A Nuvem do Não-Saber

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A Nuvem do Não-Saber[1] ou A Nuvem do Desconhecido[2] , do original em inglês The Cloud of Unknowing é um guia espiritual escrito na segunda metade do século 14, pouco depois de 1390, por um monge desconhecido, provavelmente da Ordem dos Cartuxos, que teria vivido na Inglaterra.[3] .

A obra[editar | editar código-fonte]

Em seus 75 capítulos, um monge cartuxo ensina a um jovem, de aproximadamente vinte e quatro anos, acerca da vida contemplativa, em que a alma se une a Deus[4] . Para tanto, o autor lança mão, principalmente, de dois episódios bíblicos: o Evangelho de S. Lucas, 10, 38-42[5] e o livro do Êxodo, capítulo 24[6] . O primeiro, sendo mencionado de maneira explícita pelo autor e o segundo, apenas implicitamente.

No primeiro episódio, Maria representa a vida contemplativa, enquanto Marta representa a vida ativa. Isto porque conforme a narrativa neotestamentária, quando Jesus visita a casa de Marta, esta se apressa em preparar-lhe a refeição, enquanto Maria se senta para ouvi-lo. No segundo episódio, Moisés representa aquele que através de muitos esforços, chega à perfeita contemplação, sendo então, encoberto por uma nuvem de desconhecimento/ignorância. À semelhança da narrativa veterotestamentária, onde Moisés atende o chamado do Senhor, subindo ao monte e sendo encoberto por uma grande nuvem durante seis dias.

Em suma, a via (ou, vida) contemplativa se dá quando o cristão percebe a precariedade da razão, da inteligência natural, como meio de alcançar a Deus, e abandonando-a, vai de encontro a Ele por meio do amor, como ensina Merton: " (...) embora a essência de Deus não possa ser adequadamente apreendida, ou claramente entendida pela inteligência humana, podemos alcançá-Lo diretamente pelo amor"[7] . Ou ainda, nas palavras do próprio cartuxo: " Porque Deus pode muito bem ser amado, mas não pensado. Pelo amor Ele pode ser retido; mas pelo pensamento, não, nunca"[8] .

A proposta do cartuxo se encaixa no movimento de misticismo que surge em fins do medievo, do qual fizeram parte outros importantes nomes. O misticismo foi uma reação de descontentamento à excessiva valorização do pensamento racional promovido pela escolástica, suas respostas consideradas insatisfatórias, à crise das universidades,[9] bem como, ao conturbado período de transformações e crises vividos pela sociedade e pela Igreja.[10]

O cartuxo pretende ensinar o que seja: a via mística de contemplação e amor a Deus, que se alcança, dentre outros quesitos, por meio da passividade, do silêncio e da solidão[11] .

Os manuscritos da obra se encontram na Biblioteca Britânica e na Biblioteca da Universidade de Cambridge.[12]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Na bibliografia estão algumas obras que tratam de A Nuvem do Não-Saber, reproduzindo, comentando e/ou tangenciando-a, mesmo que de maneira breve.

