 1900-1978 . Stanford (Cal.): Hoover Institution Press, 1979.
  • Shinkarev, Leonid. Tsedenbal i Filatova. Liubov 'vlast', tragedia . Moscou e Irkutsk: Izdatel' Sapronov de 2004