Zabergan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zabergan
líder cutrigur
Reinado ca. 550 - 560[1]
Predecessor Candique
Sucessor Baian I
Nascimento século VI
Morte século VI
Religião paganismo berbere

Zabergan (em grego: Ζαβεργαν) foi um dos cutrigures, associado com os ávaros eurasianos. Após os cutrigures e utrigures firmarem a paz ca. 558, Zabergan cruzou no inverno de 558/559 o Danúbio congelado com sua cavalaria, passou pela Mésia e Cítia Menor, e dividiu seu exército em dois, com uma parte se dirigindo para a Grécia e a outro para a Trácia. Aproveitando-se das avarias da Grande Muralha da Trácia decorrentes dum terremoto, invadiu Constantinopla com (r. 7000) soldados montados. O imperador Justiniano (r. 527–565) chamou Belisário de sua aposentadoria e ordenou que parasse os intrusos.[2][3]

Com um exército de 300 soldados fortemente armados e outras tropas compostas por civis e camponeses dos locais pilhados por Zabergan, Belisário emboscou a cavalaria cutrigur nas proximidades da vila de Cheto e a derrotou. Mesmo derrotado, Zabergan permaneceu na Trácia até o verão, quando a frota bizantina bloqueou o Danúbio e impediu que os cutrigures se retirassem. Ele foi forçado a negociar a paz e retornar prisioneiros de guerra e a ele foi prometido o pagamento de subsídios. Com a retirada cutrigur, Justiniano celebrou um triunfo em 11 de agosto de 559. Mais tarde, para evitar novos ataques, Justiniano instigou novas hostilidades entre os cutrigures e utrigures.[2][3]

Referências

  1. «Zabergan» (em inglês). Consultado em 27-10-2013. 
  2. a b Kazhdan 1991, p. 2217
  3. a b Martindale 1992, p. 1410

Ver também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
Candique
Líder cutrigur
ca. 550 - 560
Sucedido por
Baian I

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Martindale, John R.; Jones, Arnold Hugh Martin; Morris, John (1992). The Prosopography of the Later Roman Empire - Volume III, AD 527–641 (Cambridge e Nova Iorque: Cambridge University Press). ISBN 0-521-20160-8.