  • ANÔNIMO DO SÉCULO XIV. A Nuvem do Não-Saber, Trad. D. Lino Correia Marques de Miranda Moreira. Petrópolis: Ed. vozes, 2008.
  • BORRIELLO, L. e outros. Dicionário de Mística. São Paulo: Paulus: Edições Loyola, 2003.
  • BUTCHER, Carmen Acevedo. Introducing in The Cloud of Unknowing. Boston: Ed. Shambhala Publications, 2009
  • CHADAN, José. Misticismo e apofaticidade em A Nuvem do Não-Saber de um escritor anônimo do século XIV. Dissertação (Mestrado em Filosofia), PUC-SP, 2013. In: < http://www.sapientia.pucsp.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=16183> .
  • CURRAN, Thomas. An Introdution to The Cloud of Unknowin. Ireland: Carmelite Centre of Spirituality, 1978.
  • FARRIGTON, Tim. Foreword in The Cloud of Unknowing. New York: Ed. HarperOne, 2004.
  • FROMM, Erich. Ter ou Ser?. 2 ed. Trad. Nathanael C. Caixeiro. Rio de Janeiro: Ed. Zahar, 1980, p. 101.
  • GALLACHER, Patrick J. Introduction in The Cloud of Unknowing. Kalamazoo, Michigan: Medieval Institute Publications, 1997.
  • HOLT, Bradley. The Wisdow of The Cloud of Unknowing. England: Ed. Lion, 1999.
  • JOHNSTON, William. Introducing in: The Cloud of Unknowing. New York: Ed. Element, 1996.
  • LE GOFF, Jacques. Os Intelectuais Na Idade Média. Trad. Maria Julia Goldwasser. São Paulo: Ed. brasiliense, 1988.
  • KIRVAN, John. There is a God, There is no God. United States of America: Sorin Books, 2003.
  • MACKINNON, Effie. Studies In Fourteenth Century English Mysticism: Richard Rolle, Walter Hilton, Juliana Of Norwich, The Cloud Of Unknowing. Illinois: Ed. Urbana, 1934.
  • MENINGER, William A. The Loving Search For God: Contemplative prayer and The Cloud of Unknowing. New York: The continuum International Publishing Group Inc, 1994.
  • MERTON, Thomas. A Experiência Interior. Trad. Luiz Gonzaga de Carvalho Neto. São Paulo: Ed. Martins Fontes, 2007, p. 119-121.
  • PROGOFF, Ira. Introductory, Comentary and Translation to The Cloud of Unknowing. New York: Ed. Delta, 1957.
  • UNDERHILL, Evelyn. Introduction in The Cloud of Unknowing. London: Dover Publications, 2003.
  • VAN CLEEF, Jabez L. The Song of The Cloud of Unknowing. New Jersey: Createspace, 2008.
  • WOLTERS, Clifton. Introduction in The Cloud of Unknowing and Others Work. London: Ed. Peguin Classics, 1978.

Referências

  1. Tradução brasileira de 1987 da Editora Paulinas e na tradução de 2008 da Editora Vozes, feita para o português de Portugal
  2. Tradução de 1981 da Editora ECE
  3. ANÔNIMO DO SÉCULO XIV. A Nuvem do Não-Saber, Trad. D. Lino Correia Marques de Miranda Moreira. Petrópolis: Ed. vozes, 2008, p. 23
  4. ANÔNIMO DO SÉCULO XIV. A Nuvem do Não-Saber,Trad. D. Lino Correia Marques de Miranda Moreira. Petrópolis: Ed vozes, p. 23.
  5. ANÔNIMO DO SÉCULO XIV. A Nuvem do Não-Saber, Trad. D. Lino Correia Marques de Miranda Moreira. Petrópolis: Ed. vozes, 2008, p. 71-72.
  6. ANÔNIMO DO SÉCULO XIV. A Nuvem do Não-Saber, Trad. D. Lino Correia Marques de Miranda Moreira. Petrópolis: Ed. vozes, 2008, p. 180.
  7. MERTON, Thomas. A Experiência Interior. Trad. Luiz Gonzaga de Carvalho Neto. São Paulo: Ed. Martins Fontes, 2007, p. 121.
  8. ANÔNIMO DO SÉCULO XIV. A Nuvem do Não-Saber, Trad. D. Lino Correia Marques de Miranda Moreira. Petrópolis: Ed. vozes, 2008, p. 47.
  9. LE GOFF, Jacques. Os Intelectuais Na Idade Média, Trad. Maria Julia Goldwasser. São Paulo: Ed. brasiliense, 1988, p. 82.
  10. CURRAN, Thomas. An Introdution to The Cloud of Unknowin. Ireland: Carmelite Centre of Spirituality, 1978, p. 8.
  11. ZOTTO, Del C. M. Mística Natural. In: BORRIELLO, L. e outros. Dicionário de Mística. São Paulo: Paulus: Edições Loyola, 2003, p. 737.
  12. British Library MS Harleian 674, British Library MS Royal 17 C xxvi and Cambridge University Library Kk.vi.26. (em inglês)
Ícone de esboço Este artigo sobre um livro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.