Alpaca (liga metálica)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

A alpaca (liga metálica), é uma liga ternária composta de cobre, níquel e zinco. Seu nome significa metal branco e também é conhecida como prata alemã, devido ao seu brilho e coloração, parecidos com os da prata.

Características[editar | editar código-fonte]

As ligas que contêm mais de 60% de cobre são monofásicas e são caracterizadas pela sua ductibilidade e pela facilidade com que podem ser trabalhadas a temperatura ambiente. A adição de níquel confere-lhe uma boa resistência nos meios corrosivos. Sua composição mais usual na indústria é de 65% de cobre, 18% de níquel e 17% de zinco.

As ligações mais comuns são CuZn28Ni9, CuZn27Ni18, CuZn45Ni9 e CuZn17Ni26.

Uso[editar | editar código-fonte]

Algumas das aplicações mais importantes tem-se a produção de jogos de pratos de mesa, cutelaria crioula, cremalheiras, objetos de bijouteria, seletores de rádios, instrumentos cirúrgicos e dentais, zíper, chaves de alta qualidade, reostatos, bombas de tereré e de chimarrão (são mais baratas que as de aço inoxidável, porém são menos duráveis e mais frágeis), trastos de escala de instrumentos musicais de cordas como: guitarras, o violão e o contra-baixo, entre outros.

É também amplamente usada em muitos países na produção de moedas, devido sua resistência e semelhança à prata. Neste uso pode haver alteração de sua composição básica, com a substituição ou inclusão de outros metais como o estanho a fim de obter uma coloração dourada parecida com a do latão. A alpaca composta com substituição do níquel pelo estanho também pode ser chamada de gunmetal.

Toxidade[editar | editar código-fonte]

De acordo com o "Manual Merck" (17ª edição p. 56), no contato prolongado do cobre com alimentos ácidos ou bebidas (inclusive leite fervente) pode haver liberação de cobre em quantidade tóxica, que a longo prazo pode causar cirrose.