Zaza-Gorani

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Zaza-Gorani forma um ramo das línguas iranianas do noroeste. As línguas deste ramo são faladas principalmente no leste da Turquia e no Irã.

Usualmente, elas são classificadas como um braço não-curdo do iraniano noroestino, mas muitos de seus falantes consideram-se etnicamente curdos.

Línguas[editar | editar código-fonte]

São consideradas partes deste ramo as línguas: Gorani, Bajelani, Zazaki, Sarli e Shabaki.

Muitos de seus falantes, principalmente os do Zaza, Gorani e Shabaki, consideram-se de etnia curda, embora suas línguas não sejam classificadas diretamente como curdas[1][2][3][4].

Referências

  1. "Kurdish Nationalism and Competing Ethnic Loyalties", Original English version of: "Nationalisme kurde et ethnicités intra-kurdes", Peuples Méditerranéens no. 68–69 (1994), 11-37
  2. Kehl-Bodrogi, Krisztina. "Syncretistic religious communities in the Near East: Collected Papers of the International Symposium, Alevism in Turkey and Comparable Syncretistic Religious Communities in the Near East in the Past and Present”, Berlin, 14–17 April 1995
  3. Ozoglu, Hakan. "Kurdish notables and the Ottoman state." Albany: State University of New York Press, 2004
  4. Romano, David. "The Kurdish nationalist movement: opportunity, mobilization, and identity." Cambridge. Cambridge University Press, 2006.