Ancião

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde dezembro de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

O termo ancião vem do latim antianus via francês arcaico ancien referindo-se a pessoa de idade avançada, antigo, velho, venerável, respeitável.

Sociologia[editar | editar código-fonte]

Em estruturas sociais tradicionais, como famílias extensas e aldeias, os anciãos assumem papéis de conselheiros e transmissores da cultura local além de poderem assumir funções judiciais e rituais. Segundo a terminologia de Max Weber esse tipo de autoridade é patriarcal, impondo suas decisões por persuasão.1

Organização religiosa[editar | editar código-fonte]

Algumas religiões prezam a figura venerável do ancião, como o za·qen na antiga religião hebraica da Tanakh, 2 líderes do antigo Israel quer a uma cidade, tribo ou a nível nacional. Outras religiões semíticas valorizam a autoridade venerável dos anciãos, como o sheik muçulmano, o hakham no caraísmo, o ˤUqqāl dos drusos. No cristianismo primitivo havia a figura do presbítero, que era originalmente um dirigente de uma congregação local,nota 1 e o termo episcopos nota 2 era usado intercambiamente até os meados do século II, quando surgiu a distinção entre bispo e presbítero nas igrejas de então. Hoje o título é ainda utilizado por várias denominações cristãs.

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. WEBER, Max."Die drei reinen Typen der legitimen Herrschaft" in: Ges. Aufs. z. Wissenschaftslehre (1922), traduzido como Os Três Tipos Puros de Dominação Legítima. Rio de Janeiro: VGuedes Multimídia, 2008
  2. Período anterior ao cativeiro Babilônico do século VII a.C. Ainda que a figura de líderes patriarcais na figura do ancião sobrevive até hoje em algumas vertentes derivadas da antiga religião mosaica
  1. (Atos 20:17, 28; I Pedro 5:1-3; Tito 1:5-7 II Timóteo 3:1-5)
  2. grego: ἐπίσκοπος, supervisor, de onde veio o termo português bispo

>